Francisco Santos Leal

matemático espanhol

Francisco (Paco) Santos Leal (Valladolid, 28 de maio de 1968) é um matemático espanhol, professor da Universidade de Cantábria, conhecido por encontrar um contraexemplo para a conjectura de Hirsch em combinatória poliédricas.[1][2][3] Recebeu o Prêmio Fulkerson de 2015 por esta pesquisa.[4]

Francisco Santos Leal
Nascimento 28 de maio de 1968
Valladolid
Cidadania Espanha
Alma mater
Ocupação matemático, professor(a) universitário(a), escritor
Prêmios
Empregador Universidade da Cantábria

Obteve uma licenciatura em matemática na Universidade de Cantábria em 1991, e um mestrado em matemática pura na Universidade Joseph Fourier em Grenoble no mesmo ano. Retornou para Cantábria para o doutorado, que completou em 1995, com a tese Geometría Combinatoria de Curvas Algebraicas y Diagramas de Deluanay en el Plano, orientado por Tomás Recio.[5]

Foi palestrante convidado do Congresso Internacional de Matemáticos em Madrid (2006).

Referências

  1. Santos, Francisco (2011), «A counterexample to the Hirsch conjecture», Annals of Mathematics, 176 (1): 383–412, MR 2925387, arXiv:1006.2814 , doi:10.4007/annals.2012.176.1.7 
  2. «Francisco Santos encuentra un contraejemplo que refuta la conjetura de Hirsch», Gaussianos, 24 de maio de 2010 
  3. Kalai, Gil (10 de maio de 2010), «Francisco Santos Disproves the Hirsch Conjecture», Combinatorics and more, consultado em 18 de julho de 2015 .
  4. 2015 Fulkerson Prize citation, acessado em 28 de outubro de 2019.
  5. Francisco Santos Leal (em inglês) no Mathematics Genealogy Project

Ligações externasEditar