Abrir menu principal
Gidel Dantas
Replace this image male.png
Gidel Dantas
Deputado federal  Ceará
Período 1987-1991
Dados pessoais
Nascimento 17 de março de 1935
Caraúbas (Rio Grande do Norte) Caraúbas RN
Morte 2 de setembro de 2010 (75 anos)
Fortaleza Fortaleza, CE
Cônjuge Eridan Lima Queiroz
Partido PMDB, PDC
Profissão teólogo, ministro evangélico e Servidor público

Gidel Dantas de Queiroz[nota 1] (Caraúbas, 17 de março de 1935Fortaleza, 2 de setembro de 2010) é um teólogo, ministro evangélico e servidor público e político brasileiro que foi deputado federal pelo Ceará.[1]

Dados biográficosEditar

Filho de João Queiroz e Maria Nini Queiroz. Formado em Desenvolvimento Comunitário pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional em Washington em 1968, em Administração Pública pela Universidade de Miami em 1983 e em Teologia,[nota 2] é teólogo, ministro evangélico e servidor público.[1] Tornou-se secretário-executivo da Confederação Evangélica do Brasil em 1960 e quatro anos depois assumiu a superintendência do Church World Service para as regiões Norte e Nordeste do Brasil.

Diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito no segundo governo Virgílio Távora e no governo Manuel de Castro Filho, foi Diretor de Fiscalização do estado, chefe de gabinete do secretário de Fazenda e diretor-geral do Patrimônio Histórico do Ceará no primeiro ano do governo Gonzaga Mota.[1] Em 1986 foi eleito deputado federal pelo PMDB e ajudou a escrever a Constituição de 1988, ano em que liderou a bancada evangélica[2] e disputou, sem êxito, a eleição à prefeitura de Fortaleza pelo PDC. Deixou a política ao final do mandato.[3][4] De volta à direção-geral do DETRAN/CE no segundo governo Tasso Jereissati, foi escolhido diretor-geral do Departamento Nacional de Trânsito em 1998 pelo então ministro da Justiça, Renan Calheiros, durante o governo do presidente Fernando Henrique Cardoso.[nota 3][5]

Nas eleições de 1990, disputou a reeleição pelo PDC, mas somente conseguiu ficar na segunda suplência da coligação PSDB-PDT-PDC[6].

Notas

  1. Também grafado como Gidel Dantas de Queirós.
  2. Até o momento não foi possível levantar o nome da instituição onde se formou nem o ano de graduação.
  3. Atualmente o DENATRAN está vinculado ao Ministério das Cidades.

Referências

  1. a b c «Câmara dos Deputados do Brasil: deputado Gidel Dantas». Consultado em 4 de junho de 2016 
  2. Evangélico também sai para ter voz própria (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 12/02/1988. Primeiro caderno, p. 04. Página visitada em 4 de junho de 2016.
  3. «Banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral». Consultado em 4 de junho de 2016 
  4. PMDB fecha com festa campanha em Fortaleza (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 12/11/1988. Primeiro caderno, p. 07. Página visitada em 4 de junho de 2016.
  5. «Novo diretor do Denatran quer redução de multas. (folhaonline)». Consultado em 4 de junho de 2016 
  6. «Eleições no Ceará - 1990» (PDF). TRE-CE. Consultado em 6 de abril de 2018