Abrir menu principal
"Fashion of His Love"
Canção de Lady Gaga
do álbum Born This Way
Lançamento 19 de Maio de 2011
Formato(s) Download digital
Gravação 2010;
Sing Sing Studios, Melbourne, AUS
Género(s) Dance-pop
Duração 3:39
Editora(s) Streamline, Interscope, Kon Live
Composição Stefani Germanotta, Fernando Garibay
Produção Lady Gaga, Fernando Garibay
Faixas de Born This Way
  1. "Marry the Night"
  2. "Born This Way"
  3. "Government Hooker"
  4. "Judas"
  5. "Americano"
  6. "Hair"
  7. "Scheiße"
  8. "Bloody Mary"
  9. "Black Jesus † Amen Fashion"
  10. "Bad Kids"
  11. "Fashion of His Love"
  12. "Highway Unicorn (Road to Love)"
  13. "Heavy Metal Lover"
  14. "Electric Chapel"
  15. "The Queen"
  16. "Yoü and I"
  17. "The Edge of Glory"

"Fashion of His Love" é uma canção gravada pela cantora e compositora norte-americana Lady Gaga. Foi inclusa na versão especial do seu segundo álbum de estúdio, Born This Way, lançado mundialmente a 23 de Maio de 2011. Contudo, a canção foi disponibilizada através do jogo online FarmVille quatro dias antes como uma maneira de ajudar a promover e divulgar o disco. O tema foi escrito e composto pela artista em colaboração com Fernando Garibay, tendo ambos também ficado a cargo da produção e arranjos. Musicalmente, "Fashion of His Love" é uma faixa do género musical dance-pop que contém uma referência ao falecido estilista britânico Alexander McQueen, que também era um grande amigo da cantora.

Gaga declarou que a falecida cantora Whitney Houston foi uma enorme inspiração durante a composição das canções do álbum, inclusive em "Fashion of His Love". Isto foi também notado pela crítica especialista em música contemporânea, que fez diversas comparações ao trabalho "I Wanna Dance With Somebody (Who Loves Me)" (1987), de autoria de Houston. Além disso, a canção foi também elogiada pela sua produção de música dos anos 1980 e pelo seu tema. Após o lançamento de Born This Way, "Fashion of His Love" entrou em duas tabelas musicais internacionais devido a uma imensa quantidade de downloads digitais, tendo atingido um máximo de 116 na Coreia do Sul. A música já foi interpretada por várias vezes pela artista, uma vez que foi inclusa na set list da sua terceira digressão mundial, a The Born This Way Ball (2012-13).

Índice

Antecedentes e desenvolvimentoEditar

Em Março de 2010, em entrevista à MTV do Reino Unido, Gaga afirmou que já havia começado a trabalhar no seu segundo álbum de estúdio e que já havia terminado de escrever o tema central do mesmo: "Está escrito o tema central do disco, sem dúvida este é o meu melhor trabalho até hoje. A mensagem, a melodia, a direcção, o sentido. É uma libertação total."[1] Três meses depois, em entrevista à Rolling Stone, a artista declarou que o seu segundo disco já tinha sido concluído, mas não seria lançado até 2011. "Eu tenho trabalhado nisto há meses, e sinto fortemente que foi concluído agora. Alguns artistas levam anos. Mas eu não. Foi rápido, pois escrevo todos os dias..."[2] Em uma entrevista em Setembro, ela disse que "o álbum é o melhor trabalho perfeito que alguma vez fiz e estou muito animada com isso."[3]

No último trimestre de 2010, Troy Carter, empresário de Gaga, e RedOne deram opiniões pessoais sobre o álbum.[4] Carter disse: "Estamos muito animados. Estamos a começar a reproduzir um pouco para as pessoas e a obter uma sensação sobre ele, e ela fez um trabalho incrível."[4] RedOne adicionou: "Eu acho que este é mais o seu álbum de liberdade. [... Este] disco que ela está a fazer é precioso demais para falar."[4] Inicialmente, Gaga disse que anunciaria o nome do disco no fim do ano, mas essa decisão não se materializou quando a 12 de Setembro de 2010, durante a cerimónia dos MTV Video Music Awards, Gaga recebeu o prémio de "Melhor Vídeo do Ano" por "Bad Romance", tendo de seguida anunciado o nome do seu segundo álbum de estúdio.[5]

