Abrir menu principal
good kid, m.A.A.d city
Álbum de estúdio de Kendrick Lamar
Lançamento 22 de outubro de 2012 (2012-10-22)
Gravação 2011–2012
Gênero(s) Rap, West Coast hip hop
Duração 68:16
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Top Dawg, Aftermath, Interscope
Produção Dr. Dre (exec.), Anthony "TOPDAWG" (também exec.), DJ Dahi, Hit-Boy, Jack Splash, Just Blaze, Like, Pharrell Williams, Rahki, Scoop DeVille, Skhye Hutch, Sounwave, T-Minus, Tabu, Terrace Martin, Tha Bizness, THC
Cronologia de Kendrick Lamar
Section.80
(2011)
To Pimp a Butterfly
(2015)
Singles de Strange Clouds
  1. "The Recipe"
    Lançamento: 3 de abril de 2012
  2. "Swimming Pools (Drank)"
    Lançamento: 31 de julho de 2012
  3. "Backseat Freestyle"
    Lançamento: 7 de janeiro de 2013
  4. "Poetic Justice"
    Lançamento: 15 de janeiro de 2013
  5. "Bitch, Don`t Kill My Vibe"
    Lançamento: 19 de março de 2013

good kid, m.A.A.d city é o segundo álbum de estúdio do rapper norte-americano Kendrick Lamar lançado em 22 de outubro de 2012 pela Top Dawg Entertainment, Aftermath Entertainment, e distribuído pela Interscope Records.

Índice

AntecedentesEditar

Após o lançamento e sucesso de seu álbum de 2011 Section.80, Lamar assinou contrato com uma grande gravadora, a Interscope de Dr. Dre. Ele disse a HipHopDX que ele não queria trabalhar com os produtores de alto perfil, mas com aqueles que ele mesmo havia estabelecido.

Em uma entrevista para o XXL, Lamar disse que o álbum não soaria como Section.80 , mas iria voltar a suas raízes de Compton, Califórnia.: "Eu não poderia dizer-lhe que tipo de som ou de onde estarei nos próximos cinco anos, tanto quanto a música ... Voltando ao bairro e indo para lugares diferentes, me colocar de volta no mesmo espaço onde nós costumávamos estar, trazendo de volta pensamentos, lembrando como eu estava me sentindo.". [1]

Lamar também disse que o álbum vai mostrar a influência de sua cidade natal:. "O garoto que está tentando escapar dessa influência, sempre foi preso em razão de circunstâncias". O título do álbum refere-se principalmente à inocência da infância de Lamar em Compton. Depois de manter a sigla do título do álbum escondido, Lamar mais tarde revelou que M.A.A.D é um acrônimo com dois significados: My Angry Adolescence Divided " ou " My Angels on Angel Dust ". [2]

Recepção e críticaEditar

CríticaEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic      [3]
XXL      (XL)
Rolling Stone      [4]

Good Kid, MAAD city recebeu criticas positivas. No mettacritic o álbum teve uma pontuação de 91, o que significa aclamação universal com base em 36 avaliações.

Desempenho comercialEditar

O álbum estreou no número dois sobre os EUA Billboard 200 chart, com vendas na primeira semana de 242 mil cópias. Em 29 de outubro de 2014 o álbum chegou a marca de 1 milhão de cópias vendidas.