Abrir menu principal
Hatchet III
Terror no Pântano 3 (BRA)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2013 •  cor •  82 min 
Direção BJ McDonnell
Produção Sarah Elbert
Adam Green
Roteiro Adam Green
Elenco Danielle Harris
Kane Hodder
Zach Galligan
Caroline Williams
Gênero terror
Música Scott Glasgow
Cinematografia Will Barratt
Edição Ed Marx
Companhia(s) produtora(s) Dark Sky Films
ArieScope Pictures
Distribuição Dark Sky Films
Lançamento Estados Unidos 14 de junho de 2013
Idioma inglês
Cronologia
Hatchet II
Victor Crowley

Hatchet III (Terror no Pântano 3 BRA ) é um filme estadunidense de slasher escrito por Adam Green e dirigido por BJ McDonnel. É a sequência de Hatchet e Hatchet II, e o terceira e possível último filme da série Hatchet. Kane Hodder interpreta o principal antagonista Victor Crowley, pela terceira vez consecutiva, enquanto Danielle Harris volta no papel da protagonista Marybeth Dunston pela segunda vez.

EnredoEditar

Continuando a história do filme anterior, Marybeth Dunston estoura a cabeça de Victor Crowley com uma espingarda. Ela se afasta, ele revive e a ataca, mas acaba derrubado em cima de uma motosserra e dilacerado completamente. Ensanguentada e desorientada, Marybeth volta para a cidade e entra na delegacia, onde é imediatamente imobilizada. Após a descoberta de dezenas de corpos no pântano de Honey Island, o xerife Fowler detém a moça como principal suspeita dos assassinatos. Ele dirige-se para o pântano com paramédicos e o corpo de bombeiros, deixando o delegado Winslow no comando da delegacia até que ele voltasse.

A ex-esposa do xerife, Amanda Fowler, jornalista e especialista na lenda de Victor Crowley, vai até a delegacia entrevistar Marybeth, dizendo querer ajudá-la, uma vez que a jovem poderá ser julgada e executada pelo ocorrido no pântano. Amanda afirma que o monstro é um espírito "repetidor" que continuará voltando a menos que consiga o que quer: o pai dele, Thomas Crowley. Ela revela que o pai de Marybeth, Sampson Dunston, teve a ideia de iniciar o incêndio que há muitos anos levou à morte de Crowley, de modo que agora Marybeth é a única que pode acabar com Crowley, entregando a ele as cinzas de Thomas.

No pântano, o corpo de Victor é ensacado e colocado num barco ambulância. Quando um dos paramédicos se distrai, Victor reanima e o mata com um desfibrilador. O monstro também mata um delegado e vários outros socorristas da equipe, restando vivos apenas dois paramédicos. Na delegacia, ao ouvir pelo rádio a equipe médica ser morta, Amanda convence Winslow a deixar Marybeth sair da prisão e ajudá-la a salvar a todos em Honey Island.

Entra no pântano uma equipe da SWAT, liderada por Tyler Hawes, que assume a operação de Fowler e os leva à casa dos Crowley. Apesar de disparar pesadamente contra Crowley, toda a equipe é morta pelo monstro, exceto Hawes e a oficial Dougherty. Hawes tenta atacar Crowley, mas acaba tendo o crânio e a espinha arrancados. O policial Schneiderman dispara um lançador de foguetes contra Crowley, resultando numa explosão que aparentemente destrói o monstro. Porém, ele reaparece e mata Schneiderman, arrancando-lhe os braços e o afogando em uma poça. Dougherty, o paramédico Andrew e o xerife fogem.

Winslow leva Amanda e Marybeth à casa de Abbott MacMullen, primo distante de Victor e único parente vivo que possui as cinzas de Thomas. Ele se recusa a entregar a urna com as cinzas, mas cede após Amanda lhe ameaçar com uma arma. No pântano, um dos paramédicos é perseguido por Victor e se esconde atrás de uma canoa, na qual está Ben, protagonista do primeiro filme, ainda vivo. Victor arremessa uma machadinha em Ben, finalmente o matando, enquanto o paramédico é devorado por um crocodilo.

O xerife, Dougherty e Andrew são encurralados por Victor no barco ambulância. O xerife chama, pelo rádio da ambulância, a Guarda Nacional que responde que eles estarão lá em dez minutos. Eles se acalmam e acham que tudo está seguro, mas Victor começa a romper a parede do barco com uma lixadeira à gasolina. Amanda, Winslow e Marybeth chegam ao pântano e encontram a casa queimada de Crowley. Amanda chama Victor, dizendo que o pai dele está com ela. Ao ouvir a voz da ex-esposa, Fowler tenta sair, mas é decapitado por Victor. Dougherty tenta pegar a arma do xerife, mas Victor a mata, dilacerando-a ao puxá-la pelo buraco na porta.

