Abrir menu principal
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «Fox News Channel» na Wikipédia em inglês (desde abril de 2016). Ajude e colabore com a tradução.
Fox News Channel
Fox News Network, LLC
Tipo Canal de televisão por assinatura
País  Estados Unidos
Fundação 7 de outubro de 1996 (23 anos)
Pertence a Fox Corporation
Proprietário Fox Corporation
Sede Cidade de Nova Iorque, Nova Iorque
Slogan Fair & Balanced
Formato de vídeo
Canais irmãos Fox Business Network
Fox Broadcasting Company
Cobertura Internacional
Página oficial foxnews.com
Disponibilidade por satélite
DirecTV
  • Canal 360 (HD/SD)
Dish Network
  • Canal 205 (HD/SD)
Bell TV
  • Canal 507
Shaw Direct
  • Canal 503 / 154
Foxtel
  • Canal 604
Sky TV (Nova Zelândia)
  • Canal 88
Sky Itália
  • Canal 514
Sky
  • Canal 509
Digital+
  • Canal 77
Now TV
  • Canal 77
StarHub
  • Canal 702
Meo (Portugal)
  • Canal 208
Cignal Digital TV
  • Canal 41
OSN
  • Canal 411
Oi TV (Brasil)
Disponibilidade por cabo
Disponível na maioria dos provedores de cabo
Verifique as listagens locais para ver o canal
In-House (Washington)
Canal 18
Verizon FiOS
  • Canal 618 (HD)
  • Canal 118 (SD)
Disponibilidade por rádio
Sirius
Canal 114
XM
Canal 114
Disponibilidade via ADSL
Sky Angel
Canal 318
Bell Fibe TV (Canadá)
Canal 507
Southern Fibernet (Atlanta, GA)
578 (SD)
1578 (HD)
Disponibilidade digital
FoxNewsGo.com
Assistir ao vivo [nota 1]
PlayStation Vue
IPTV

Fox News Channel (FNC), também conhecido como Fox News, é um canal conservador[1][2][3][4] de notícias americano de televisão a cabo que pertence à Fox Corporation. O canal transmite principalmente a partir de seus estúdios no número 1211 da Avenue of the Americas. O Fox News é fornecido em 86 países ou territórios no exterior em todo o mundo,[5] com transmissões internacionais com segmentos da Fox Extra durante os intervalos comerciais.

O canal foi criado pelo dono de mídia australo-americano Rupert Murdoch para atrair um público conservador, contratando o ex-consultor de mídia do Partido Republicano e executivo da CNBC Roger Ailes como CEO fundador.[6][7] A Fox News cresceu durante o final dos anos 90 e 2000 para se tornar a rede dominante de notícias por assinatura nos EUA.[8] Em fevereiro de 2015, cerca de 94.700.000 residências nos EUA (81,4% dos assinantes de televisão) receberam a Fox News.[9] Murdoch é o atual presidente executivo e Suzanne Scott é a CEO.[10][11]

A Fox News tem sido descrita como divulgadora de reportagens tendenciosas em favor do Partido Republicano, das administrações de George W. Bush e Donald Trump e de causas conservadoras, enquanto calunia o Partido Democrata e espalha propagandas nocivas destinadas a afetar negativamente o desempenho eleitoral de seus membros.[12][13][14][15] Os críticos citaram o canal como prejudicial à integridade das notícias em geral.[16][17] Os funcionários da Fox News disseram que as reportagens operam independentemente de sua opinião e programação de comentários, e negaram o viés nas reportagens, enquanto ex-funcionários disseram que a Fox ordenou que eles "inclinassem as notícias em favor dos conservadores".[18] Durante a presidência de Trump, os observadores notaram uma tendência pronunciada da Fox News para servir como "porta-voz" do governo, fornecendo "propaganda" e um "ciclo de feedback" para Trump, com um estudioso presidencial afirmando: "é o mais próximo que temos de uma TV estatal".[19][20][21][22][23]

Dados demográficosEditar

Conforme indicado por um artigo do New York Times, com base nas estatísticas da Nielsen, a Fox parece ter uma população demográfica majoritariamente envelhecida.[24] Em 2008, na faixa etária de 25 a 54 anos, a Fox News teve uma média de 557.000 espectadores, mas caiu para 379.000 em 2013, enquanto aumentava sua audiência geral de 1,89 milhão em 2010 para 2,02 milhões em 2013. A idade média do espectador do horário nobre tinha 68 anos em 2015.[25] Um estudo realizado pelo Pew Research Center descobriu que cerca de 60% dos telespectadores da Fox News se identificam como conservadores.[26]

De acordo com uma pesquisa da Gallup de 2013, 94% dos telespectadores da Fox "são ou tendem a se identificar como republicanos".[27]

Transmissão internacionalEditar

 
Países onde a Fox News é providenciada

A Fox News está disponível internacionalmente através de vários fornecedores, enquanto os segmentos Fox Extra oferecem programação alternativa.[28]

