Abrir menu principal

Filipe Soares Franco

dirigente desportivo português
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde setembro de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Filipe Soares Franco
Nascimento 11 de março de 1953
Lisboa
Cônjuge Isabel Maria Borges Coutinho
Ocupação Empresário

Filipe Pinto Basto Soares Franco (Lisboa, 11 de março de 1953) é um administrador de empresas e dirigente desportivo português.

BiografiaEditar

Filho varão secundogénito de Rui Guedes Soares Franco (Lisboa, 20 de Junho de 1925 - Cascais, Estoril, São João do Estoril, 28 de Outubro de 2004) e de sua mulher (Lisboa, 10 de Janeiro de 1951) Isabel Maria da Câmara Ferreira Pinto Basto (Cascais, Cascais, 8 de Agosto de 1928 - Lisboa, 8 de Julho de 2007), trineta do 1.º Visconde de Atouguia, de ascendência Inglesa, bisneta do 3.º Conde de Belmonte e do 3.º Conde de Sobral.

Estudou no Colégio Militar e licenciou-se em Administração e Gestão de Empresas pela Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica Portuguesa em 1979.

Casou com Isabel Maria Borges Coutinho (Lisboa, São Mamede, 17 de Dezembro de 1956), filha de Duarte António Borges Coutinho, que usou o título de 4.º Marquês da Praia e Monforte e que em Monarquia seria Representante do Título de Barão do Linhó, Presidente do Sport Lisboa e Benfica, e de sua mulher Ana Maria Filomena Burnay Nogueira Soares Cardoso, filha do 2.º Visconde do Marco e duas vezes bisneta do 1º Conde de Burnay, divorciados, da qual teve três filhos e uma filha.

Exerceu diversas funções na administração do Grupo Vista Alegre, chegando a ser membro do Conselho de Administração da Vista Alegre Espanha. Depois, foi administrador-delegado e director-geral do Grupo Terrazul[1], administrador da Gil y Carvajal & Gras Savoye (operadora no sector da corretagem de seguros), da construtora Tecnovia,[2] presidente da Saibrais (operadora no sector da extracção de areias), administrador da Pinto Basto[3] e presidente da construtora Opway.[4]

Foi presidente da Assembleia Municipal de Cascais, eleito pelo Partido Socialista, entre 2005 e 2009.

Iniciou carreira como dirigente desportivo no Grupo Desportivo Estoril Praia, onde foi Presidente em 1992-1993 e Presidente da Assembleia Geral em 1994-1995, em 1995-1996 e, novamente, de 2010-2014,[5] e na Associação de Futebol de Lisboa.[6] Mais tarde foi vice-presidente da Federação Portuguesa de Ténis. A 19 de Outubro de 2005 tornou-se presidente do Sporting Clube de Portugal, após um período conturbado no clube que levou o anterior presidente Dias da Cunha a demitir-se em solidariedade com o treinador José Peseiro. No seguimento do "Project Finance" apresentou uma proposta de viabilização, do clube, do seu bolso, que passava pela alienação de património não desportivo, no entanto a sua proposta não foi aprovada em Assembleia Geral o que o levou a convocar eleições antecipadas, garantindo que não se candidataria. Devido ao crescente apoio por parte de personalidades do clube, anunciou oficialmente a 12 de Abril de 2006 a sua recandidatura à presidência do Sporting Clube de Portugal gerando alguma controvérsia. Filipe Soares Franco foi eleito Presidente do Sporting Clube de Portugal para o triénio 2006-2009 com 74,2% dos votos, numa eleição a que compareceram 8100 sócios. No dia 8 de Janeiro de 2009 anunciou que não se recandidatava ao cargo, que terminou a 5 de Junho de 2009, sucedendo-lhe José Eduardo Bettencourt. A 8 de Setembro de 2011 anunciou sua candidatura para a presidência da Federação Portuguesa de Futebol, que perdeu.[7]

Referências

  1. Ciments Français
  2. [1]
  3. Pinto Basto
  4. Opway
  5. «Presidentes». Grupo Desportivo Estoril Praia. Consultado em 15 de Setembro de 2015. Arquivado do original em 26 de outubro de 2015  Texto "Clube Mandatos" ignorado (ajuda)
  6. Associação de Futebol de Lisboa
  7. Público: ELEIÇÕES PARA A FPF Filipe Soares Franco em vantagem na Liga de Clubes recuperado 8 de setembro 2011
Precedido por
António Augusto Serra Campos Dias da Cunha
Presidente do Sporting
19 de Outubro de 2006 - 5 de Junho de 2009
Sucedido por
José Eduardo Fragoso Tavares de Bettencourt
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.