Evry Schatzman

Évry Léon Schatzman (Neuilly-sur-Seine, 16 de setembro de 192025 de abril de 2010)[1] foi um astrofísico francês.[2][3]

Evry Schatzman
Nascimento 16 de setembro de 1920
Neuilly-sur-Seine
Morte 25 de abril de 2010 (89 anos)
19.º arrondissement de Paris
Nacionalidade francês
Cidadania França
Progenitores
  • Benjamin Schatzman
  • Cécile Schatzman
Cônjuge Ruth Schatzman
Filho(s) Michelle Schatzman
Alma mater
Ocupação astrônomo, astrofísico
Prêmios Prêmio Félix Robin (1971), Medalha de Ouro CNRS (1983)
Empregador Centre National de la Recherche Scientifique
Campo(s) astrofísica

VidaEditar

Evry Schatzman foi encarregado dos Cursos Peccot de matemática no Collège de France em 1950-1951.[4]

De 1970 a 2001, Evry Schatzman foi presidente da União Racionalista.

Anãs brancas e a teoria do aquecimento por ondasEditar

Schatzman trabalhou com anãs brancas durante os anos 1940. Ele percebeu que as atmosferas das anãs brancas deveriam ser estratificadas gravitacionalmente, com hidrogênio no topo e elementos mais pesados ​​abaixo,[5][6], §5–6 e explicou a ionização por pressão em atmosferas de anãs brancas. Ele foi um dos proponentes da teoria do aquecimento por ondas da coroa solar.[7][8] Schatzman propôs o mecanismo de frenagem magnética, pelo qual fluxos de saída diminuem a rotação estelar.[9]

Schatzman escreveu o livro de astrofísica Astrophysique Générale e contribuiu muito para a popularidade da astrofísica na França. Ele recebeu o Prix ​​Jules Janssen da Société astronomique de France (Sociedade Astronômica Francesa) em 1973, o Prêmio Holweck em 1985 e a Medalha de Ouro do CNRS em 1983. Tornou-se membro da Academia Francesa de Ciências em 1985.[10][11]

O CNRS reconheceu Schatzman como "o pai da astrofísica francesa moderna".[1]

Obras selecionadasEditar

  • Origine et évolution des mondes, Paris: A. Michel, 1957. Translated into Spanish by Raquel Rabiela de Gortari and Arcadio Poveda as Origen y evolución del universo, México: UNAM, 1960; translated into English by Bernard and Annabel Pagel as The origin and evolution of the universe, New York: Basic Books, 1965.
  • White Dwarfs, Amsterdam: North-Holland, 1958.
  • (com Jean-Claude Pecker) Astrophysique Générale, Paris: Masson, 1959.
  • Our Expanding Universe, New York: McGraw–Hill, 1992, ISBN 0-07-055174-X.
  • (com Françoise Praderie) Les Etoiles, Paris: Paris Interéditions et ed. du CNRS, 1990, ISBN 2-7296-0299-2. Translated into English by A. R. King as The Stars, Berlin: Springer, 1993, ISBN 3-540-54196-9.

Referências

  1. a b «Mort du père de l'astrophysique française». LEFIGARO (em francês). Consultado em 15 de setembro de 2021 
  2. p. 104, L'Outil Théorie, Evry Schatzman and Isabelle Souriau, Paris: Eshel, 1992. ISBN 2-906704-44-X.
  3. EVRY SCHATZMAN y la historia de la evolución estelar, Begoña López Betancor, I@C Noticias, Instituto de Astrofísica de Canarias, 2-1999. Accessed on line 20 September 2007.
  4. LISTE ALPHABETIQUE DES CHARGES DES COURS PECCOT DEPUIS 1899
  5. Théorie du débit d'énergie des naines blanches, Evry Schatzman, Annales d'Astrophysique 8 (January 1945), pp. 143–209.
  6. Physics of white dwarf stars, D. Koester and G. Chanmugam, Reports on Progress in Physics 53 (1990), pp. 837–915.
  7. On the theory of coronal heating mechanisms, Max Kuperus, James A. Ionson, and Daniel S. Spicer, Annual Review of Astronomy and Astrophysics 19 (1981), pp. 7–40.
  8. The heating of the solar corona and chromosphere, Evry Schatzman, Annales d'Astrophysique 12 (1949), pp. 203–218.
  9. Mestel, L., 1968, MNRAS, 138, 359–391
  10. «Évry Schatzman, le savant des astres». AgoraVox (em francês). 25 de junho de 2010. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  11. The Desire To Understand the World, Evry Schatzman, Annual Review of Astronomy and Astrophysics 34 (1996), pp. 1–34. DOI 10.1146/annurev.astro.34.1.1.


Precedido por
Pierre Joliot
Medalha de Ouro CNRS
1983
Sucedido por
Jean Brossel e Jean-Pierre Vernant


  Este artigo sobre um astrônomo/astrónomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.