Abrir menu principal
Henry Cejudo
OCPA-2005-03-29-125957.jpg
Henry Cejudo
Informações
Nascimento 9 de fevereiro de 1987 (32 anos)
Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano
Outros nomes The Messenger
Altura 1,63 m
Peso 57 kg
Envergadura 1,66 m
Modalidade Luta livre olímpica
Cartel nas artes marciais mistas
Total 15
Vitórias 13
Por nocaute 5
Por decisão 8
Derrotas 2
Por nocaute 1
Por decisão 1
Página oficial:
última atualização: 5 de agosto de 2018
Medalhista
Competindo por  Estados Unidos
Wrestling
Jogos Olímpicos
Ouro Pequim 2008 –55 kg
Jogos Pan-Americanos
Ouro Rio de Janeiro 2007 –55 kg

Henry Carlos Cejudo (Los Angeles, 9 de fevereiro de 1987) é um freestyle wrestler, medalhista de ouro olímpico e lutador de artes marciais mistas.[1] Se tornou medalhista de ouro olímpico aos 21 anos de idade, o mais jovem lutador americano a conseguir tal feito.[2] Cejudo atualmente é campeão nas categorias peso-mosca e peso-galo do UFC.

Índice

BiografiaEditar

Cejudo, o caçula de seis filhos, nasceu em 9 de fevereiro de 1987, em South Central Los Angeles, Califórnia, filho de pais mexicanos. O pai de Cejudo, que estava freqüentemente no sistema penal da Califórnia, estava ausente da vida de Henry começando em uma idade jovem. Em 1991, a mãe de Henry tomou a decisão de se mudar para Las Cruces, Novo México, para criar os seis filhos sozinha. Ela frequentemente tinha que trabalhar em vários lugares para pagar as despesas. Como resultado, na infância de Henry sua família sempre de deslocava de um estado para outro, até que finalmente se estabeleceu em Phoenix, Arizona.

Cejudo e seus irmãos cresceram em alguns dos bairros mais pobres de Los Angeles, Las Cruces, e Phoenix. Todas as seis crianças dormiam no chão e muitas vezes não sabia onde sua próxima refeição viria. Motivado pelas dificuldades da sua infância, Henry se esforçou na escola e no atletismo. Embora tudo parecer dificil para ele, ele usou a luta para mantê-lo longe de problemas. O irmão de Henry, Angel, apresentou-o para o esporte Wrestling (luta-livre). Desde o início ele estava determinado a provar a si mesmo para o mundo e para o pai que ele nunca conheceu. Impulsionado pelo desejo, Henry estava focado em vencer os campeonatos Mundiais e Olímpicos.

Henry e seu irmão dominaram nas competições, enquanto freqüentava o ensino médio. Impressionado com suas realizações, o treinador de freestyle wrestling de desenvolvimento nacional para os EUA Wrestling os convidou para participar do programa de freestyle no Centro Olímpico de Treinamento em Colorado Springs, Colorado.

Henry completou o colégio enquanto participava do programa. Após a formatura, ele pegou a estrada ousada e altamente incomum para o ouro olímpico, que precede a rota habitual de um programa de luta livre colegiado. Henry começou a treinar em tempo integral no Centro Olímpico de Treinamento para se preparar para os Olimpíadas de Verão de 2008. Ele então passou a representar os EUA nos Jogos Olímpicos de Pequim e trouxe para casa o ouro. Henry não só conseguiu seu sonho de se tornar um campeão olímpico, mas também fez história ao se tornar o mais jovem lutador americano a ganhar uma medalha de ouro olímpica.

Henry também tem um sobrinho chamado Adrian Cordova que foi duas vezes campeão de Wrestling do estado do Colorado.

Carreira no WrestlingEditar

Henry venceu quatro campeonatos estaduais de wrestling no colegial (dois em Colorado, dois no Arizona). Ele foi premiado com o título ASICS de Wrestler Nacional do Ano no Ensino Médio (2006).

Ele participou de dois Campeonatos Mundias de Juniores, sendo o quinto colocado em 2005 e segundo em 2006. No mesmo ano, Henry se tornou o primeiro colegial a ganhar a US Nationals desde que o EUA Wrestling tornou-se órgão nacional do esporte em 1983.[3] Cejudo decidiu deixar o wrestling no nível universitário e aceitou uma oferta dos EUA luta para treinar em suas principais instalações em Colorado Springs, Colorado.[4] Henry venceu o Campeonato Pan-Americano em março de 2008.[5] Henry Cejudo é o caçula de sete irmãos, incluindo Angel Cejudo, quatro vezes campeão estadual pelo Colégio de Maryvale, em Phoenix, no Arizona.

