Abrir menu principal
Deutschlandlied
Das Lied der Deutschen
Português:  Canção da Alemanha
A Canção dos Alemães

Hino Nacional  Alemanha
Letra August Heinrich Hoffmann von Fallersleben, 1841
Composição Joseph Haydn, 1797
Adotado 1922

Das Lied der Deutschen (em português, 'A canção dos alemães') ou Deutschlandlied ('Canção da Alemanha') é uma canção que se tornou o hino nacional da Alemanha.


HistóriaEditar

A letra de Deutschlandlied foi escrita em 1841, pelo professor August Heinrich Hoffmann von Fallersleben, sobre a melodia do Quarteto do Imperador (Quarteto de Cordas em dó, Op. 76,3), composto por Joseph Haydn em 1797. Fallersleben era republicano e um fervoroso partidário da unificação alemã, características que o tornavam politicamente subversivo num país fragmentado em mais de 20 pequenas monarquias e cidades-estados. Perseguido por suas ideias e atividades políticas, refugiara-se na ilha de Heligolândia, no Mar do Norte, onde o poema foi escrito. Mesmo após a unificação da Alemanha, a composição de Fallersleben foi ignorada, e, durante muito tempo, o Segundo Reich (1871-1918) nem sequer tinha um hino nacional oficial. Mas Deutschlandlied acabou por se tornar, informalmente, o hino nacional, constituindo-se, naquele momento, como a melhor expressão do sentimento patriótico dos alemães.

Em 1918, terminada a Primeira Guerra Mundial, o Império Alemão também chega ao fim, sendo sucedido pela República de Weimar, cujo primeiro Presidente, Friedrich Ebert, decide elevar, formalmente, a Deutschlandlied à condição de hino nacional, em 1922.

Durante o Terceiro Reich (1933-1945), a primeira estrofe da letra da canção ("Deutschland über alles...") era usada como hino nacional, sempre seguida de Horst-Wessel-Lied - o hino do Partido Nacional Socialista (NSDAP), que hoje é proibido na Alemanha.

Após o fim da Segunda Guerra e a partilha da Alemanha entre os Aliados (1949), a República Democrática Alemã (RDA, a Alemanha Oriental) adotou "Auferstanden aus Ruinen" ('Reerguidos das ruínas') como hino nacional, enquanto a República Federal da Alemanha (RFA, a Alemanha Ocidental) não teve, de imediato, um hino nacional.

Finalmente, em 1952, Deutschlandlied foi reconhecida como hino nacional da Alemanha Ocidental. Numa troca de correspondência entre o primeiro Presidente Federal, Theodor Heuss, e o Chanceler Federal, Konrad Adenauer, estabeleceu-se que "em solenidades oficiais, cantar-se-á a terceira estrofe." A primeira estrofe deveria ser evitada, por conter os versos "Deutschland, Deutschland über alles, Über alles in der Welt" ('Alemanha, Alemanha acima de tudo/ Acima de tudo no mundo'), o que poderia remeter à crença na superioridade germânica - algo imperdoável, em pleno período de desnazificação.[1]

A correspondência trocada no período de 19 e 23 de agosto de 1991, entre o Chanceler Helmut Kohl e o Presidente da RFA, Richard von Weizsäcker,[2] confirma a tradição de Das Lied der Deutschen como exortação à unidade alemã: «Todas as estrofes da canção formam um todo, que é um documento da história alemã (...). A terceira estrofe da "Canção dos Alemães", escrita por Hoffmann von Fallersleben com a melodia de Joseph Haydn, é o Hino Nacional do Povo Alemão.»

LetraEditar

DAS LIED DER DEUTSCHEN
Letra Original em Alemão Tradução em Português
I

Deutschland, Deutschland über alles,
Über alles in der Welt,
Wenn es stets zu Schutz und Trutze
Brüderlich zusammenhält,
Von der Maas bis an die Memel,
Von der Etsch bis an den Belt
Deutschland, Deutschland über alles,
Über alles in der Welt.

II

Deutsche Frauen, deutsche Treue,
Deutscher Wein und deutscher Sang
Sollen in der Welt behalten
Ihren alten schönen Klang,
Uns zu edler Tat begeistern
Unser ganzes Leben lang.
Deutsche Frauen, deutsche Treue,
Deutscher Wein und deutscher Sang.

III

Einigkeit und Recht und Freiheit
Für das deutsche Vaterland!
Danach laßt uns alle streben
Brüderlich mit Herz und Hand!
Einigkeit und Recht und Freiheit
Sind des Glückes Unterpfand.
Blüh' im Glanze dieses Glückes,
Blühe, deutsches Vaterland.

I

Alemanha, Alemanha acima de tudo,
Acima de tudo no mundo,
Quando, sempre na defesa e resistência,
Fica unida fraternalmente,
Do Mosa ao Neman
Do Ádige ao Belt
Alemanha, Alemanha acima de tudo
Acima de tudo no mundo.

II

Mulheres alemãs, fidelidade alemã,
Vinho alemão e canto alemão
Devem manter no mundo
O seu velho e belo som,
inspirar-nos para ato nobre
durante toda a nossa vida.
Mulheres alemãs, fidelidade alemã,
Vinho alemão e canto alemão.

III

Unidade e justiça e liberdade
Para a pátria alemã.
Zelaremos todos para isso
Fraternamente com coração e mão!
Unidade e justiça e liberdade
São a garantia da felicidade.
Floresça no esplendor dessa felicidade.
Floresça pátria alemã!

Estrofe em negrito refere-se à parte oficialmente cantada como o Hino da Alemanha.

Referências

  1. Por que é tão ofensivo cantar os versos antigos do hino da Alemanha. Por Ubiratan Leal. Rodínia, 14 de fevereiro de 2017.
  2. Publicada no Boletim do Departamento de Imprensa e Informação do Governo Federal, número 89/1991, de 27 de Agosto de 1991.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Deutschlandlied
 
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Deutschlandlied