Abrir menu principal
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2013). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Scott Jorgensen
Informações
Nome
completo
Scott Roger Jorgensen
Nascimento 17 de setembro de 1982 (37 anos)
Estados Unidos Utah
Nacionalidade Americano
Outros nomes Young Guns
Altura 1.63 m
Peso 62 kg
Divisão Peso Galo
Envergadura 168 cm
Posição Destro
Luta por Boise, Idaho
Equipe Drive Training Center, Combat Center
Graduação      Faixa Roxa de Jiu Jitsu Brasileiro
Período em
atividade
2006-presente
Cartel nas artes marciais mistas
Total 27
Vitórias 15
Por nocaute 2
Por finalização 5
Por decisão 8
Derrotas 12
Por nocaute 2
Por finalização 4
Por decisão 6
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog

Scott Roger Jorgensen é um lutador de MMA americano, atualmente ele compete no Peso Galo do Ultimate Fighting Championship.[1] Jorgensen atualmente está em #6 no ranking dos Galos de acordo com o site Sherdog.


BackgroundEditar

Jorgensen começou a lutar no 3° grau e continuou no Wrestling na faculdade Boise State University.

Jorgensen foi diagnosticado com vitiligo. De acordo com Jorgensen em uma entrevista ao site MMARecap.com: "É só uma desordem de pigmentação que, basicamente, o meu sistema imunológico combate as células de pigmento e perde a sua cor". Em outra entrevista, ele fala sobre quando notou pela primeira vez que isso acontece. "Tudo começou na nona série. Notei uma pequena mancha no meu pulso e eu não penso muito nisso. Minha mãe se ofereceu para me levar a um médico, mas eu não queria ir. Isso me incomoda porque eu não sabia como explicar isso para as pessoas ... e algumas pessoas eram ignorantes. Então, eu só me envolvi com o que eu faço melhor, que é estar lutando, e eu sempre tive muitos amigos. Chegou a um ponto em que eu decidi que iria me aceitar ou senão as outras pessoas não iriam por causa da minha pele, então você tem problemas maiores do que eu. Eu não me importo, não me incomoda. É algo que me faz quem eu sou".

Carreira no MMAEditar

Jorgensen começou sua carreira no MMA em eventos promocionais de sua região, incluindo X-Fighting Championships, Alaska Fighting Championships, Ring of Fire e ShoXC.

World Extreme CagefightingEditar

Jorgensen fez sua estréia no WEC contra Damacio Page no WEC 32, perdeu por Decisão Unânime, durante a luta foi relatado que Jorgensen sofria de problemas de saúde por causa de seu vitiligo. Jorgensen, em seguida venceu seus dois combates contra os veteranos Kenji Osawa e Frank Gomez.

Jorgensen em seguida perdeu por Decisão Dividida para Antonio Banuelos no WEC 41 em uma luta denomiada por Reed Harris como uma das melhores lutas do ano de 2009.

Jorgensen era esperado para enfrentar Rafael Rebello em 2 de Setembro de 2009 no WEC 43. Porém, Rebello foi obrigado a se retirar da luta e foi substituído por Noah Thomas. Jorgensen venceu Thomas por Nocaute no primeiro round.

Jorgensen venceu Takeya Mizugaki em 19 de Dezembro de 2009 no WEC 45, por Decisão Unânime. A luta recebeu o prêmio de Luta da Noite.

O próximo oponente de Jorgensen foi Chad George em 6 de Março de 2010 no WEC 47. Ele venceu por Finalização aos 0:31 secgundos do primeiro round.

Jorgensen enfrentou Antonio Banuelos em uma revanche em 24 de Abril de 2010 no WEC 48, substituíndo o lesionado Damacio Page. Jorgensen venceu por Decisão Unânime.

Jorgensen venceu Brad Pickett por Decisão Unânime em 18 de Agosto de 2010 no WEC 50.

