Abrir menu principal

Francisco Sadoc de Araújo

Sacerdote, professor e reitor brasileiro.
Francisco Sadoc de Araújo
Nome nativo Francisco Sadoc de Araújo
Nascimento 17 de dezembro de 1931 (87 anos)
Sobral
Cidadania Brasil
Alma mater Pontifícia Universidade Gregoriana
Ocupação sacerdote, professor, reitor
Prêmios Academia Cearense de Letras
Empregador Universidade Estadual do Vale do Acaraú

Francisco Sadoc de Araújo (Sobral, 17 de dezembro de 1931) é um sacerdote, professor e reitor brasileiro.[1]

BiografiaEditar

Filho de Galdino Orlando de Araújo e Rita Albuquerque de Araújo. Estudou no Externato São José e no Seminário Diocesano de Sobral; continuou os estudos no Seminário de Fortaleza (curso de Filosofia) e concluiu-os na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma (Itália), onde fez o curso de Teologia. Pós graduado em Psicologia pela Faculdade de Cristo Rei (São Leopoldo - RS).[2]

Professor, participou da criação da UVA (Universidade Vale do Acaraú), da qual foi o primeiro Reitor.[3] Dirigiu o Instituto de Teologia da Arquidiocese de Recife. Foi membro do Conselho de Educação do Ceará, Professor Emérito da Faculdade Dom José, de Sobral. Cônego Honorário da Basílica de São Pedro, do Vaticano. Membro do Instituto do Ceará, da Academia Cearense de Letras (cadeira n° 15, patrono: Capistrano de Abreu),[4] e Academia Sobralense de Letras, e membro correspondente do Colégio Brasileiro de Genealogia (Rio de Janeiro) e Instituto Genealógico Brasileiro (São Paulo).[5][6][7]

Seu trabalho é focado no Vale do Acaraú e a Ibiapaba, ambas regiões do noroeste cearense. "Sua estratégia de pesquisa começou com Cronologia Sobralense em cinco tomos seriados (1974/1979/1983/1985/1990). Durante este período publicou História da Cultura Sobralense em 1978 e Raízes Portuguesas do Vale do Acaraú em 1990. Pesquisador respeitado, Sadoc oferece informações histórico-geográficas sobre a gênese de Sobral e seu território, desde o século XVII até meados do século XX.  Sua mais recente publicação foi Padre Ibiapina, Peregrino da Caridade (1995), fundador das Casas de Caridade, instituição assistencial oitocentista presente em Sobral e em algumas províncias do nordeste do Brasil" (ROCHA, 2017, p. 36).

ObraEditar

  • Cronologia Sobralense, (5 volumes, 1974/1990),[8] - A Cronologia Sobralense é uma das mais importantes obras publicadas pelo Cônego Sadoc de Araújo. Os cinco tomos que compõem a obra foram editados entre os anos de 1974 e 1990. Em 2015 a Escola de Cultura, Comunicação, Artes e Ofícios – ECOA, em parceria com a Secretaria da Cultura de Sobral e com a Casa Civil do Governo do Ceará, publicou uma segunda edição. A Cronologia Sobralense é uma obra de referência para a pesquisa histórica sobre Sobral e a zona norte do Ceará. Nela, é possível acompanhar o desenvolvimento da cidade desde que aqui chegaram os primeiros brancos para erguer as suas fazendas de criar, ainda no século XVII, até o ano de 1950. A Cronologia é obra de exaustiva pesquisa, trabalho de fôlego que levantou fontes primárias importantes e constitui-se, ainda hoje, em guia para pesquisadores.
  • A Ciência Criadora, (1976),
  • História da Cultura Sobralense, (1978),
  • Estudos lbiapabanos, (1979),
  • História religiosa da Meruoca, (1979),[9]
  • Ceará - Homens e Livros, (1981),
  • Traços Biográficos de Dom José Tupinambá da Frota, (1982),
  • Dicionário Biográfico de Sacerdotes Sobralenses, (1985),[10]
  • Raízes Portuguesas do Vale do Acaraú, (1991),
  • Padre Ibiapina: Peregrino da Caridade, (1995),[11]

HomenagensEditar

Recebeu numerosas honrarias, como:

  • A Medalha Justiniano de Serpa,[12]
  • A Medalha do Governo do Estado do Ceará,[13]
  • A Medalha do Educador,
  • A Medalha do Mérito do Rotary Clube,
  • Uma avenida em Sobral foi nomeada em homenagem ao sacerdote.[14]

Referências

  1. «CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia: Francisco Sadoc de Araújo, Monsenhor». www.cbg.org.br. Consultado em 25 de agosto de 2018 
  2. 1001 cearenses notáveis. [S.l.]: Casa do Ceará Editora. 1996 
  3. NTI, Núcleo de Tecnologia da Informação -. «UVA - Universidade Estadual Vale do Acaraú». Site da Universidade Estadual Vale do Acarau - UVA 
  4. «Francisco Sadoc de Araújo» (PDF). Academia Cearense de Letras 
  5. «Francisco SADOC de Araújo». portal.ceara.pro.br (em inglês). Consultado em 25 de agosto de 2018 
  6. «Francisco Sadoc de Araújo». ihgb.org.br. Consultado em 25 de agosto de 2018 
  7. «Sobral». UFC – Campus Sobral. 28 de novembro de 2014 
  8. ARAÚJO, Francisco Sadoc de (2015). Cronologia sobralense. Sobral: Ecoa 
  9. Araújo, Francisco Sadoc de (1979). História religiosa da Meruoca. [S.l.]: Impr. Universitária, UVA 
  10. Araújo, Francisco Sadoc de (1985). Dicionário biográfico de sacerdotes sobralenses. [S.l.]: Secretaria de Cultura e Desporto 
  11. Araújo, Francisco Sadoc de (1995). Padre Ibiapina: Peregrino da Caridade. [S.l.]: Gráfica Tribuna do Creará 
  12. «A Lei nº 9.619 institui a Medalha Justiniano». portal.ceara.pro.br. Consultado em 23 de dezembro de 2018 
  13. «Assembléia Legislativa do Estado do Ceará». www.al.ce.gov.br. Consultado em 25 de agosto de 2018 
  14. «→ CEP Avenida Padre Francisco Sadoc de Araújo - Sobral, CE | Acha CEP Correios». achacep.com.br. Consultado em 25 de agosto de 2018 

BibliografiaEditar

  • F. Silva Nobre. 1001 Cearenses Notáveis, Casa do Ceará Editora, 1996