Gonzalo Hevia Álvarez-Quiñones

Gonzalo Hevia Álvarez-Quiñones foi um piloto galego. Fez parte do Esquadrão Azul, o braço aéreo da Divisão Azul que estava ao serviço da Luftwaffe. Combateu durante a Segunda Guerra Mundial na Jagdgeschwader 51 na frente oriental, onde abateu 12 aeronaves inimigas, o que fez dele um ás da aviação e o mais bem sucedido piloto da Divisão Azul.[1][2] Mais tarde, já em Espanha com o posto de tenente-coronel, foi o primeiro a pilotar um F-86 Sabre na força aérea de Espanha.[3]

Gonzalo Hevia Álvarez-Quiñones
Nascimento 11 de setembro de 1916
Pontevedra
Morte 4 de janeiro de 1991 (74 anos)
Palma de Maiorca
Cidadania Espanha
Ocupação Ás da aviação

Referências

  1. France, Jean-Paul Gleize - GSoft. «Spanish aces in the Luftwaffe». www.igleize.fr. Consultado em 3 de janeiro de 2018 
  2. Mikhailov, Christer Bergstrom, Andrey. «Black Cross-Red Star: Air War Over the Eastern Front by Christer Bergstrom». www.bergstrombooks.elknet.pl. Consultado em 3 de janeiro de 2018 
  3. «HISTORIA DEL F-86 SABRE EN EL EJÉRCITO DEL AIRE – Asociación Amigos del Museo del Aire». www.aama.es (em espanhol). Consultado em 3 de janeiro de 2018 
  Este artigo sobre aviação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.