Jorgensen finalmente ganhou o title shot e enfrentou o campeão Dominick Cruz em 16 de Dezembro de 2010 no último evento do WEC, o WEC 53. O vencedor da luta se tornaria o Campeão Final Peso Galo do WEC e o primeiro Campeão Peso Galo do UFC. Jorgensen perdeu por Decisão Unânime.

Ultimate Fighting ChampionshipEditar

Em Outubro de 2010, O World Extreme Cagefighting se fundiu com o Ultimate Fighting Championship. Como parte da fusão, todos os lutadores do WEC foram lutar no UFC.

Jorgensen enfrentou Ken Stone em 4 de Junho de 2011 no The Ultimate Fighter 13 Finale. Jorgensen venceu a luta por Nocaute no primeiro round.

Jorgensen enfrentou Jeff Curran em 29 de Outubro de 2011 no UFC 137. Ele venceu a luta por Decisão Unânime.[2]

Jorgensen enfrentou Renan Barão em 4 de Fevereiro de 2012 no UFC 143. Ele perdeu a luta por Decisão Unânime.[3]

Jorgensen enfrentou Eddie Wineland em 8 de Junho de 2012 no UFC on FX: Johnson vs. McCall. Wineland derrotou Jorgensen por Nocaute no segundo round, a luta rendeu aos dois lutadores o prêmio de Luta da Noite.[4]

Jorgensen enfrentou John Albert em 8 de Dezembro de 2012 no UFC on Fox: Henderson vs. Diaz. Jorgensen venceu a luta por Finalização no primeiro round e ganhou o prêmio de Finalização da Noite e Luta da Noite.[5]

Jorgensen enfrentou Urijah Faber em 13 de Abril de 2013 no The Ultimate Fighter: Team Jones vs. Team Sonnen Finale. Jorgensen foi finalizado por Faber em um mata leão no quarto round.

Jorgensen era esperado para fazer sua estréia no Peso Mosca contra Ian McCall em 14 de Dezembro de 2013 no UFC on Fox: Johnson vs. Benavidez II, porém, McCall se lesionou e foi substituído por John Dodson.[6] Porém, Dodson também se lesionou e teve que ser substituído pelo estreante no UFC e ex-Campeão Peso Galo do Bellator Zach Makovsky. Jorgensen perdeu a luta por decisão unânime.

Jorgensen enfrentou o brasileiro Jussier Formiga em 23 de Março de 2014 no UFC Fight Night: Shogun vs. Henderson II.[7], e foi derrotado no primeiro round por finalização.

Jorgensen enfrentou Danny Martinez em 7 de Junho de 2014 no UFC Fight Night: Henderson vs. Khabilov. Ele venceu por decisão unânime, assim encerrando sua sequência de três derrotas.

Ele era esperado para enfrentar o medalhista olímpico Henry Cejudo em 30 de Agosto de 2014 no UFC 177. No entanto, uma lesão tirou Cejudo do evento no dia da pesagem. Jorgensen enfrentou Wilson Reis em 25 de Outubro de 2014 no UFC 179 e foi derrotado por finalização com um triângulo de braço ainda no primeiro round.

Jorgensen voltou aos galos e enfrentou Manny Gamburyan em 15 de Julho de 2015 no UFC Fight Night: Mir vs. Duffee. Ele foi derrotado por decisão unânime.

Jorgensen sofreu sua terceira derrota seguida ao perder para Alejandro Perez em 21 de Novembro de 2015 no The Ultimate Fighter: América Latina 2 Finale por nocaute técnico ocasionado por uma desistência no tornozelo.

