Abrir menu principal

Francisco Palmeiro (futebolista)

futebolista português

Francisco Luís Palmeiro Rodrigues (Arronches, 16 de outubro de 193222 de janeiro de 2017) foi um futebolista português.[1] Ao serviço do Benfica marcou 36 golos em 117 jogos, num total de oito temporadas no clube encarnado.[2]

Francisco Palmeiro
Informações pessoais
Nome completo Francisco Luís Palmeiro Rodrigues
Data de nasc. 16 de outubro de 1932
Local de nasc. Arronches, Portugal
Nacionalidade portuguesa
Falecido em 22 de janeiro de 2017 (84 anos)
Local da morte , Portugal
destro
Informações profissionais
Posição Médio
Clubes de juventude
Atlético Clube de Arronches
O Elvas CAD
GD Portalegrense
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1953-1961

Portugal Benfica
Portugal GD Pescadores
Portugal Monte da Caparica AC
117 (36)

Seleção nacional
1956 Portugal Portugal (amigáveis) 3 (3)

Vestiu por três vezes a camisola da seleção nacional portuguesa, sempre em jogos amigáveis tendo efetuado três golos, todos eles num Portugal—Espanha que decorreu a 3 de junho de 1956 e que Portugal venceu por 3-1.[3]

BiografiaEditar

Francisco Palmeiro nasceu no dia 16 de outubro de 1932, em Arronches. Aos 13 anos, na temporada 1945/46, iniciou-se no Atlético Clube de Arronches, filial do Atlético Clube de Portugal, tendo passado para a equipa principal do clube na temporada 1959/50. Pouco depois, representou O Elvas CAD, seguindo-se a ida para o GD Portalegrense.[2]

Aos 20 anos ingressou na categoria Reserva do SL Benfica, estreando-se em 25 de dezembro de 1953. O seu último jogo a representar o clube ocorreu no dia 7 de maio de 1961, na 1.ª mão dos oitavos de final da Taça de Portugal, frente ao Vitória de Setúbal.[2] Enquanto jogador do Benfica, foi o primeiro futebolista a marcar no antigo Estádio da Luz, em 1 de Dezembro de 1954 (inauguração do estádio), e o primeiro jogador do clube a marcar um golo nas competições europeias, na Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 19 de setembro de 1957, contra o Sevilha (derrota por 3-1).[4][5] No total venceu três Campeonatos Nacionais (1954/55, 1956/57 e 1959/60) e três Taças de Portugal (1954/55, 1956/57 e 1958/59).[2] A sua notoriedade no Benfica levou-o à Seleção Nacional, tendo ficada célebre por ter marcado os três golos com que Portugal venceu a Espanha por 3-1 no Estádio Nacional. Jogou, ainda no campeonato distrital de Setúbal, no GD Pescadores Costa da Caparica e Monte da Caparica AC.[2][6]

A sua terra natal, Arronches, homenageou-o com a atribuição do seu nome ao estádio municipal, o Estádio Municipal Francisco Palmeiro, onde também se encontra o Centro de Memórias do jogador.[6]

Faleceu no dia 22 de janeiro de 2017, aos 84 anos.[2][6]

Referências

  1. «Óbito: faleceu Francisco Palmeiro, aos 84 anos». MaisFutebol. 22 de janeiro de 2017. Consultado em 22 de janeiro de 2017 
  2. a b c d e f «Faleceu Francisco Palmeiro». Sport Lisboa e Benfica. 23 de janeiro de 2017. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
  3. «FPF no funeral de Francisco Palmeiro». Federação Portuguesa de Futebol. 23 de janeiro de 2017 
  4. «Benfica de luto pela morte de Francisco Palmeiro». UEFA. 23 de janeiro de 2017. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
  5. «Francisco Palmeiro, autor do primeiro golo "encarnado" na Europa». TSF. 14 de maio de 2014. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
  6. a b c «Faleceu Francisco Palmeiro». Câmara Municipal de Arronches. 23 de janeiro de 2017. Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
   Este artigo sobre futebolistas portugueses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.