Eugenius Johann Christoph Esper

professor académico alemão

Eugenius Johann Christoph Esper (Wunsiedel, 2 de junho de 174227 de julho de 1810) foi um entomólogo alemão. Nasceu em Wunsiedel na Bavieira, tendo sido professor de zoologia na Universidade de Erlangen.

Eugenius Johann Christoph Esper
Eugenius Johann Christoph Esper
Campo(s) Entomologia

Eugenius e o seu irmão Friedrich foram envolvidos na temática de história natural em idade jovem pelo pai Friedrich Lorenz Esper, um botânico amador. Encorajado a abandonar os estudos de teologia pelo seu professor de botânica Casimir Christoph Schmidel (1718–1792) Eugenius Esper, acabou por estudar história natural.

Obteve o grau de PhD na Universidade de Erlangen em 1781 com uma tese intitulada De varietatibus specierum in naturale productis. No ano seguinte, começou a ensinar na universidade, inicialmente num nível de professor mal remunerado, até que em 1797 se tornou professor de filosofia. Dirigiu o departamento de história natural em Erlangen a partir de 1805. Graças a ele, as colecções de minerais, aves, plantas, conchas e insectos sofreu um aumento apreciável.

Nos tempo de lazer, Esper dedicava-se ao estudo da natureza e à preparação de manuscritos relacionados com história natural. Foi o autor de uma série pequenos livros intitulada Die Schmetterlinge in Abbildungen nach der Natur mit Beschreibungen publicados entre 1776 e 1807. Eram ricamente ilustrados; minerais, aves, plantas, conchas e insectos retratados em 438 pranchas coloridas à mão. A segunda obra foi publicada em 1829-1830 com Toussaint de Charpentier (1779–1847). Foi uma importante obra sobre borboletas da Alemanha, seguindo o sistema de Lineu. Foi também um percursos na área da paleopatologia.

A revista de entomologia Esperiana, Buchreihe zur Entomologie, criada em 1990, comemora o seu nome e obra.

Bibliografia editar

Ligações externas editar

Colecção de Esper na Zoologische Staatssammlung München - [1]