Gaga anunciou a 26 de Novembro de 2010, durante as apresentações da The Monster Ball Tour em Gdansk, Polónia, que o disco poderia ter até vinte faixas, e prometeu que seria o álbum da década. Acrescentou também que ele estava completamente terminado e cheio de "batidas dançantes".[6][7] Foi confirmado em uma entrevista à Vogue que das dezassete faixas que foram gravadas para o álbum, somente quatorze delas iriam aparecer na edição final da versão padrão.[8] As três faixas restantes iriam ser lançadas em uma edição deluxe exclusiva na loja digital Target.[9] Contudo, a 9 de Março, foi noticiado que a intérprete havia terminado a sua parceria com a Target, devido a uma doação de 150 mil dólares desta última à organização anti-homossexual Minnesota Forward.[10]

A 17 de Abril de 2011, a cantora relatou que o disco teria duas versões: uma que é a versão especial que consiste em dezassete canções e cinco remixes, e outra, a versão padrão, com quatorze músicas.[11]

Produção e lançamentoEditar

 
"Fashion of His Love" é uma homenagem ao estilista Alexander McQueen, que faleceu em 2010.

Antes do lançamento da música, Gaga revelou no seu perfil do Twitter que o tema da canção era sobre o lendário desenhador de moda britânico Alexander McQueen, que falecera a 11 de Fevereiro de 2010 no seu apartamento em Londres. Ela disse que foi bastante afectada pela morte trágica de McQueen e escreveu uma música como um tributo pessoal ao costureiro.[12] Cinco dias após a morte do estilista, a artista fez uma interpretação ao vivo das canções "Telephone" (2010) e "Dance in the Dark" (2010) na cerimónia de 2010 dos BRIT Awards usando uma das criações de McQueen. Ela também homenageou-o dizendo: "Isto é pelo Alexander McQueen", e depois comemorou-o ao aceitar o seu prémio na categoria "Álbum Internacional" por The Fame (2008) mais tarde nessa noite.[13] Um ano após a morte do desenhador, Gaga declarou em uma entrevista que estava a canalizar McQueen para que pudesse compor as músicas de Born This Way.[14]

Antes de Born This Way atingir as lojas, várias canções do álbum foram sendo divulgadas como maneira de antecipar e promover o seu lançamento.[15] Três faixas foram lançadas no jogo virtual online FarmVille. Elas foram: "Marry the Night" no dia 17 de Maio de 2011,[16] seguida por "Electric Chapel" ​​no dia seguinte,[17] e "Fashion of His Love" no dia após este.[18] O álbum foi finalmente lançado a 23 de Maio, com esta música aparecendo como a décima primeira faixa da versão especial do mesmo. Como explicado em uma entrevista ao PopCrush, a razão pela qual "Fashion of His Love" não conseguiu entrar na edição padrão de Born This Way foi por ser "divertida, mas muito leve".[19]

No álbum existem duas versões de "Fashion of His Love": a original, produzida por Fernando Garibay, e o remix, que foi produzido também por Garibay. O remix foi incluso no segundo disco da versão especial, que foi distribuído como um bónus para os compradores do disco e consiste em remixes de cinco canções de Born This Way. A produção e os arranjos do remix não diferem bastante da versão original, tendo em conta que ambas edições foram desenvolvidas pela mesma pessoa. Contudo, a diferença mais notável é a instrumentação de electropop e a adição de sintetizadores electrónicos, que fez com que a música soasse mais actual, segundo o analista Scott Shettler do blogue musical Idolator.[20]

Estrutura musical e gravaçãoEditar

 
A gravação de "Fashion of His Love" decorreu nos Sing Sing Studios (imagem), localizados na cidade de Melbourne, Austrália, sob a direcção de Dave Rusell.

"Fashion of His Love" é uma canção de ritmo moderado do género musical dance-pop com duração total de três minutos e quarenta e cinco segundos (3:45) que apresenta um som de dança similar ao de músicas dos anos 1980.[21][22] Foi uma das primeiras músicas compostas para Born This Way. A música foi igualmente escrita e produzida por Gaga e Fernando Garibay, tendo este último ficado encarregue ainda dos arranjos e produção adicional.[23] A sua gravação decorreu nos Sing Sing Studios, localizados na cidade de Melbourne, Austrália, sob a direcção de Dave Rusell, que ficou a cargo também da mixagem no The Mix Room na cidade de Burbank, Califórnia. Ainda em Burbank, foi mais tarde levada para o estúdio Oasis Mastering para que Gene Grimaldi pudesse tratar da masterização e retoques finais. A sua produção consiste maioritariamente em sintetizadores e efeitos vocais.[24] A ponte de "Fashion of His Love" é um ré-trabalho do refrão de uma canção não-lançada que Gaga compôs com o artista DJ Space Cowboy intitulada "Earthquake (Then You'd Love Me)".[25]

