Abrir menu principal

Helena Cristina Afonso de Azevedo (de Gouveia) Osório, (Benguela, Angola, 1967), com nacionalidade angolana e portuguesa, filha de pai natural de Luena (Moxico, Angola) e mãe do Lobito (Benguela, Angola), neta de avós paternos da Beira Alta e de avós maternos da Beira Litoral e Porto (Portugal).

É escritora, historiadora, investigadora, coordenadora editorial, jornalista cultural.

Doutora em Estudos sobre a História da Arte e da Música pela Facultad de Geografía e Historia (Universidade de Santiago de Compostela), com nota máxima ('Sobresaliente cum Laude') e reconhecimento do grau académico português de Doutor registado, na Universidade do Porto, a 4 de fevereiro de 2015. Pós-graduada e mestre em Artes Decorativas pela Universidade Católica Portuguesa (Escola das Artes, Pólo do Porto). Licenciada em Estudos Europeus pela Universidade Moderna de Lisboa. Frequentou o curso de doutoramento em História da Arte Portuguesa na Faculdade de Letras da Universidade do Porto[1].

Professora Assistente Convidada na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (2016-2017), em Métodos e Técnicas de Investigação e em Seminário de Investigação, orientadora de 20 trabalhos universitários de licenciatura (3.º ano em Gestão Artística e Cultural da ESE-IPVC).

Membro integrado (2016-2017) do extinto Núcleo de Arte e Design do Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (NAD-i2ADS/FBAUP) a convite do então diretor pintor Prof. Doutor Francisco Laranjo, assim como membro da Associação de Pós-Graduados na Alemanha (ASPPA).

Desde 2018, é investigadora colaboradora do i2ADS/FBAUP.

É, desde 2012, académica correspondente na classe de Letras da Academia de Letras e Artes.

Desde finais de 2018, colabora na inventariação e organização do arquivo documental do escritor e jornalista, vice-presidente da Academia de Ciências de Lisboa, António Augusto Teixeira de Vasconcellos (1816-1878).

Em 2017-2018, colaborou na inventariação do arquivo documental do arquitecto Agostinho Ricca Gonçalves (1915-2010), sob a direção da filha Arq.ª Helena Ricca.

Foi assessora editorial no Mosaiko Instituto para a Cidadania (2011-2012); docente no Ensino Secundário nos grupos de Artes Visuais e Economia (2008-2011); mentora e coordenadora editorial da revista de artes Bombart (registada como VomVart[2]), editada pelo Projecto, Núcleo de Desenvolvimento Cultural de Vila Nova de Cerveira (2008-2010); guionista do programa televisivo Família Galaró[3] (canção e guiões do personagem Pai Galaró), para a produtora Hi-Media Portugal dirigida por Benedita Simas (2005); formadora em Escrita Criativa, Jornalismo Cultural, Literatura Portuguesa e Vitrinismo na Academia das Emoções e AEBA (2005-2006), CLIP (2017), Intelectus D' Ouro (2010) e Matosinhos - DA VINCI Ginásios da Educação (2017).

Em 2009, fundou a Animedições, editora de arte e literatura[4].

É jornalista cultural, desde 1989: 13 anos nos quadros da Editora Abril Morumbi (depois Abril Controljornal, Edimpresa e Impresa), com colaboração em várias revistas e jornais de diferentes grupos editoriais[5]. Foi igualmente distinguida com o XIX, XXII e XXIII Prémio Abril de Jornalismo[6], em 1993, 1996, 1997 respectivamente, da Casa Cláudia Portugal, Editora Abril Brasil.

Em 1989 obteve o II Prémio do Concurso Moda de Gala sobre a Revolução Francesa, Hotel Le Meridien, Porto.

Índice

Outros cursos e formaçõesEditar

Design de Moda, equivalente a bacharel (Externato de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro), Jornalismo Geral e Televisivo (CENJOR), Pintura (c/ Gabriela Albergaria e Marta Wengorious), Interpretação da Obra de Arte (c/ Delfim Sardo), História e Teoria da Arte (AR.CO), Escrita Criativa (c/ Nuno Artur Silva, Escola do Risco), Escrita para Teatro (c/ Jorge Silva Melo), Design e Arquitectura de Interiores (IATA), Formação para Formadores (CENATEX)[7].

ComunicaçõesEditar

Na Conferência Internacional, # 2 Jornadas de Investigação do NAD, apresentou a comunicação «A crítica de arte em Portugal: Uma reflexão sobre a mudança de mentalidades e mercados, com ressalva à falta de publicações de arte e crítica à luz da atualidade», na FBAUP - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (novembro 2017).

Na Conferência Internacional, Thirteenth International Conference on Interdisciplinary Social Sciences, organizada pela University of Illinois (EUA), apresentou a comunicação «Cultural Journalism and Art Criticism in Portugal: A Change of Mentalities and Markets with a Focus on the Lack of Art Publications and Criticism», na Faculdad de Ciencias de la Educación da Universidad de Granada (julho, 2018).

