Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Poster da FAG (2017)

Federeção Anarquista Gaúcha ou somente FAG nasceu em 18 de novembro de 1995 quando um grupo de pessoas atuantes em grupos anarquistas de diversas cidades do Rio Grande do Sul se reunem junto com um delegado da Federación Anarquista Uruguaya (FAU) e fundam a organização de orientação anarquista e socialista defendendo a autogestão popular e o federalismo libertário.

A FAG está hoje espalhada em diversas cidades do Rio Grande do Sul. Com localidade principal em Porto Alegre, a FAG pode ser definida enquanto uma organização especifista, corrente que se forjou a partir da atuação política da FAU e que possui influências históricas como A Aliança de Bakunin, o Partido Revolucionário de Malatesta e o Partido Liberal Mexicano dos irmãos Flores Magón (ambos anarquistas) e da Plataforma dos anarquistas russos que tiveram participação no processo revolucionário do seu país.

A atuação política da FAG se dá pelo trabalho com os movimentos sociais e populares, além da inserção nas organizações estudantis, sindicais e comunitárias de Porto Alegre e do interior do Estado. A FAG, ainda, edita cartas de opinião, o informativo Opinião Anarquista e o jornal Pensamento e Batalha e desenvolve atividades públicas no Ateneu Libertário A Batalha da Várzea.

Com quase 25 anos de atuação política ininterrupta, a Federação aglutina militantes anarquistas que concordam com sua linha política e a corrente especifista do anarquismo, sendo uma das maiores referencias do movimento socialista e libertário no país e alvo constante de operações policiais e perseguições políticas.

A FAG compõe, como membro e fundadora, a Coordenação Anarquista Brasileira, criada em 2012, junto de outras organizações políticas do país.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.