Na canção, Gaga fala sobre encontrar um tipo de amor que jamais conheceu e também sobre superar auto-inseguranças e iniciar uma relação séria, evocando sentimentos de felicidade ao ouvinte à medida que transmite a sua mensagem.[26] A faixa inicia com a cantora a explicar o estado da sua vida amorosa no momento: "I never was the kind of girl that’s naturally sure when it comes to love / Oh no, I was insecure / But when it comes to you and me, I can’t deny this feeling inside / Oh no, I never felt like this before."[nota 1][22] Quando chega o refrão, um enorme e longo gancho com "batida dos anos 1980" acompanha a música, muito similar ao êxito "I Wanna Dance with Somebody (Who Loves Me)" (1987) da falecida cantora Whitney Houston. Mais adiante, a letra faz referências leves mas específicas a McQueen, em versos como "I’m physically crafted to be as fitting as McQueen".[19][nota 2]

Durante o seu discurso de aceitação após ter vencido a categoria "Melhor Álbum Pop Vocal" pelo extended play (EP) The Fame Monster na cerimónia de 2011 dos Grammy Awards, Gaga afirmou que Houston foi uma das principais inspirações em Born This Way, dizendo que queria agradecer a cantora, pois enquanto escrevia as canções do disco, Gaga imaginava que Houston estivesse a cantá-las — pois ela não estava confiante o suficiente em si própria para imaginar que era uma super-estrela.[21]

Crítica profissionalEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Autostraddle (positiva)[27]
Examiner.com (mista)[28]
Idolator (positiva)[21]
PopCrush      [19]
Pop Dust (mista)[29]
Terra (positiva)[30]
TIME (negativa)[24]
World (mista)[31]

Em geral, a canção foi recebida com opiniões positivas pela crítica especialista em música contemporânea. Vários críticos fizeram comparações ao êxito "I Wanna Dance with Somebody (Who Loves Me)" (1987) da falecida cantora Whitney Houston.

 
Vários críticos fizeram comparações entre a canção e "I Wanna Dance with Somebody (Who Loves Me)" (1987), de Whitney Houston.

Scott Shettler, do blogue PopCrush, atribuiu três estrelas a partir de uma escala de cinco, acrescentando que "a canção é divertida, no entanto, leve".[19] Cristin Maher, também do PopCrush, chamou o tema de "divertido" e ainda de "uma versão renovada" de "I Wanna Dance With Somebody (Who Loves Me)", mas afirmou que "algumas pessoas podem sentir-se distanciadas disso, tendo em conta que tem aquele andamento [de música] dos anos oitenta".[26] Becky Bain, do Idolator, descreveu-a como uma "música de dança melodiosa que soa como se tivesse vindo directamente do anos 1980" e afirmou que "dá muito mais significado ao facto de Gaga ter agradecido Whitney nos Grammys".[21] Mais tarde, ele declarou que a canção fala sobre um "deus da moda", referindo-se a McQueen.[32] O blogueiro norte-americano Perez Hilton afirmou que este é um dos seus temas favoritos de Born This Way: "É uma injeção de adrenalina ao coração! É pornografia para os ouvidos! É amor e felicidade e esperança, tudo misturado em um pacote esquisito."[15] Por outro lado, Carlos Macias, da revista Terra, comparou "Fashion of His Love" com "Open Your Heart" (1986), música de autoria de Madonna. Marcia continuou:[30]

Carlos Fresneda, da revista World, descreveu a obra como "uma canção de amor e o penúltimo aceno póstumo descarado aos anos 80, misteriosamente ligado ao tema que segue".[31] Em contrapartida, St Katherine Asapah, do website musical Pop Dust, explicou: "É exactamente como 'I Wanna Dance With Somebody', progressão de acordes, batida, melodia, até mesmo os acentos rítmicos nas letras. As partes que não são exactamente como o êxito de Houston, roubam o refrão e versos de 'Born This Way'. Há uma reviravolta nas notas [musicais] da canção. O conceito de 'Fashion of His Love' soa como a primeira ideia genial que você teria em uma explosão de ideias, e depois descartaria por ser óbvia demais."[29] Max Osman, do sítio Examiner.com, chamou a música de "um tributo lindo a Alexander McQueen", enquanto Patrick Broadnax, do mesmo sítio, escreveu que a obra soa como uma canção pop da cantora Cyndi Lauper e disse que "não é excelente, embora valha a pena como uma canção dance."[28][33] Senior Crystal, da revista online Autostraddle, chamou a música de "doce e muito boa por grande parte de sua duração".[27] Claire Suddath, para a revista TIME criticou o uso de sintetizadores e efeitos vocais na música.[24]

Apresentações ao vivoEditar

 
Gaga a cantar "Fashion of His Love" em Milão em um dos concertos da The Born This Way Ball na noite de 2 de Outubro de 2012.

