Abrir menu principal
Fritz Todt
Fritz Todt, 1940
Nascimento 4 de setembro de 1891
Pforzheim
Morte 8 de fevereiro de 1942 (50 anos)
Nacionalidade alemão
Prêmios Anel Werner von Siemens (1937)

Fritz Todt (Pforzheim, 4 de setembro de 18918 de fevereiro de 1942) foi um engenheiro alemão e um personagem fundamental Nazi, fundador da Organização Todt. Morreu durante a Segunda Guerra Mundial, após o avião em que seguia ter-se despenhado.

BiografiaEditar

Fritz Todt nasceu em Pforzheim, filho de proprietário de uma pequena fábrica. Estudou engenharia em Karlsruhe e na Escola de Estudos Técnicos Avançados de Munique. Participou na Primeira Guerra Mundial, inicialmente na infantaria e mais tarde como observador para a força aérea, ganhando assim a Cruz de Ferro. Após a guerra terminou os seus estudos em 1920 e entrou para a companhia de engenharia civil Sager & Woerner.

A 5 de Janeiro, 1922 entrou para a Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei (NSDAP) (melhor conhecido como o Partido Nazista). Tornou-se num Oberführer (um posto equivalente a brigadeiro-general) nas Sturmabteilung (S.A.), comandado então por Ernst Röhm, em 1931 e completou o seu doutoramento (em "Fehlerquellen beim Bau von Landstraßendecken aus Teer und Asphalt").

Após Hitler tornar-se Chanceler (Reichskanzler) a 30 de Janeiro de 1933, Todt tornou-se (em Julho) Generalinspektor für das deutsche Straßenwesen ("Inspector Geral das Auto-estradas Alemãs") e ficou envolvido na nova empresa de construção (Reichsautobahnen). Mais tarde tornou-se Leiter des Hauptamts für Technik in der Reichsleitung der NSDAP ("Director de Engenharia na Administração do Reich da NSDAP"). Com privilégios especiais, foi permitido a Todt possuir um poder considerável.

Em 1938, fundou a Organisation Todt (OT), juntando assim departamentos govermentais, empresas privadas e o Reichsarbeitsdienst (Serviço de Trabalho do Reich), para a construção da "Parede de Leste", mais tarde renomeada "Linha Siegfried" para a defesa do território do Reich. A 17 de Março de 1940, foi apontado como Reichsminister für Bewaffnung und Munition ("Ministro do Armamento e Munições do Reich") e tomou conta do trabalho da Organisation Todt no território ocupado do Leste. Após da invasão da União Soviética em Junho 1941, foi apontado para organizar a reconstrução das infra-estruturas.

Em 1941, ficou mais distante dos comandantes da Wehrmacht e de Reichsmarschall Hermann Göring, o Oberbefehlshaber da Luftwaffe em especial. Continuando próximo de Hitler a este tempo, contudo, após a inspecção da Frente Leste, queixando-se a Hitler que, sem melhor equipamento e fornecimentos para as forças armadas, seria melhor terminar a guerra com a URSS. Inevitável, Hitler ignorou tal comentário e começou uma ofensiva contra os Soviéticos.

Em 8 de fevereiro de 1942, enquanto num voo para se encontrar com Hitler em Wolfsschanze ("Toca do lobo") em Rastenburg, o seu avião explodiu e despenhou-se. Sendo sucedido por Albert Speer. Foi enterrado no Cemitério dos Inválidos, localizado na Scharnhorst-Strasse em Berlim. Foi sugerido que Todt foi vitima de uma conspiração de assassinato, suposição não confirmada.

Ver tambémEditar


Precedido por
Wolfgang Gaede
Anel Werner von Siemens
1937
Sucedido por
Walther Bauersfeld


  Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.