Cartel no MMAEditar

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Derrota 15-12   Alejandro Pérez Finalização (desistência) TUF América Latina 2 Finale 21/11/2015 2 4:26   Monterrey
Derrota 15-11   Manny Gamburyan Decisão (unânime) UFC Fight Night: Mir vs. Duffee 15/07/2015 3 5:00   San Diego, California Volta aos galos.
Derrota 15-10   Wilson Reis Finalização (triângulo de braço) UFC 179: Aldo vs. Mendes II 25/10/2014 1 3:28   Rio de Janeiro
Vitória 15-9   Danny Martinez Decisão (unânime) UFC Fight Night: Henderson vs. Khabilov 07/06/2014 3 5:00   Albuquerque, New Mexico Luta da Noite.
Derrota 14-9   Jussier Formiga Finalização (mata leão) UFC Fight Night: Shogun vs. Henderson II 23/03/2014 1 3:07   Natal
Derrota 14-8   Zach Makovsky Decisão (unânime) UFC on Fox: Johnson vs. Benavidez II 14/12/2013 3 5:00   Sacramento, California Estreia nos Moscas.
Derrota 14-7   Urijah Faber Finalização (mata leão) The Ultimate Fighter 17 Finale 13/04/2013 4 3:16   Las Vegas, Nevada
Vitória 14–6   John Albert Finalização (mata leão) UFC on Fox: Henderson vs. Diaz 08/12/2012 1 4:59   Seattle, Washington Finalização da Noite; Luta da Noite
Derrota 13–6   Eddie Wineland Nocaute (socos) UFC on FX: Johnson vs. McCall 08/06/2012 2 4:10   Sunrise, Florida Luta da Noite
Derrota 13–5   Renan Barão Decisão (unânime) UFC 143: Diaz vs. Condit 04/02/2012 3 5:00   Las Vegas, Nevada
Vitória 13–4   Jeff Curran Decisão (unânime) UFC 137: Penn vs. Diaz 19/10/2011 3 5:00   Las Vegas, Nevada
Vitória 12-4   Ken Stone Nocaute (socos) The Ultimate Fighter 13 Finale 04/06/2011 1 4:01   Las Vegas, Nevada
Derrota 11–4   Dominick Cruz Decisão (unânime) WEC 53: Henderson vs. Pettis 16/12/2010 5 5:00   Glendale, Arizona Pelo Cinturão Peso Galo do WEC e Cinturão Peso Galo do UFC.
Vitória 11–3   Brad Pickett Decisão (unânime) WEC 50: Cruz vs. Benavidez 18/08/2010 3 5:00   Las Vegas, Nevada Luta da Noite
Vitória 10–3   Antonio Banuelos Decisão (unânime) WEC 48 24/04/2010 3 5:00   Sacramento, California
Vitória 9–3   Chad George Finalização (guilhotina em pé) WEC 47 06/03/2010 1 0:31   Columbus, Ohio
Vitória 8–3   Takeya Mizugaki Decisão (unânime) WEC 45 19/12/2009 3 5:00   Las Vegas, Nevada Luta da Noite
Vitória 7–3   Noah Thomas Nocaute (socos) WEC 43 10/10/2009 1 3:13   San Antonio, Texas
Derrota 6–3   Antonio Banuelos Decisão (dividida) WEC 41 07/06/2009 3 5:00   Sacramento, California
Vitória 6–2   Frank Gomez Finalização (guilhotina) WEC 38 25/01/2009 1 1:09   San Diego, California
Vitória 5–2   Kenji Osawa Decisão (unânime) WEC 35 03/08/2008 3 5:00   Las Vegas, Nevada
Derrota 4–2   Damacio Page Decisão (unânime) WEC 32 13/02/2008 3 5:00   Albuquerque, New Mexico
Vitória 4–1   Chris David Decisão (unânime) ShoXC Card de 27 de Julho de 2007 27/07/2007 3 5:00   Santa Ynez, California
Vitória 3–1   Tyler Toner Decisão (unânime) ROF 29: Aftershock 28/04/2007 3 5:00   Boulder, Colorado
Derrota 2–1   Joey Jesser Finalização (chave de braço) ROF 26: Relentless 09/09/2006 1 1:08   Colorado Springs, Colorado
Vitória 2–0   Louie Lagunsad Finalização (chave de calcanhar) ROF 25: Overdrive 29/07/2006 1 1:43   Boulder, Colorado
Vitória 1–0   Mike Morris Finalização (chave de braço) Alaska Fighting Championship 24 15/06/2006 1 1:31   Juneau, Alaska

Referências