Abrir menu principal
Euclides Triches
26.º Governador do Rio Grande do Sul
Período 15 de março de 1971
até 14 de março de 1975
Antecessor Walter Peracchi Barcelos
Sucessor Sinval Guazzelli
30.º Prefeito de Caxias do Sul
Período 31 de dezembro de 1951
até 31 de janeiro de 1954
Antecessor Luciano Corsetti
Sucessor Hermes João Webber
Deputado Federal pelo Rio Grande do Sul
Período 2 de fevereiro de 1963
até 1 de fevereiro de 1971
Dados pessoais
Nascimento 23 de abril de 1919[1]
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
Morte 11 de fevereiro de 1994 (74 anos)[1]
Partido ARENA
Profissão Engenheiro

Euclides Triches (Caxias do Sul, 23 de abril de 191911 de fevereiro de 1994[1]) foi um ex-militar, engenheiro metalúrgico, político e governador do Rio Grande do Sul durante o regime militar.

Em 1936, Euclides Triches transferiu-se para o Rio de Janeiro para ingressar na carreira militar. Em 1948, diplomou-se em engenharia metalúrgica pela Escola Técnica do Exército. Já em 1951, depois de se reformar como major, entra na vida política.

Foi eleito prefeito de Caxias do Sul, pelo Partido Social Democrático, tendo exercido o cargo entre 31 de dezembro de 1951 e 31 de janeiro de 1954, quando renunciou.[2] Após, foi empossado secretário de Obras Públicas do estado no governo de Ildo Meneghetti.

Em 1955, Triches concorreu à prefeitura de Porto Alegre, sendo derrotado por Leonel Brizola, do PTB. Na ocasião, teve forte repercussão uma charge do cartunista Sampaulo, onde se via Walter Peracchi Barcelos apresentando Porto Alegre para o candidato Triches, que se mudara para a capital fazia poucos meses. Publicado no Diário de Notícias, foi reproduzido pelo Clarin, jornal do PTB, e hoje é apontado como um dos fatores da derrota de Triches.

Em 1961, foi indicado pelo Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq) para fazer um estágio de aperfeiçoamento em estabelecimentos industriais na Europa, pelo período de um ano. De volta ao país, em 1962, elegeu-se deputado federal pelo Rio Grande do Sul, reelegendo-se em 1966.

Membro do PSD, fez parte do movimento de partidos de direita (junto com a UDN e o Partido Libertador) para a formação da conservadora ARENA, sustentação civil do regime militar iniciado com o golpe de 1º de abril de 1964. Indicado por Brasília, foi eleito governador do estado do Rio Grande do Sul com respaldo parcial da Assembléia Legislativa estadual, dominada pela ARENA, e governou o estado no período de 15 de março de 1971 a 15 de março de 1975. Após seu mandato como governador, seria indicado para a presidência da Amazônia Mineração S/A.

Referências

  1. a b c Fundação Getúlio Vargas. «TRICHES, Euclides». CPDOC. Consultado em 21 de maio de 2016 
  2. Adami, João Spadari. História de Caxias do Sul 1964-1970. Edições Paulinas, 1971, p. 376
Precedido por
Walter Peracchi Barcelos
Governador do Rio Grande do Sul
19711975
Sucedido por
Sinval Guazzelli
Prefeitos de Caxias do Sul
Precedido por
Luciano Corsetti
 
Euclides Triches
31 de dezembro de 1951 – 31 de janeiro de 1954
Sucedido por
Hermes João Webber