Apresentação virtual da comunicação, «Polymics from the XVII Century to this Day about the Angolan Queen Nzinga and African Cultures», na [Literature & the Arts Conference] que decorreu na US Air Force Academy (setembro, 2018).

No [- International Congress on Contemporary European Painting], apresentou a comunicação «Polymics from the XVII Century to this Day about the Angolan Queen Nzinga and her Influence in the African Fabrics with Resource to the Angolan Rock Art, in the African Cultures and in the World», na FBAUP - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (abril 2019).

ObrasEditar

Participação como autora e ilustradora em várias colectâneas, assim como editora de várias obras em literatura infanto-juvenil, contos, crónica, novela, poesia e romance com a chancela Animedições.

  • Bibliografia infanto-juvenil
    • «Dos 8 aos 80, histórias pintadas» por Armanda Passos, Emília Nadal, Graça Martins, Graça Morais, Gracinda Candeias e Paula Rego, Novembro de 2008, Editorial Novembro.
    • «A Árvore que Falava» e «O Menino do Deserto», com desenhos inéditos do escultor Paulo Neves, Abril de 2009, Letras e Coisas.
    • «O Grande Feiticeiro Amarelo», com ilustração inédita do pintor Júlio Resende, Outubro de 2009, Animedições.
    • «Num Tempo em que os Animais Falam», ilustração inédita da pintora Gracinda Candeias, Março de 2010, Animedições.
    • «Viagem de José pelo Mundo dos Sonhos», pinturas de Armando Alves e José de Guimarães, ilustração inédita de António Barros (em colaboração com Diogo Araújo de 5 anos), Paulo Neves e Rui Paiva, Dezembro de 2010, Animedições.
    • «Quem Chama pelo Galo Preto? Aventuras de um galo com dentes», ilustração inédita da pintora Emília Nadal, Setembro de 2011, Animedições.
    • «Tempo de magia - Duendes, Elfos e Gnomos para adormecer sem medo», ilustração inédita do arquitecto Álvaro Siza e dos artistas plásticos Dulce Barata Feyo, Eduardo Nery, Fernando Veloso, Júlia Pintão, Mide Plácido, Margarida Leão e Henrique Silva, em colaboração com crianças e jovens (Afonso Corrêa Pacheco, Afonso Côrte-Real Pimenta, João Cruz e Simão Machado Ferreira, Catarina Osório, Débora Maria Barata Feyo e Sebastião Machado Ferreira), Novembro de 2011, Animedições.
    • «Osvaldo Encantador de Cobras e Lagartos», com capa de José Rodrigues e desenhos de crianças e jovens portugueses e angolanos (Afonso Corrêa Pacheco, Ana Duarte, Francisco Alfredo Chimuando, Kassia Sousa, Margarida Gomes Ribeiro, Simão Leão Machado Ferreira e Sueli Sousa), Setembro de 2012, Animedições.
  • Bibliografia adulto-juvenil

Romance

  • «Voando nas Asas de um Pombo Verde. Em Viagem por Angola (1917-2013)», com ilustração de Isabel Mourão, Dezembro de 2013, Animedições.

Poesia

  • «Experiências da Alma por Trilhos de Sal com Pimenta», ilustrado com fotografia da série «Mar e Céu» de Alberto Plácido (Março de 2017, Animedições).
  • Bibliografia micro narrativas ficcionais / obra colectiva: «SMS - Colectânea de Micro Narrativas Ficcionais» (Chiado, 2019).
  • Bibliografia poesia / antologias: «Entre o Sono e o Sonho» (Chiado Editora, 2016); «Solstícios e Equinócios» (Edições Vieira da Silva, 2016); «2.º Concurso Literário» (Edições Vieira da Silva, 2018), «Liberdade» (Chiado Editora, 2019).
  • Bibliografia contos / antologias: «A Magia das Chaves» (Edições Vieira da Silva, 2013); «Natalícia» e «Vi(r)agem» (Editorial Novembro, 2016).
  • Bibliografia ilustração: «Pequenos Gestos, Grandes Corações» (Ajudaris 2012).
  • Dissertação de mestrado em Artes Decorativas
    • «Ambientes Decorativos Românticos de Casas Nobres do Norte de Portugal: Expressões Oitocentistas e sua Permanência até ao Século XX», Universidade Católica Portuguesa (Pólo do Porto), 2008-09[8].
  • Tese de doutoramento em Estudos sobre a História da Arte e da Música
    • «Impressões sobre a Arte e o Património nas Cidades Europeias mais Visitadas por Viajantes Portugueses (Londres, Madrid, Nápoles e Paris): Notas para o Estudo de uma Sensibilidade Estética (1860-1910)», Universidade de Santiago de Compostela, 2014[9].
  • Participação na exposição «Livre Mente», comissariada por Sérgio Almeida e patente na III Bienal Internacional de Arte Gaia 2019, com a obra de pintura «Lua Azul», técnica mista s/tela, 65x54 cm, realizada em colaboração com o filho Afonso Corrêa Pacheco (2019).

EntrevistasEditar

Referências

Ligações externasEditar