Follow the Sun

filme de 1951 dirigido por Sidney Lanfield

Follow the Sun (bra: Amor Invencível[1]) é um filme estadunidense de 1951, do gênero drama biográfico, dirigido por Sidney Lanfield, com roteiro de Frederick Hazlitt Brennan baseado em seu próprio artigo publicado na Readers's Digest[nota 1][2] sobre a vida do lendário golfista estadunidense Ben Hogan.[1]

Follow the Sun
No Brasil Amor Invencível
 Estados Unidos
1951 •  pb •  93 min 
Direção Sidney Lanfield
Roteiro Frederick Hazlitt Brennan
Baseado em Frederick Hazlitt Brennan
(artigo no Reader's Digest)
Elenco Glenn Ford
Anne Baxter
Género drama biográfico
Idioma inglês

O crítico Hugo Barcelos, do jornal carioca Diario de Noticias, ressalvou a "bem-cuidada" fotografia e a interpretação de Anne Baxter, mas classificou o filme como "sofrível", de ritmo "lento" e enredo "irregular".[1]

ElencoEditar

SinopseEditar

Em Fort Worth, Texas, Ben Hogan ainda criança trabalha como "caddy" para ajudar no sustento da sua família. Ele namora e se casa com Valerie Fox que conhecera na escola. Hogan queria se tornar golfista profissional e com o apoio de Valerie, ele entra para o circuito, ainda nos anos de 1930. Com poucos resultados no início devido ao seu nervosismo diante do público, aos poucos Hogan consegue se concentrar e se torna um grande campeão. Mas se preocupa com sua imagem, pois sua aparente distância do público lhe rende apelidos tais como "Iceberg" e "Homem Mecânico". Ele se torna amigo de Chuck Williams, que, além de outro grande jogador, é seu oposto: relaxado e brincando o tempo todo com seus fãs e amigos. Mas a maior prova para Ben ocorre quando sofre um acidente automobilístico. Ao lutar para retornar, além da esposa ele percebe que pode contar com a ajuda também do carinho dos fãs e da amizade dos outros desportistas.

Notas

  1. Ao contrário do que consta nos créditos — roteiro baseado em artigo do próprio Brennan publicado na Digest —, documentos da 20th Century Fox preservados na biblioteca da Universidade da Califórnia atestam que o roteiro já estaria pronto antes da publicação da revista, tendo ele dado origem ao artigo, e não o contrário.[2]

Referências

  1. a b c Hugo Barcelos (16 de maio de 1953). «Cinema: "Amor invencível"». Primeira seção. Diario de Noticias (ano 23, n.º 9.366). Rio de Janeiro. p. 8. Consultado em 27 de junho de 2020 
  2. a b «Follow the Sun (1951)». American Film Institute. Consultado em 27 de junho de 2020 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.