Abrir menu principal

Futebol Feminino do Sporting Clube de Portugal

Secção de futebol feminino do Sporting Clube de Portugal
Nota:  Este artigo refere-se apenas ao futebol feminino do Sporting CP. Se procura informação sobre o clube em geral ou sobre outra(s) modalidade(s), consulte o artigo Sporting Clube de Portugal.

O Sporting Clube de Portugal (futebol feminino) é uma equipa portuguesa de futebol feminino sediada em Lisboa. É uma das secções do clube ecléctico Sporting CP e representa uma das modalidades de alto rendimento praticadas no clube.

Sporting CP
Sporting Clube de Portugal.png
Nome Sporting Clube de Portugal
Alcunhas Leoas
Verdes e Brancas
Turma de Alvalade
Torcedor/Adepto Sportinguista
Mascote Jubas (Leão)
Fundação Clube - 1 de julho de 1906 (113 anos)
Secção - 1 de outubro de 1991 (27 anos)
Estádio Estádio José Alvalade
Estádio Aurélio Pereira
Localização Lisboa, Portugal
Presidente Portugal Frederico Varandas
Treinador Portugal Susana Cova
Material (d)esportivo Itália Macron
Competição Portugal Liga Allianz
Portugal Taça de Portugal
Portugal Supertaça
União Europeia Liga dos Campeões
Website www.sporting.pt
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

A sua equipa profissional foi fundada em 1991, tendo entrado em inactividade em 1995 por motivos financeiros. Em 2016, a secção foi refundada e entrou em competição juntamente com os escalões de formação, criados no mesmo ano.[1]

Em 2017-18, o clube disputou o Campeonato Nacional, a Taça de Portugal, a Supertaça e a Liga dos Campeões, acabando por ganhar todas as competições nacionais.[2]

Índice

HistóriaEditar

1991 a 1995Editar

Em Outubro de 1991, José de Sousa Cintra, presidente do Sporting Clube de Portugal na altura, anunciou a criação da secção de Futebol Feminino. A apresentação da equipa foi assistida em pesa pela direção do clube, com o presidente a pedir responsabilidade e vitórias.

A ideia partira de Diamantino Batista, uma cara já conhecida no panorama ainda jovem do futebol feminino português, que, tendo já treinado várias equipas, trouxe consigo para o Sporting um grupo de jogadoras com as quais já tinha trabalhado. Porém, estas não eram em número suficiente para constituir o plantel e, por isso, foi decidido colocar um anuncio num jornal desportivo. Esta solução deu lucro e rapidamente foi formado um grupo de 23 jogadoras que se estreou no dia 24 de novembro de 1991, no Campo do Arroios, com uma derrota por 3-2 frente ao Académico de Alvalade, em jogo a contar para o Campeonato Regional.

Nessa altura, o Jornal Sporting já falava num Campeonato Nacional, apesar dessa denominação ainda não ser segura. O Campeonato acabou por ser criado, tendo sido dominado pelo Boavista Futebol Clube nesses primeiros anos, que venceu todas as competições nacionais até à época de 1994/95.

Nesses 4 anos, o Sporting Clube de Portugal classificou-se sempre para a Fase Final do Campeonato Nacional sem nunca ter conseguido destronar o Boavista FC. As melhores classificações foram obtidas nas duas primeiras épocas, nas quais o Sporting CP terminou a Fase Final no 3º lugar. Há também a registar a vitória do Torneio de Abertura que substituiu o Campeonato Regional na época 1992/93, a primeira conquista do futebol feminino do Sporting.

Em Julho de 1994, o Sporting foi pioneiro ao colocar em funcionamento as primeiras Escolas de Formação de Futebol Feminino que existiram em Portugal, numa altura em que ainda não existia competição ao nível dos escalões jovens.

Após quatro temporadas de atividade, o Jornal Sporting anunciou que a secção de Futebol Feminino tinha sido extinta a 1 de agosto de 1995, numa altura em que a nova direcção, presidida por Pedro Santana Lopes, determinara o encerramento de várias modalidades.

2016 até ao presenteEditar

Em 2016, a Federação Portuguesa de Futebol decidiu apostar num salto qualitativo do Futebol Feminino, convidando os clubes da Primeira Liga a aderirem no sentido de valorizarem o projecto. O Sporting Clube de Portugal foi um dos quatro clubes a responder afirmativamente à chamada, juntamente com o Sporting Clube de Braga, o Belenenses e o Grupo Desportivo Estoril Praia. Ao aceitar este desafio, a direcção liderada por Bruno de Carvalho apostou numa equipa para ganhar, contratando várias jogadoras internacionais e um treinador experiente, integrando o sector feminino na secção de futebol, com todas as condições de trabalho proporcionadas pela Academia Sporting, sendo este pelouro atribuído ao Director Virgílio Lopes.