Olimpíadas de 2008Editar

Henry se qualificou para as Olimíadas na categoria de 55 kg (121 libras). Ele entrou na competição no décimo sexto round. Em sua primeira partida eliminatória, contra Radoslav Velikov, atleta da Bulgária, Henry perdeu o primeiro período, por 2-1, e foi forçado a ganhar ambos os períodos restantes para vencer a partida.[6]

Nas quartas de final, Henry enfrentou o atleta da Geórgia, Besarion Gochashvilli e novamente perdeu o primeiro período, mas se recuperou para vencer os dois últimos períodos de avançar.[7]

Nas semifinais, Henry novamente foi forçado a vencer os dois últimos períodos, mas conseguiu repetir o feito pela terceira vez no torneio, derrotando o lutador Namig Sevdimov, do Azerbaijão para avançar para o jogo da medalha de ouro.[6]

Na final, Cejudo enfrentou o japônes Tomohiro Matsunaga e, pela primeira vez no torneio, foi capaz de vencer os dois primeiros períodos que garantiu a medalha de ouro.[8]

Qualificatórias para as Olimpíadas de 2012Editar

Depois de perder nas eliminatórias das Olimpíadas de 2012, Henry Cejudo tirou os sapatos sobre o tapete e os jogou para a multidão, aposentando-se oficialmente do wrestling. Imediatamente no final da partida que ele perdeu, a multidão de fãs na arena o aplaudiu de pé para reconhecer suas realizações. Como ele tirou os sapatos, o rugido de aplausos cresceu e continuou a subir, ao sair do tatame.

Campeonatos e realizações no WrestlingEditar

2005

  • Campeão do Torneio NYAC Holiday
  • Quinto lugar no Sunkist Kids International Open
  • Quinto lugar no Campeonato Mundial de Juniores

2006

  • ASICS Wrestler Nacional do Ano no Ensino Médio
  • Segundo lugar no Campeonato Mundial de Juniores
  • Pimeiro lugar nas qualificatórias para o FILA Campeonato Mundial de Juniores
  • Medalista de ouro no Campeonato Pan-Americano
  • Segundo lugar nas qualificatórias para o Seleção Mundial dos EUA
  • Campeão Nacional nos EUA

2007

  • Medalista de ouro nos Jogos Pan-Americanos
  • Primeiro lugar nas qualificatórias para o Seleção Mundial dos EUA
  • DNP at the World Championships
  • Campeão Nacional nos EUA
  • Quinto lugar no Torneio International de Kiev
  • Segundo lugar na Copa de Takhti (Irã)
  • Terceiro lugar no Torneio International Ivan Yarygin (Rússia)

2008

  • Medalhista de ouro olímpico - mais jovem campeão de luta livre olímpica na história dos EUA
  • Medalista de ouro Campeonato Pan-Americano
  • Vice-campeão Nacional nos EUA
  • Primeiro lugar nas qualificatórias para o Seleção Mundial dos EUA

2012

  • Depois de ficar com 2-1 nas qualificatórias, Henry perde para Nick Simmons, eliminando a chance de fazer parte da equipe olímpica
  • Em vez de deixar normalmente os sapatos na esteira significando aposentadoria, ele os jogou para mutidão de pé no Carver-Hawkeye Arena

Outros títulos no Wrestling

  • Quatro vezes campeão estadual (duas vezes no estado do Arizona, e duas no estado do Colorado).
  • Duas vezes membro do ASICS High School First Team
  • Primeiro wrestler colegial a vencer o Nacional dos EUA desde que o USA Wrestling tornou-se órgão nacional do esporte em 1983.
  • Nacionalmente classificado como número um na categoria 55 kg pela revista International News
  • Campeão do Rocky Mountain Nationals

Carreira no MMAEditar

InícioEditar

Em 30 de janeiro de 2013, Cejudo anunciou em sua página no Twitter que ele tinha planos para começar a treinar para lutar MMA.[9][10] Apesar de lutar com 55 quilos durante sua carreira de wrestling, Cejudo lutou na categoria 61 quilos em sua estreia no MMA.[11] Ele derrotou Michael Poe por finalização devido a socos em sua estreia no MMA em 2 de março de 2013, pelo World Fighting Federation no Arizona.[12]

