Horda

estrutura geopolítica e militar

No contexto histórico da Ásia e Europa Oriental, horda, também grafada orda, ordu, ordo ou ordon, é uma estrutura geopolítica e militar histórica que existiu na estepe euroasiática, geralmente associada a povos turcos e mongóis. Em muitos contextos é uma entidade equivalente a um clã ou tribo. Um termo que, num contexto mais relacionado com organização geopolítica ou entidade nacional, é muitas vezes usado como sinónimo é ulus, que significa "nação" ou "país" em turco, mas que também pode ser "povo";[1] na mesma língua, ordu significa "exército".[2]

Em mongol, ordo, ordu ou ordon significa "corte"[3] e, por exemplo, na atualidade o palácio do governo da Mongólia chama-se Zasgiin gazriin ordon. Em português, como na generalidade das línguas europeias, a palavra tem também o significado de bando indisciplinado, turba ou grupo de muitas pessoas.[4]

Algumas hordas com mais sucesso militar e político deram origem a canatos, como foi o caso, por exemplo, da Horda Dourada, Horda Branca, Horda Azul e da Horda Nogai.[5]

Frequentemente, as hordas formavam-se quando famílias estabelecidas em auls (aldeias fortificadas) se mudavam por considerarem impossível sobreviver na área. Era comum que os períodos de seca coincidissem com o aumento do número de hordas. Estas eram patriarcais, em que os membros masculinos constituíam um exército. Algumas hordas obtinham o seu sustento dos seus rebanhos, enquanto que outras viviam da pilhagem. Na sequência das guerras, algumas hordas eram destruídas e outras assimiladas. Em algumas ocasiões, aquelas que tiveram mais sucesso, assimilaram grande parte das restantes hordas da estepe eurasiática e dedicaram-se a fazer razias às entidades nacionais suas vizinhas. Algumas dessas hordas deixaram marcas na história, como foi o caso da Horda Dourada.[6]

EtimologiaEditar

Etimologicamente, o termo "horda" deriva do turcomano ordu, que podia significar campo, palácio, tenda ou "sede do poder"[7] ou "corte real".[8][9] A palavra chegou às línguas eslavas orientais através do tártaro e deu origem ao termo "horda" das línguas europeias ocidentais. O "h" inicial, presente em todas as línguas europeias ocidentais, provavelmente deve-se ao facto do termo polaco (horda) ter "h". "Urdu", o nome duma língua falada no subcontinente indiano, também deriva da palavra turcomana.[10]

Notas e referênciasEditar

  1. «ulus» (em inglês). Tureng. Turkish-English Dictionary. Consultado em 4 de novembro de 2020 
  2. «ordu» (em inglês). Tureng. Turkish-English Dictionary. Consultado em 4 de novembro de 2020 
  3. Fleet 2009, p. 52.
  4. «horda». Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Infopédia 
  5. Soucek 2000, p. 195.
  6. Howorth 2008,[falta página].
  7. Hartog 1996,[falta página].
  8. Kohn 2008, p. 25.
  9. van Ruysbroeck di Piano Carpini
  10. «horde», Oxford English Dictionary (em inglês), 1989 

BibliografiaEditar

 
O Wikcionário tem o verbete horda.