Abrir menu principal

Gustavo Soromenho

político português
Gustavo Soromenho
Nascimento 20 de novembro de 1907
Alfama
Morte 22 de setembro de 2001 (93 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação político
Prêmios Grande-Oficial da Ordem da Liberdade

Gustavo Soromenho (Alfama, Lisboa, 20 de novembro de 1907Lisboa, 22 de setembro de 2001) foi um advogado português, opositor do regime do Estado Novo e fundador do Movimento de Unidade Democrática e Partido Socialista. Filho do despachante Gustavo Alberto Pereira Soromenho e de Lucinda Rosa Marques Caratão Soromenho, senhora das Alcaçarias do Mosteiro em São Miguel de Alfama Foi nomeado administrador do Jornal República em 1973, onde permaneceu em funções até ao saneamento político de que o jornal foi alvo e que deu origem ao Caso República durante o Verão Quente de 1975.

A 1 de outubro de 1985, foi agraciado com o grau de Grande-Oficial da Ordem da Liberdade.[1]

Foi sepultado no cemitério do Alto de São João, em Lisboa, a 22 de setembro de 2001.

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Gustavo Caratão Soromenho". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 9 de julho de 2019 

[1]

[2]

  1. «Morreu Gustavo Soromenho». 22 de setembro de 2001. Consultado em 15 de novembro de 2014 
  2. «Funeral de Gustavo Soromenho sai às 16h30 para Cemitério do Alto de São João». 22 de setembro de 2001. Consultado em 15 de novembro de 2014