"Fashion of His Love" foi incluída na set list da terceira digressão mundial de Gaga, a The Born This Way Ball, tendo sido posicionada como a primeira música a ser interpretada durante o segundo acto. No início da sua apresentação, a artista traz consigo uma sensação pesada e uma ambientação obscura como o cenário.[34] Segundo o jornal castelhano El Espectador, após isto, o cenário converte-se em um luxuoso "castelo da Barbie" e a cantora usa roupas que podem ser observadas através das janelas do castelo. Gaga dança e canta nas portas e escadas da estrutura de castelo, e logo depois tira uma foto de si própria vestida como o seu alter-ego Jo Calderone. A versão ao vivo da canção tem uma introdução extensa e é cantada sem a segunda estrofe, as pontes nem o refrão após o interlúdio. A música termina de maneira abrupta e "Just Dance" (2008) começa a tocar imediatamente, incluindo um outro remisturado.[35][36]

Durante o decorrer da apresentação, Gaga usou uma ampla variedade de vestuários, entre os quais destacam-se o Origame Crane Dress de Christian Dada e o Heart Attack Look por Moschino.[37][38][39] O primeiro destes foi estreado no concerto de 12 de Maio de 2012 em Saitama, Japão. Sobre o vestido, Dada afirmou que o criou a pensar "na realidade do Japão e na esperança de um futuro".[40] Por outro lado, Moschino criou as suas seis vestimentas especialmente para essa apresentação, tendo afirmado que o primeiro usado pela artista é "a visão de um ataque cardíaco". O look completamente roxo consiste em uma camada com rodas de tafetá e um biquíni de lantejoulas, além de conter os símbolos usados pela sua casa de modas para representar a o paz e amor. O seu vestuário completa-se com uma tiara gigante em forma de coração.[41][42]

Na paragem da digressão na cidade de Estocolmo, Suécia a 30 de Agosto de 2012, ocorreu uma falha técnica durante a interpretação de "Fashion of His Love", e o concerto nessa noite teve de ser interrompido por cerca de cinco minutos. Sem poder cantar a música ou fazer qualquer tipo apresentação, Gaga chamou ao palco o fotógrafo Terry Richardson, que fazia a cobertura fotográfica do evento, para que cantassem uma versão acapella da música. Logo depois, a cantora desceu para o nível mais baixo do palco e respondeu a perguntas de seus fãs, de modo que "eles não ficassem entediados", segundo ela.[43]

Créditos e pessoalEditar

Os créditos seguintes foram adaptados do encarte da versão especial do álbum Born This Way (2011) e do portal Allmusic:[44][45]

Locais de gravação
Pessoal
  • Stefani Germanotta — vocais principais, composição, produção, vocais de apoio
  • Fernando Garibay — composição, produção e arranjos, programação, teclado
  • Dave Russell — gravação vocal, mixagem
  • Gene Grimaldi — masterização
  • Paul Pavao — assistência
  • Anna Webster — assistência

Alinhamento de faixasEditar

"Fashion of His Love" foi inclusa como a décima primeira faixa de Born This Way, tendo sido disponibilizada apenas no primeiro disco da versão especial do álbum. Um remix oficial foi produzido por Fernando Garibay e lançado via download digital a 23 de Maio de 2011, o mesmo dia que o lançamento de Born This Way. Além disso, foi incluso no segundo disco da versão especial de Born This Way como a quinta e última faixa.

Born This Way: Versão especial (disco 1)[46]
N.º Título Duração
11. "Fashion of His Love"   3:39
Duração total:
73:39

Desempenho nas tabelas musicaisEditar

Após o lançamento de Born This Way no Reino Unido, "Fashion of His Love" estreou na posição 140 da tabela musical UK Singles Chart. Na Coreia do Sul, onde vendeu 269.068 cópias na semana de lançamento do disco, estreou no posto 134 da tabela Gaon Chart.

