Abrir menu principal

Gilberto Pastana de Oliveira

Gilberto Pastana de Oliveira
Bispo da Igreja Católica
Bispo do Crato
Hierarquia
Papa Francisco
Arcebispo metropolita José Antônio Tosi
Atividade Eclesiástica
Diocese Diocese de Crato
Nomeação 18 de maio de 2016
Entrada solene 17 de julho de 2016
Predecessor Fernando Panico, MSC
Mandato 28 de dezembro de 2016
até a atualidade
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 27 de julho de 1985
Santarém
Nomeação episcopal 3 de agosto de 2005
Ordenação episcopal 28 de outubro de 2005
Santarém
por Dom Frei Lino Vombömmel, OFM
Lema episcopal Venha o teu reino (Mt 6, 10a)
Dados pessoais
Nascimento Santarém, Pará Pará
29 de julho de 1956 (62 anos)
Nacionalidade brasileiro
Funções exercidas Bispo de Imperatriz (2005-2016)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Gilberto Pastana de Oliveira (Santarém, 29 de julho de 1956) é um bispo católico brasileiro. É filho de Geraldo Braga de Oliveira e Rita Pastana de Oliveira e irmão de Geraldo Pastana, político de Santarém.

Dom Gilberto é o segundo bispo a nascer em Vila Boim; na mesma vila nasceu, em 1875, Dom Frederico Benício de Souza Costa, primeiro prelado de Santarém e segundo bispo do Amazonas.

Índice

EstudosEditar

Fez seus primeiros estudos em Santarém, na Escola Municipal Ezeriel Mônico de Matos, na Escola Paroquial São Francisco e na Escola Estadual Rodrigues dos Santos. Estudou no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), em Recife. Cursou o ensino médio no Colégio Dom Amando, em Santarém. Estudou filosofia e teologia em Belém, na Universidade Federal do Pará e no Instituto de Pastoral Regional (IPAR). É mestre em teologia pelo Teresianum, em Roma (1990-1992).

PresbiteratoEditar

Foi ordenado sacerdote em 27 de julho de 1985, em Santarém. Foi vigário paroquial da Paróquia de Santo Antônio de Pádua, em Mojuí dos Campos (1985-1990); reitor do Seminário São Pio X (1987-1990); Coordenador Diocesano de Pastoral (1993-1996 e 2002); Pároco de Nossa Senhora Aparecida (1993-1995); Vice-Reitor do Seminário Maior Inter-diocesano São Gaspar, em Belém do Pará (1996); Coordenador do Departamento de Filosofia e Teologia ao Instituto de Pastoral Regional (IPAR), em Belém (1996-1998); Vigário da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Belém (1997-1998); Pároco de Nossa Senhora de Fátima, em Santarém (1999-2005); diretor da Rede Vida de Televisão (2000-2005) e vigário geral da Diocese de Santarém (2002-2004).

EpiscopadoEditar

Dom Gilberto foi nomeado bispo de Imperatriz pelo Papa Bento XVI, no dia 3 de agosto de 2005.[1]

Sua ordenação episcopal realizou-se no dia 28 de outubro de 2005, em Santarém, pelas mãos de Dom Lino Vombömmel, O.F.M., Dom Affonso Felippe Gregory e Dom Orani João Tempesta, O.Cist.

No dia 18 de maio de 2016, o Papa Francisco o nomeou bispo coadjutor da Diocese de Crato.[1] Sua apresentação aconteceu na Sé Catedral Nossa Senhora da Penha, em Crato, no dia 17 de julho de 2016. Dom Gilberto exerceu o ofício de bispo coadjutor até sua nomeação como bispo diocesano, em 28 de dezembro de 2016.

SucessãoEditar

No dia 28 de dezembro de 2016, o Papa Francisco aceitou o pedido de renúncia do governo diocesano apresentado por Dom Fernando Panico e, no mesmo ato, nomeou Dom Gilberto como bispo diocesano da Diocese de Crato.[1]

Sua posse canônica como sexto bispo diocesano aconteceu no dia 1° de janeiro de 2017, na Catedral Nossa Senhora da Penha, Sé de Crato, na presença de todo o clero diocesano, bispos e fiéis de todo o território da diocese.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c «Bishop Gilberto Pastana de Oliveira» (em inglês). Consultado em 12 de janeiro de 2017 

Ligações externasEditar



Precedido por
Fernando Panico, MSC
Bispo do Crato
2016 - atualidade
Sucedido por
Precedido por
Affonso Felippe Gregory
Bispo de Imperatriz
2005 - 2016
Sucedido por
Vilson Basso, SCJ