Referências

  1. DellaVigna, Stefano; Kaplan, Ethan (1 de agosto de 2007). «The Fox News Effect: Media Bias and Voting». The Quarterly Journal of Economics (em inglês). 122 (3): 1187–1234. ISSN 0033-5533. doi:10.1162/qjec.122.3.1187 
  2. Nie, Norman H.; Iii, Darwin W. Miller; Golde, Saar; Butler, Daniel M.; Winneg, Kenneth (2010). «The World Wide Web and the U.S. Political News Market». American Journal of Political Science (em inglês). 54 (2): 428–439. ISSN 1540-5907. doi:10.1111/j.1540-5907.2010.00439.x 
  3. «Fox Online News Media Bias Rating». AllSides (em inglês). 24 de maio de 2012. Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  4. reporter, Aaron Blake closeAaron BlakeSenior political; reporter, writing for The FixEmailEmailBioBioFollowFollowSenior. «Ranking the media from liberal to conservative, based on their audiences». Washington Post (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  5. «Where in the World is FOX?». Fox News (em inglês). 25 de março de 2015. Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  6. Mifflin, Lawrie (7 de outubro de 1996). «At the new Fox News Channel, the buzzword is fairness, separating news from bias.». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  7. «Divisive Ailes gave conservatives a TV home at Fox News». Reuters (em inglês). 21 de julho de 2016 
  8. «Viewers Continuing to Flock to Cable News Networks». Observer (em inglês). 1 de outubro de 2008. Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  9. BTN, TV (23 de fevereiro de 2015). «List of how many homes each cable network is in as of February 2015». TV By The Numbers (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  10. «Fox Named Editor of American Ethnologist». Anthropology News (em inglês). 17 (7): 1–22. 1976. ISSN 1556-3502. doi:10.1111/an.1976.17.7.1.3 
  11. Staff, Science (14 de outubro de 2015). «Geoffrey Marcy, prominent Berkeley astronomer, resigns after sexual harassment judgement». Science. ISSN 0036-8075. doi:10.1126/science.aad4716 
  12. Skocpol, Theda,. The Tea Party and the remaking of Republican conservatism. New York: [s.n.] ISBN 0-19-063366-2. OCLC 948339082 
  13. Jamieson, Kathleen Hall. (2008). Echo chamber : Rush Limbaugh and the conservative media establishment. Oxford: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-536682-2. OCLC 179802855 
  14. Grossmann, Matthew,. Asymmetric politics : ideological Republicans and group interest Democrats. New York, NY: [s.n.] ISBN 978-0-19-062659-4. OCLC 948339101 
  15. Del Rosso, Jared (9 de junho de 2015). Talking About Torture. [S.l.]: Columbia University Press. ISBN 978-0-231-17092-5 
  16. Collings, Anthony. (2010). Capturing the news : three decades of reporting crisis and conflict. Columbia: University of Missouri Press. ISBN 978-0-8262-7211-9. OCLC 646068186 
  17. McCollum, Jonathan.; Hebert, David G. Theory and method in historical ethnomusicology. Lanham, Maryland: [s.n.] ISBN 978-1-4985-0705-9. OCLC 891081647 
  18. «USATODAY.com - Fox newspeople say allegations of bias unfounded». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  19. Mayer, Jane (4 de março de 2019). «The Making of the Fox News White House» (em inglês). ISSN 0028-792X 
  20. Illing, Sean (22 de março de 2019). «How Fox News evolved into a propaganda operation». Vox (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  21. Boot, Max. «Fox News Has Completed Its Transformation Into Trump TV». Foreign Policy (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  22. «Inside the unprecedented partnership between Fox News and the Trump White House». PBS NewsHour (em inglês). 5 de março de 2019. Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  23. Gertz, Matt. «"Destructive propaganda machine": How current and former staffers have ripped into Fox News». Media Matters for America (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  24. Carter, Bill (22 de julho de 2013). «Fox Viewers May Be Graying, but Their Passion Still Pays». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  25. Saba, Jennifer (4 de abril de 2017). «Fox Scandals May Weaken Murdochs' TV Future». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  26. NW, 1615 L. St; Washington, Suite 800; Inquiries, DC 20036 USA202-419-4300 | Main202-419-4349 | Fax202-419-4372 | Media (27 de setembro de 2012). «Section 4: Demographics and Political Views of News Audiences». Pew Research Center for the People and the Press (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  27. Inc, Gallup (8 de julho de 2013). «TV Is Americans' Main Source of News». Gallup.com (em inglês). Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  28. «FOX Around the World | Fox News». web.archive.org. 13 de abril de 2012. Consultado em 3 de dezembro de 2019 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Categoria no Commons


Erro de citação: Existem elementos <ref> para um grupo chamado "nota", mas não foi encontrado nenhum <references group="nota"/> correspondente (ou falta um elemento de fecho </ref>)