País — Tabela musical (2011) Posição
de pico
  Coreia do SulGaon Digital Chart[49] 134
  Reino UnidoUK Singles Chart (The Official Charts Company)[50] 140

ReferênciasEditar

Notas
  1. Em língua portuguesa: "Eu nunca fui o tipo de moça que tem certeza quando se trata de amor / Oh não, eu fui insegura / Mas quando se trata de eu e você, eu não consigo negar este sentimento interior / Oh não, nunca me senti assim antes."
  2. Em língua portuguesa: "Fui fisicamente desenhada para ser tão própria quanto McQueen".
Geral
  1. Montogomery, James (26 de Março de 2010). «Lady GaGa: "My Next Album Will Be My Best Yet"». MTV (Reino Unido). Consultado em 19 de Abril de 2010. Cópia arquivada em 18 de agosto de 2012 
  2. a b Michaels, Sean (23 de Junho de 2010). «Lady Gaga's new album 'finished'». The Guardian. Consultado em 23 de Junho de 2010. Cópia arquivada em 23 de maio de 2014 
  3. Vena, Jocelyn (17 de Setembro de 2010). «Lady Gaga Says Born This Way 'Will Piss People Off'». MTV (MTV Networks). Consultado em 18 de Setembro de 2012 
  4. a b c Vena, Jocelyn (15 de Novembro de 201). «Lady Gaga's Born This Way Is 'Incredible,' Manager Says». MTV (MTV Networks). Consultado em 10 de Abril de 2010  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. «VMA 2010: los grandes ganadores» (em espanhol). MTV (MTV Networks). MTV América Latina. 14 de Setembro de 2010. Consultado em 31 de Agosto de 2010. Arquivado do original em 4 de setembro de 2012 
  6. Vick, Megan (29 de Novembro de 2010). «Lady Gaga Promises 'Greatest Album of This Decade' in 'Born This Way'». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 8 de Fevereiro de 2011 
  7. Vena, Jocelyn (1 de Dezembro de 2010). «Lady Gaga To Release First Born This Way Single In February». MTV (MTV Networks). Viacom. Consultado em 21 de Dezembro de 2010. Cópia arquivada em 23 de maio de 2014 
  8. Meter, Jonathon Van (10 de Fevereiro de 2011). «Lady Gaga: Our Lady Of Pop». Vogue. Conde Nast Digital. Consultado em 10 de Fevereiro de 2011. Arquivado do original em 18 de setembro de 2012 
  9. «Lady Gaga BORN THIS WAY Deluxe Digital Album». ScatterTunes. Consultado em 23 de Julho de 2011. Arquivado do original em 23 de maio de 2014 
  10. Geidner, Chris (8 de Março de 2011). «Lady Gaga and Target End Deal, Say Sources». Poliglot. Metro Weekly. Consultado em 5 de Maio de 2011. Cópia arquivada em 9 de Julho de 2012 
  11. «Lady Gaga habla de Born This Way» (em espanhol). Diário Femenino. Consultado em 18 de Abril de 2011 
  12. «New Song: Lady Gaga – Fashion of His Love» (em inglês). Zimbio.com. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014. [hhtp://archive.is/xxjIg Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013] 
  13. «Lady Gaga Penned 'Fashion' Song In Memory of Alexander McQueen». PopEater (em inglês). 26 de Maio de 2011. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  14. Kit, Zorianna; Serjeant, Jill (2011). «Lady Gaga: I Channeled Alexander McQueen to Write 'Born This Way'». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 23 de Janeiro de 2014 
  15. a b Hilton, Perez (18 de Maio de 2011). «GaGa's Fashion Of His Love Has Arrived! Listen HERE!!!!» (em inglês). PerezHilton.com. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  16. Herrera, Monica (17 de Maio de 2011). «Lady Gaga's 'Marry the Night' Premieres on FarmVille Game Spin-Off: Listen». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 21 de Maio de 2011 
  17. Daw, Robbie (18 de Maio de 2011). «Lady Gaga Is Goin' To The "Electric Chapel" On New Pop-Metal Track». Idolator. Consultado em 20 de Maio de 2011 
  18. «Lady GaGa Reveals 'Fashion of His Love' and Streams Rest of the Album Online». Ace Show Biz. 19 de Maio de 2011. Consultado em 20 de Maio de 2011 
  19. a b c d Shettler, Scott. «LADY GAGA, 'FASHION OF HIS LOVE' – SONG REVIEW». PopCrush (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  20. Shettler, Scott (12 de Novembro de 2011). «LADY GAGA, 'FASHION OF HIS LOVE (FERNANDO GARIBAY REMIX)' – SONG REVIEW». PopCrush (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  21. a b c d «Lady Gaga Channels Whitney Houston On Bonus Track "Fashion Of His Love"». Idolator (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  22. a b Rosen, Jody (13 de Novembro de 2011). «The Ultimate Ranking of Lady Gaga's Catalog: 'Fashion of His Love'». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 23 de maio de 2014 