Durante o ano, Cejudo acumulou uma invencibilidade de 6-0, com três vitórias por nocaute técnico, uma por finalização e duas por decisão. Antes de assinar com o UFC, Cejudo foi listado como a maior promessa peso-galo no MMA Prospects Report 2013.[13]

Ultimate Fighting ChampionshipEditar

Em 25 de julho de 2014, Cejudo assinou contrato com o UFC.[14] Ele é o terceiro wrestler olímpico medalhista de ouro na história da organização, depois de Mark Schultz e Kevin Jackson.[15] Cejudo era esperado para enfrentar Scott Jorgensen em 30 de agosto de 2014 no UFC 177.[16] No entanto, devido a problemas médicos no dia da pesagem, Cejudo foi forçado a sair da luta e a luta foi posteriormente cancelada.[17] Com isto, e sua história de perder peso, o presidente Dana White disse que Cejudo deveria lutar no peso-galo ou deixar o UFC.[18]

Em sua estréia, Cejudo enfrentou Dustin Kimura, na categoria peso-galo em 13 de Dezembro de 2014, no UFC on Fox 13.[19] Ele venceu a luta por decisão unânime.

Cejudo retornou aos moscas e enfrentou logo de cara o ex-desafiante Chris Cariaso em 14 de Março de 2015 no UFC 185, que ele venceu por decisão unânime sem maiores dificuldades.

Cejudo enfrentou Chico Camus em 13 de Junho de 2015 no UFC 188 e venceu por decisão unânime.

Cejudo era esperado para enfrentar o ex-desafiante Joseph Benavidez em 5 de Setembro de 2015 no UFC 191. No entanto, o UFC mudou seus planos e Cejudo enfrentou Jussier Formiga em 21 de Novembro de 2015 no The Ultimate Fighter: América Latina 2 Finale. Ele venceu a luta por decisão dividida.

Cejudo teve a chance de conquista o cinturão peso mosca em 23 de Abril de 2016 no UFC 197. contra o campeão Demetrious Johnson. Cejudo acabou nocauteado no inicio do 1° round.

Campeão do UFCEditar

No dia 5 de agosto de 2018, no UFC 227, Cejudo venceu Demetrious Johnson por decisão dividida dos juízes. Ambos os lutadores ganharam o prêmio de Luta da Noite, recebendo US$ 50 mil.[20] Depois da luta ele pediu o vencedor da luta entre Dillashaw vs Garbrandt.

Cartel no MMAEditar

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 15-2   Marlon Moraes Nocaute Técnico (cotoveladas) UFC 238: Cejudo vs. Moraes 08/06/2019 3 4:51   Chicago, Illinois Ganhou o Cinturão Peso Galo Vago do UFC. Performance da Noite.
Vitória 14-2   TJ Dillashaw Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Cejudo vs. Dillashaw 19/01/2019 1 0:32   Brooklyn, Nova Iorque Defendeu o Cinturão Peso Mosca do UFC; Performance da Noite.
Vitória 13-2   Demetrious Johnson Decisão (dividida) UFC 227: Dillashaw vs. Garbrandt II 04/08/2018 5 5:00   Los Angeles, Califórnia Ganhou o Cinturão Peso Mosca do UFC; Luta da Noite.
Vitória 12-2   Sergio Pettis Decisão (unânime) UFC 218: Holloway vs. Aldo II 02/12/2017 3 5:00   Detroit, Michigan
Vitória 11-2   Wilson Reis Nocaute (socos) UFC 215: Nunes vs. Shevchenko II 09/09/2017 2 0:25   Edmonton, Alberta Performance da Noite.
Derrota 10-2   Joseph Benavidez Decisão (dividida) The Ultimate Fighter 24 Finale 03/12/2016 3 5:00   Las Vegas, Nevada Cejudo perdeu 1 ponto por repetidas faltas.
Derrota 10-1   Demetrious Johnson Nocaute Técnico (joelhadas e socos) UFC 197: Jones vs. St.Preux 23/04/2016 1 2:49   Las Vegas, Nevada Pelo Cinturão Peso Mosca do UFC.
Vitória 10-0   Jussier Formiga Decisão (dividida) The Ultimate Fighter América Latina 2 Finale 21/11/2015 3 5:00   Monterrey
Vitória 9-0   Chico Camus Decisão (unânime) UFC 188: Velasquez vs. Werdum 13/06/2015 3 5:00   Cidade do México
Vitória 8-0   Chris Cariaso Decisão (unânime) UFC 185: Pettis vs. dos Anjos 14/03/2015 3 5:00   Texas Retornou ao Peso Mosca.
Vitória 7-0   Dustin Kimura Decisão (unânime) UFC on Fox: dos Santos vs. Miocic 13/12/2014 3 5:00   Arizona Estreia no UFC; Retorno aos Galos.
Vitória 6-0   Elias Garcia Decisão (unânime) Legacy FC 27 31/01/2014 3 5:00   Texas Estreia no Peso Mosca; Cejudo não bateu o peso.
Vitória 5-0   Ryan Hollis Decisão (unânime) Legacy FC 24 11/10/2013 3 5:00   Texas Peso Casado (128lbs).
Vitória 4-0   Miguelito Marti Nocaute Técnico (socos) Gladiator Challenge: American Dream 18/05/2013 1 1:43  California
Vitória 3-0   Anthony Sessions Nocaute Técnico (socos) WFF 10: Cejudo v Sessions 19/04/2013 1 4:23  Arizona Ganhou o cinturão Peso Galo do WFF.
Vitória 2-0   Sean Henry Barnett Nocaute Técnico (socos) Gladiator Challenge: Battleground 24/03/2013 1 4:55   California
Vitória 1-0   Michael Poe Nocaute Técnico (socos) WFF MMA 02/03/2013 1 1:25   Arizona