Victor encontra Amanda e Winslow e hesita em atacá-los ao ver as cinzas do pai. Marybeth oferece as cinzas a Victor e pede desculpas pelo que o pai dela lhe fez. Quando ele se aproxima para pegar a urna, Winslow atira, mas o monstro se levanta e o mata. Amanda devolve a urna para Marybeth e tenta alcançar a arma de Winslow, mas é agarrada por Victor, que arranca-lhe a cabeça. O monstro golpeia Marybeth e a empala em um galho de árvore. Assim que Victor levanta um facão para matá-la, ela arremessa a urna na cabeça dele, espalhando as cinzas sobre o monstro e fazendo-o desmaiar e derreter. Seriamente ferida, Marybeth alcança uma das armas da SWAT e destrói os restos mortais de Crowley. A Guarda Nacional chega e Andrew sinaliza para os helicópteros. A tela escurece e é mostrada uma cena de Marybeth ofegante.

ElencoEditar

ProduçãoEditar

O diretor de Hatchet II, Adam Green, havia afirmado inicialmente que mais duas sequências seriam lançadas. Em 2011, a produtora Dark Sky deu o sinal verde para Hatchet III. Green se recusou a dirigir a sequência, todavia, roteirizou, produziu, apresentou e manteve o controle criativo, tendo a palavra final sobre o filme e na escolha do diretor. BJ McDonnell, cinegrafista dos dois primeiros filmes, assumiu o posto de Green na terceira parte.[1]

Kane Hodder, que interpreta Victor Crowley e seu pai Thomas Crowley em papel duplo, comentou em uma entrevista que a maquiagem do monstro em Hatchet III parecia-lhe mais "cruel e assustadora".

Em 2013, quatro novos clipes do filme vazaram na internet,[2] bem como imagens das gravações[3] e um trailer.[4] Hatchet III foi exibido pela primeira vez em um evento de arrecadação de fundos promovido por Adam Green, dedicado às vítimas do atentado à Maratona de Boston de 2013.[5] O filme foi lançado nos cinemas e em vídeo sob demanda em 14 de junho de 2013[6] e, em 13 de agosto do mesmo ano, foi disponibilizado em mídia doméstica.[7]

RecepçãoEditar

Hatchet III recebeu avaliações mistas da crítica. No Rotten Tomatoes, o filme é aprovado por 57% dos críticos especializados e tem uma pontuação média de 4,5 em 10, com base em 23 críticas disponibilizadas no site. Quanto ao público, é avaliado positivamente por 39% dos espectadores.[8] O Metacritic, que atribui uma avaliação normalizada a partir de 100 revisões de críticos mainstream, deu 25 pontos ao filme, com base em oito avaliações, o que indica "críticas predominantemente desfavoráveis".[9]

Referências

  1. Genzlinger, Neil (13 de junho de 2013). «Man With a Power Tool Keeps Raising the Body Count». nytimes.com. The New York Times (em inglês). Consultado em 2 de setembro de 2019. Arquivado do original em 3 de setembro de 2019 
  2. Jones, Monique (16 de junho de 2013). «Hatchet III Clips and Stills Released» (em inglês). shockya.com. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  3. Barton, Steve (20 de abril de 2013). «Hatchet III Exclusive: Never Before Seen Images of Kane Hodder Becoming Victor Crowley; Adam Green Speaks! Boston Fundraiser in the Works!». Dread Central (em inglês). Arquivado do original em 23 de abril de 2013 
  4. Collis, Clark (24 de abril de 2013). «'Hatchet III': Trailer exclusive (NSFW)». EW.com. Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 2 de setembro de 2019. Cópia arquivada em 4 de julho de 2019 
  5. «Adam Green's coming back to Holliston». Wicked Local (em inglês). 22 de maio de 2013. Consultado em 2 de setembro de 2019. Cópia arquivada em 3 de setembro de 2019 
  6. «EXCLUSIVE: Danielle Harris Talks Hatchet III». Movieweb (em inglês). 14 de junho de 2013. Consultado em 2 de setembro de 2019. Cópia arquivada em 3 de setembro de 2019 
  7. «Hatchet III (2013)» (em inglês). dvdsreleasedates.com. Consultado em 2 de setembro de 2019. Cópia arquivada em 2 de julho de 2016 
  8. «Hatchet III (2013)». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 2 de setembro de 2019 
  9. «Hatchet III Reviews». Metacritic (em inglês). Consultado em 2 de setembro de 2019 

Ligações externasEditar