  23. «Fashion of His Love» (em inglês). Broadcast Music Incorporated. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  24. a b c Suddath, Claire (23 de Maio de 2011). «Album Review: Is Lady Gaga's 'Born This Way' as Interesting as Her Outfits?». Consultado em 6 de Setembro de 2012 
  25. «Lady Gaga – Fashion of His Love (3:39)» (em espanhol). Last.fm. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  26. a b Maher, Cristin. «LADY GAGA, 'BORN THIS WAY (DELUXE EDITION)' – ALBUM REVIEW». PopCrush (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  27. a b Crystal, Senior. «In Which We Review Lady Gaga's 'Born This Way' Track-By-Track». Autostraddle (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  28. a b Osman, Max. «Born This Way track-by-track review» (em inglês). Examiner.com. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  29. a b Asapah, St katherine (19 de Maio de 2011). «Lady Gaga's Born This Way bonus tracks: "Fashion of His Love"». Pop Dust (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  30. a b Macias, Carlos. «Lady Gaga's New Album: Great Music Is 'Born This Way'». Terra (em inglês). Terra Networks. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  31. a b Fresneda, Carlos (25 de Maio de 2011). «Gaga, canción a canción». El Mundo (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  32. Bain, Becky. «Just How Many Religious References Are In Lady Gaga's 'Born This Way'?». Idolator (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  33. Broadnax, Patrick. «Lady Gaga "Born This Way" Album Review» (em inglês). Examiner.com. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 {
  34. Dumaual, Miguel (23 de Maio de 2012). «Review: Lady Gaga's 'Born This Way Ball» (em inglês). ABS-CBNnews.com. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 28 de maio de 2014 
  35. «Lady Gaga en México da un concierto ante 40 mil» (em espanhol). Aztecanoticias.com.mx. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  36. «Lady Gaga le cantó a sus pequeños monstruos colombianos». El Espectador (em inglês). Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  37. Dada, Christian (14 de Maio de 2012). «Christian Dada - Twitter» (em inglês). Twitter Inc. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  38. Dada, Christian (29 de Maio de 2012). «Christian Dada - Twitter» (em inglês). Twitter Inc. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  39. Moschino (16 de Maio de 2012). «Moschino - Twitter» (em inglês). Twitter Inc. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  40. «The Born This Way Ball Costumes: Christian Dada for Lady Gaga» (em inglês). GagaFashionLand.com. 15 de Maio de 2012. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  41. Moschino (5 de Junho de 2012). «The Born This Way Ball Costumes: Moschino for Lady Gaga» (em inglês). GagaFashionLand.com. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 
  42. «The Born This Way Ball Costumes: Moschino for Lady Gaga» (em inglês). Zimbio.com. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 2 de Maio de 2013 
  43. Redação (30 de Agosto de 2012). «Falha técnica em show faz Lady Gaga improvisar». MSN Entretenimento. Consultado em 19 de Setembro de 2012 
  44. (2011) Créditos do álbum Born This Way por Lady Gaga [encarte]. Nova Iorque, Estados Unidos: Interscope Records.
  45. «Born This Way: The Collection - Lady Gaga» (em inglês). Allmusic.com. Consultado em 4 de Janeiro de 2012 
  46. «Born This Way (Bonus Track Version) by Lady Gaga» (em inglês). iTunes (Apple). Consultado em 20 de Janeiro de 2014 
  47. «Born This Way [22 Track Special Edition]». Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 20 de Maio de 2011. Cópia arquivada em 18 de agosto de 2012 
  48. «Fashion Of His Love (Fernando Garibay Remix): Lady Gaga» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 20 de Janeiro de 2014 
  49. «South Korean Gaon Chart- Week, May 22, 2011 to May 28, 2011» (em coreano). Gaon Music Chart. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 29 de Maio de 2014 
  50. «CHART: CLUK Update 4.06.2011 (wk21)» (em inglês). ChartsPlus. Consultado em 10 de Fevereiro de 2014 

Ligações externasEditar