Referências

  1. http://www.bloodyelbow.com/2013/1/30/3934064/2008-gold-medal-olympian-henry-cejudo-coming-to-mma
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 20 de agosto de 2008. Arquivado do original em 19 de setembro de 2008 
  3. http://wrestling.teamusa.org/athlete/athlete/1118
  4. «Cópia arquivada». Consultado em 19 de agosto de 2008. Arquivado do original em 22 de agosto de 2008 
  5. http://wrestling.teamusa.org/news/article/1248
  6. a b http://www.nbcolympics.com/wrestling/resultsandschedules/rsc=WRM255403/index.html
  7. http://www.nbcolympics.com/wrestling/resultsandschedules/rsc=WRM255302/index.html
  8. http://www.nbcolympics.com/wrestling/resultsandschedules/rsc=WRM255101/index.html
  9. https://twitter.com/HenryCejudo/status/296658470705438720
  10. http://www.sherdog.com/blog/Olympic-Gold-Medalist-Henry-Cejudo-MMA-Here-I-Come-49561
  11. http://www.mmajunkie.com/news/2013/01/olympic-gold-medalist-henry-cejudo-to-fight-at-135-for-spring-mma-debut
  12. http://www.sherdog.com/news/news/Olympic-Gold-Medalist-Henry-Cejudo-Cruises-in-MMA-Debut-at-World-Fighting-Federation-50577
  13. http://rankingmma.com/henry-cejudo-mma-prospects-report-2013/
  14. http://www.bloodyelbow.com/2014/7/25/5938707/ufc-signs-olympic-gold-medalist-henry-cejudo
  15. «UFC Olympic Gold medailst wrestlers». Consultado em 28 de agosto de 2014 
  16. Staff (25 de julho de 2014). «Henry Cejudo Signs With the UFC, Will Meet Scott Jorgensen at UFC 177». cagepotato.com. Consultado em 25 de julho de 2014 
  17. MMAJunkie Staff (29 de agosto de 2014). «Medical issue forces Henry Cejudo out of UFC 177 fight with Scott Jorgensen». mmajunkie.com. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  18. "Former Olympian Henry Cejudo Must Move to 135 to Continue Fighting in the UFC", by C.J. Tuttle, Sherdog.com
  19. Dave Doyle (20 de outubro de 2014). «Henry Cejudo meets Dustin Kimura in UFC on FOX 13 bantamweight bout». mmafighting.com. Consultado em 20 de outubro de 2014 
  20. Tatame (5 de agosto de 2018). «Moicano, TJ Dillashaw, Johnson e Cejudo levam bônus em Los Angeles». terra.com.br. Consultado em 5 de agosto de 2018 

Ligações externasEditar