 
Adeptos do Sporting CP na final da Taça de Portugal Feminina ganha em 2016-17.

Para além disso, foram criadas equipas de Juniores e de Juvenis e aberta uma escola de formação no Pólo Universitário da Ajuda.[1]

Em 2017, o Sporting Clube de Portugal conquistou o seu primeiro Campeonato Nacional e a sua primeira Taça de Portugal,[3][4] qualificando-se para a Liga dos Campeões e conquistando a primeira dobradinha da sua história. Nessa mesma época, as equipas de formação do Sporting acabariam por conquistar a Taça Nacional e o Campeonato Nacional ou Regional em que se inseriam. Desta forma, no primeiro ano de reatividade, o futebol feminino do Sporting Clube de Portugal conquistou todos os troféus que poderia conquistar.[5]

O Sporting acabou por ficar em segundo no seu grupo de qualificação da Liga dos Campeões, não conseguindo qualificar-se para a fase seguinte. Apesar disto, viria a conquistar a Supertaça Feminina de 2017, vencendo o SC Braga por 3–1 após prolongamento. Após mais um campeonato quase irrepreensível, o Sporting conquistou o Campeonato Nacional pela segunda vez consecutiva, sagrando-se bicampeão nacional. Acabaria por conquistar novamente a dobradinha ao bater o SC Braga na final da Taça de Portugal de 2017–18.

 
Sporting CP x SC Braga no Estádio José Alvalade.

EquipamentosEditar

     
 
 
Equipamento Principal
     
 
 
Equipamento Alternativo
     
 
 
Terceiro Equipamento
     
 
 
Equipamento Stromp

PlantelEditar

Atualizado de acordo com o website oficial do Sporting a 26 de junho de 2019.[6]

JogadorasEditar

Guarda-Redes
Nac. Nome
1   Inês Pereira
21   Patricia Morais
Defesas
Nac. Nome
3   Rita Fontemanha
4   Mariana Azevedo
5   Joana Marchão
6   Bruna Costa
10   Nevena Damjanovic
15   Carole Costa
27   Matilde Figueiras
Médios
Nac. Nome
2   Carlyn Baldwin
11   Tatiana Pinto
13   Fátima Pinto
14   Joana Martins
16   Sharon Wojcik
17   Neuza Besugo
23   Nadine Cordeiro
25   Sydney Blomquist
Avançados
Nac. Nome
7   Ana Capeta
8   Bárbara Marques
9   Ana Borges
18   Carolina Mendes
19   Diana Silva
20   Solange Carvalhas
29   Constança Silva

Equipa técnicaEditar

Nac. Nome Cargo
  Susana Cova Treinadora
  Isabel Osório Treinadora adjunta
  Luís Caldeira Treinador adjunto
  Gonçalo Simões Treinador de guarda-redes

PalmarésEditar

SenioresEditar

Nacionais
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Nacional 2 2016–172017–18
  Taça de Portugal 2 2016–172017–18
  Supertaça 1 2017
Regionais
Competição Títulos Temporadas
  Torneio de Abertura da AF Lisboa 1 1992–93

Equipas de formaçãoEditar

Nacionais
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Nacional de Juniores 2 2016-17 • 2017-18
  Taça Nacional de Juniores 1 2016-17
  Taça Nacional de Juvenis 1 2016-17
  Taça Nacional de Infantis 1 2018-19
Regionais
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Distrital de Juvenis 1 2016-17

Modalidades do Sporting Clube de PortugalEditar

Sporting Clube de Portugal - Modalidades com Secções Ativas
  aikido   andebol   atletismo   automobilismo   basquetebol   bilhar
  boxe   canoagem   capoeira   ciclismo   desporto adaptado   dressage
  eSports   futebol   futebol feminino   futebol de praia   futsal   ginástica
  golfe   hóquei em patins   surf   judo   karate   kickboxing
  krav maga   natação   padel   paintball   pesca desportiva   polo aquático
  râguebi   remo   taekwondo   ténis   ténis de mesa   tiro à bala
  tiro com arco   triatlo   voleibol   xadrez

Referências

  1. a b «Futebol Feminino». Wiki Sporting. Consultado em 26 de junho de 2019 
  2. «Futebol Feminino em 2017/18». Wiki Sporting. Consultado em 26 de junho de 2019 
  3. «Sporting é campeão nacional de futebol feminino». maisfutebol. 20 de maio de 2017 
  4. «Sporting vence Taça de Portugal frente ao SC Braga e garante a dobradinha». SAPO. 4 de junho de 2017 
  5. «Época 2016/17». Futebol Feminino do Sporting Clube de Portugal. 27 de junho de 2017 
  6. «Plantel». Sporting Clube de Portugal. Consultado em 26 de junho de 2019