Hidrólise

Hidrólise (do grego hidro-, água, e -lysis, separação) é qualquer reação química na qual uma molécula de água quebra uma ou mais ligações químicas. O termo também pode ser usado, de maneira mais ampla, como substituição, eliminação e reação de fragmentação na qual a água é o nucleófilo.[1]

Reação genérica de hidrólise. A seta dupla indica um equilíbrio onde a hidrólise e a reação de condensação são reversíveis.

Na bioquímica, esta reação têm papel importante, onde a água é consumida para ocorrer a separação de uma molécula grande em demais componentes.

Reações de hidrólise podem ser vistas como o inverso da reação de condensação, na qual duas moléculas se ligam, formando uma terceira molécula, e há liberação de água. Já a hidrólise, por sua vez, adiciona água para efetuar a quebra de uma molécula. Algumas reações de hidratação também são hidrólises.

Tipos de HidróliseEditar

Em geral, hidrólise é um processo químico na qual uma molécula de água é adicionada a uma substância que causa que a mesma se separ em ões correspondentes. A esta separação dá-se o nome de ionização de a espécie química em questão for um ácido ou o amoníaco ou dissociação se a substância química for uma base.

Em solução aquosa, sais existem na forma de íons, isto ocorre pois são eletrólitos fortes. Ao dissolver um sal em água, não necessariamente a solução terá caráter neutro, este resultado depende das propriedades ácido-base. Essas propriedades são consequência da reação de seus íons com a água, produzindo íons H3O+ (hidrônio) ou OH- (hidróxido) na solução aquosa. A reação de produção desses íons é chamada de hidrólise.

O acetado de sódio, por exemplo, dissocia em água formando íons de sódio e de acetato. O sódio reage bem pouco com íons hidróxido enquanto o acetato se liga ao hidrônio, formando ácido acético. Nesse caso, por haver excesso de íons hidróxido, a solução terá caráter básico.

Ácidos fortes também sofrem hidrólise. O ácido sulfúrico em água sofre hidrólise formando hidrônio e bissulfato (base conjugada do ácido sulfúrico).

Hidrólise de Ésteres e AmidasEditar

Muitas hidrólises podem sofrer catalização ácido-base. As hidrólises de ésteres e amidas podem ser catalisadas por ácido e promovidas por base. A hidrólise ocorre quando o nucleófilo ataca o carbono do grupo carbonil do éster ou da amida.

Um ácido pode catalisar a hidrólise com a protonação do oxigênio carbonílico, isto aumenta a susceptibilidade do carbono ao ataque nucleofílico.

ReferênciasEditar

  1. Gold, Victor, ed. (2019). The IUPAC Compendium of Chemical Terminology: The Gold Book (em inglês) 4 ed. Research Triangle Park, NC: International Union of Pure and Applied Chemistry (IUPAC) 
  Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ver tambémEditar