Gastão Jacinto Gomes

Gastão Jacinto Gomes (Franca, 14 de dezembro de 1916[1]Rio de Janeiro, 17 de novembro de 1979) foi um frade agostiniano, professor, psicólogo, sociólogo e filósofo brasileiro. Foi ordenado sacerdote em 18 de agosto de 1940 sendo o primeiro sacerdote brasileiro da ordem dos agostinianos.[2] Casado com Wanda de Oliveira Gomes após pedir licença de seus votos ao Papa João XXIII.

Gastão Jacinto Gomes
Nascimento 1916
Franca
Morte 17 de novembro de 1979 (63 anos)
Rio de Janeiro
Ocupação Frade agostiniano, professor, psicólogo, sociólogo e filósofo

BiografiaEditar

Dirigiu o Externato Santo Agostinho do Rio de Janeiro no Leblon, posteriormente denominado Colégio Santo Agostinho (Leblon).[3][4] Dirigiu o Colégio de Muqui - ES. Trabalhou como tradutor tendo traduzido inúmeros livros, entre eles "A Pesquisa na Psicologia Social", de Leon Festinger e Daniel Katz. Foi secretário geral da Cruz Vermelha Brasileira.[5][6] Representou a Cruz Vermelha em congressos na Europa e América do Sul. Trabalhou na Capelania militar como capelão da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na Itália, durante a II Guerra Mundial.

Referências

  1. Osório Faleiros Rocha. «Atualização do livro dos faleiros» (PDF). Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  2. Mendonça, Paulo Henriques de (1989). Muqui, cidade menina, 1850-1989. Vitória: Sagraf Artes Gráficas Ltda 
  3. Fundação do Colégio Santo Agostinho
  4. «Histórico da Era Agostiniana». Câmara Municipal de Muqui. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  5. «Brazilian Red Cross – Branch in the State of São Paulo Tradition in Medical-hospital Assistance». Brazilian Red Cross - São Paulo. Consultado em 20 de novembro de 2013 
  6. Assis, Chico de; Duarte, Jodeval; Gilvandro Filho; Tavares, Cristina; Jorge Neto, Nagib; Brandão, Glória (2015). Onde está meu filho?. Recife - PE: Cepe. ISBN 978-85-7858-347-7 

Ligações externasEditar