Abrir menu principal
Glória Foster
Gloria Foster em 1970
Nascimento 15 de novembro de 1933
Chicago, Illinois, Estados Unidos
Nacionalidade norte-americana
Morte 29 de setembro de 2001 (67 anos)
Nova Iorque, NY, Estados Unidos
Ocupação atriz
Cônjuge Clarence Williams III (1967-1984)

Gloria Foster (Chicago, 15 de novembro de 1933Nova Iorque, 29 de setembro de 2001) foi uma atriz norte-americana. Ganhou notoriedade como protagonista em In White America e Having Our Say, tendo ganhado três Obie Awards durante a carreira.[1]

Ficou conhecida do público mais jovem pelo seu papel de "Oráculo" no filme The Matrix e The Matrix Reloaded.[2] Interpretou também a mãe de Yusef Bell na minissérie The Atlanta Child Murders que estrou em 1985.[3]

BiografiaEditar

Gloria nasce em 1933, em Chicago, Illinois. Ainda muito pequena, ela ficou sob a guarda dos avós maternos, crescendo em uma fazenda, sendo que nunca conheceu seu pai.[4] Ela se mudou para a cidade de Janesville, no Wisconsin depois que sua mãe foi internada em um hospital psiquiátrico devido à uma doença mental.[5]

Quando terminou o ensino médio, Gloria retornou a Chicago, onde ingressou na Universidade de Illinois, onde fez teatro amador, sem se profissionalizar na carreira em um primeiro momento. No ensino superior teve aulas diversas, incluindo medicina forense.[5] Gloria não tinha certeza de qual carreira seguir, até que sua mãe a levou ao Goodman Theatre, em Chicago. Depois de um teste de elenco, ela foi aceita e soube então que gostaria de ser atriz. Foi uma das poucas atrizes negras da Goodman School of Drama, mas focou seus estudos em atuação, aprendendo também técnicas de outras companhias teatrais e universidades.[5] Pouco depois, Gloria se mudou para Nova Iorque, para buscar carreira na Broadway.[5]

CarreiraEditar

Gloria começou a trabalhar na Broadway em 1963.[5] Seu primeiro papel foi como Ruth em A Raisin in the Sun. Seu primeiro papel foi na peça In White America, que falava sobre a opressão e o racismo que os negros enfrentavam nos Estados Unidos.[5] A atuação a levou a ganhar seu primeiro Obie Award, premiação anual oferecida pelo jornal The Village Voice a artistas e grupos de artistas na cidade de Nova Iorque. Ela também ganhou uma crítica de duas páginas na revista Life, falando sobre sua performance e pedindo que o público assistisse a qualquer peça que ela interpretasse.[4]

Gloria trabalhou em muitas peças na Broadway e tornou-se uma grande estrela dos palcos.[5] Ao invés de Gloria fazer testes para personagens, os dramaturgos escreviam personagens para ela, algo inédito para atrizes e atores negros na época, marcada pela segregação.[6]

Vida pessoalEditar

Gloria casou-se com o ator Clarence Williams III em 1967. Eles se conheceram no programa The Mod Squad, que esteve no ar entre o final da década de 1960 e o começo da década de 1970, onde Gloria fez duas participações especiais. Eles também atuaram juntos em um filme, The Cool World, de 1964. Em 1984, eles se divorciaram, porém permaneceram amigos.[5]

MorteEditar

Gloria morreu em sua casa, em Nova Iorque, aos 67 anos, em 29 de setembro de 2001, em decorrência de problemas causados pela diabetes.[5][6] Ela morreu pouco depois das gravações de Matrix Reloaded, sendo substituída pela atriz Mary Alice, em Matrix Revolutions.[5] Gloria foi sepultada no cemitério Kensico, no Condado de Westchester, em Nova York.[5]

FilmografiaEditar

No cinemaEditar

  • Matrix Reloaded (2001) como Oráculo
  • The Matrix (1999) como Oráculo
  • City of Hope (1991) como Jeanette
  • Leonard Part 6 (1987) como Medusa
  • Top Secret (1978) (TV) como Judith
  • Man and Boy (1972) como Ivy Revers
  • The Angel Levine (1970) como Sally
  • The Comedians (1967) como Mrs. Philipot
  • Nothing But a Man (1964) como Lee
  • The Cool World (1963) como Mrs. Custis

Na televisãoEditar

  • Percy & Thunder (1993) como Sugar Brown
  • Separate But Equal (1991) como Buster
  • The Atlanta Child Murders (1985) (miniséries) como Camille Bell
  • House of Dies Drear (1984) como Sheila Small
  • The Files on Jill Hatch (1983) como Mrs. Hatch
  • To All My Friends on Shore (1972) como Serena

Referências

  1. Social Security Death Index (ed.). «Gloria Foster». New England Historic Genealogical Society. Consultado em 17 de abril de 2011 
  2. Jesse McKinley, ed. (5 de outubro de 2001). «Gloria Foster, Stage Actress, Is Dead at 64». The New York Times 
  3. «Gloria Foster as The Oracle». Blackfilm.com. Consultado em 28 de julho de 2019 
  4. a b «Gloria Foster biography». Tribute. Consultado em 28 de julho de 2019 
  5. a b c d e f g h i j k Robert Simonson (ed.). «Actress Gloria Foster Is Remembered at Manhattan Memorial». Playbill. Consultado em 28 de julho de 2019 
  6. a b «Gloria Foster, 64; Versatile Actress». LA Times. Consultado em 28 de julho de 2019 

Ligações externasEditar