Abrir menu principal

Heribaldo Siciliano

Engenheiro e político brasileiro
Heribaldo Siciliano
Nascimento 13 de setembro de 1878
Piracicaba
Morte 29 de março de 1943 (64 anos)
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação político

Heribaldo Siciliano (Piracicaba, 13 de setembro de 1878São Paulo, 29 de março de 1943) foi um engenheiro e político brasileiro, fundador da Viação Aérea São Paulo (VASP} em 1933, o qual foi o primeiro presidente. Também foi fundador do Instituto de Engenharia, de São Paulo, onde ingressou em 1917. Notabilizou-se pela fundação da Construtora Siciliano e Silva (1920 a 1940), a qual introduziu o concreto armado no Brasil.

Índice

BiografiaEditar

 
Monumento do Museu do Ipiranga (1922)

Era filho de Francisco Antonio Siciliano e Antonina de Mello Coelho Siciliano. Tendo perdido sua mãe muito cedo, foi educado por seu tio o Conde Alexandre Siciliano e por seu tio avô o Conde Alessandro Siciliano. Formou -se pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo no curso de Engenheiro Civil e Arquiteto no ano de 1903. Iniciou sua carreira como engenheiro chefe das oficinas da Companhia Mecânica e Importadora de São Paulo, onde ampliou suas instalações, introduzindo maquinaria moderna, passando a dirigir a seção de Construção. Era considerado na época um dos melhores arquitetos, tanto que, seu mestre, Ramos de Azevedo, não só o prestigiava como confiava a ele inúmeras construções.

Em 1920, funda com seu colega Antonio Villares da Silva, a construtora Siciliano e Silva que foi por muitos anos uma das mais importantes construtoras do Estado, especializou-se na construção de concreto armado, a qual foi pioneira. Uma das obras mais importantes da Siciliano e Silva, foi a colossal estrutura de suporte do Monumento do Museu do Ipiranga inaugurado em 1922, entre outras obras importantes como a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, o Palácio dos Correios, os então chamados “arranha-ceus", “Caio Prado” e "Condessa Siciliano".

 
Edifício Caio Prado (1925)

Em 1921 foi eleito Vereador da Câmara Municipal de São Paulo, cargo para o qual foi reconduzido por várias legislaturas. Na Câmara teve ocasião de estudar inúmeros problemas da Capital, propondo soluções as quais foram convertidas em lei, como o Código de Obras, reforma da pavimentação de paralelepípedo, para asfalto, a inspeção de veículos, embelezamento da cidade e outros. Foi sócio Fundador do instituto de Engenharia, de São Paulo, onde ingressou em 1917, onde desenvolveu trabalhos em comissões técnicas incumbidas de aprimorar e desenvolver a técnica da construção.

Presidiu por vários anos a Rádio Educadora de S. Paulo onde incentivou e divulgou a boa música e os bons artistas. Era, reconhecidamente, um profundo conhecedor da pintura, chegando a possuir urna excelente coleção de quadros.

Em 1933 funda, com vários amigos, a Viação aérea São Paulo - VASP, da qual foi primeiro presidente, mais tarde incorporada ao Governo do Estado, na administração Armando de Sales Oliveira. Heribaldo Siciliano foi autentico pioneiro da aviação civil e comercial em S. Paulo quando a VASP, sob sua direção, estabeleceu linhas regulares entre a Capital e as principais cidades do interior.

Era casado com Dona Elvira de Queiroz Barros Siciliano, tendo tido o casal de filhos, Maria Alzira Siciliano e Lauro de Barros Siciliano. Homenageado na cidade de São Paulo com a rua Heribaldo Siciliano e placas em sua homenagem na Câmara Municipal de São Paulo e no Instituto de Engenharia.

HomenagemEditar

Foi homenageado em 1979, pelos Vereadores de São Paulo com a seguinte placa:

Referências

  1. Câmara dos Vereadores de São Paulo - [1] Site da Câmara Municipal de São Paulo sobre projeto de lei de Homenagem à Heribaldo Siciliano, acessado em 11 novembro de 2016.

Ligações externasEditar

  • Currículo de Heribaldo Siciliano, disponibilizado em documento oficial expedido pela Câmara dos Vereadores de São Paulo em 1979 [2]
  • [3] Site da Biblioteca virtual do fundo de pesquisa da FAPESP, onde pesquisadores comentam de sua importância no senário econômico e politico da época.
  • [4] Livro sobre os arquitetos da Escola Politécnica de São Paulo, as páginas 93 e 94 comprovam a importância de Heribaldo Siciliano na história da cidade de São Paulo.
  • [5] V Seminário da historia da cidade e do urbanismo, página 2 comprova a importância de Heribaldo Siciliano como vereador, principalmente na criação do código de obras.