Gérard Ben Arous

matemático francês

Gérard Ben Arous (26 de junho de 1957) é um matemático francês, que trabalha principalmente com estocástica e geometria diferencial.

Gérard Ben Arous
Gérard Ben Arous en 2015.
Nascimento 26 de junho de 1957 (64 anos)
Cidadania França, Estados Unidos
Alma mater
Ocupação matemático
Prêmios
  • Prêmio Rollo Davidson (1993)
  • Fellow of the Institute of Mathematical Statistics
  • Membro da Academia Americana de Artes e Ciências
Empregador Universidade de Paris
Gérard Ben Arous (direita) em Oberwolfach 2008, com Amir Dembo (esquerda) e Terence Lyons (centro)

VidaEditar

Ben Arous estudou na Escola Normal Superior de Paris (ENS, conclusão com Maitrise 1978), na Universidade Paris-Sul em Orsay (diploma em estatística em 1979) e na Universidade Pierre e Marie Curie (diploma em matemática 1980). Obteve um doutorado em 1981 na Universidade Paris VII, orientado por Robert Azencott.[1] Em 1982/1983 esteve no pós-doutorado na Universidade do Colorado com Daniel Stroock. Obteve a habilitação (These d’Etat) em 1987 e foi Maitre de Conferences no ENS. Em 1988 foi professor da Universidade Paris-Sul, onde foi de 1992 a 1994 diretor do Laboratório de Matemática. De 1994 a 1997 foi professor e diretor do Laboratório de Matemática e Informática da ENS. De 1997 a 2007 foi professor de teoria das probabilidades aplicada na Escola Politécnica Federal de Lausanne, onde fundou em 2001 o Instituto Bernoulli. A partir de 2002 foi professor no Instituto Courant de Ciências Matemáticas.

Recebeu o Prêmio Rollo Davidson de 1993. Foi palestrante plenário no 2º Congresso Europeu de Matemática em 1996 (Large deviations as a common probabilistic tool for some problems of analysis, geometry and physics) e palestrante convidado do Congresso Internacional de Matemáticos em Pequim (2002: Aging and Spin Glass Dynamics). Foi editor do Journal of the European Mathematical Society. Em 2015 foi eleito membro da Academia de Artes e Ciências dos Estados Unidos.

Foi membro do grupo Nicolas Bourbaki.[2]

Dentre seus doutorandos constam Raphaël Cerf, Jiři Černý, Sandrine Péché e Alice Guionnet.

Referências

  1. Gérard Ben Arous (em inglês) no Mathematics Genealogy Project
  2. Maurice Mashaal Bourbaki, AMS 2006, S. 17, zitiert werden die Mitglieder bei einem Treffen 1995

Ligações externasEditar