Igreja de São Frei Pedro Gonçalves


A Igreja de São Frei Pedro Gonçalves, é um templo católico localizado no Largo de São Frei Pedro Gonçalves (onde se inclui a Igreja, os casarios construídos entre o fim do século XIX e início do século XX e o Hotel Globo, primeiro hotel construído no Estado da Paraíba). No alto da colina do antigo Porto do Varadouro, em frente ao rio Sanhauá; no Centro Histórico de João Pessoa, capital do estado brasileiro da Paraíba. Destaca-se pela arquitetura de traços ecléticos, com influência neoclássica.

Igreja de São Frei Pedro Gonçalves
Tipo igreja, convento
Inauguração 1843 (177 anos)
Geografia
Coordenadas 7° 6' 46.4" S 34° 53' 19.0" O
Localização João Pessoa
País Brasil

HistóriaEditar

 
Igreja de São Frei Pedro Gonçalves vista do Rio Sanhauá.

A igreja atual foi construída em 1843, foi edificada por mão de obra escrava, mas com recursos provenientes de contribuições de comerciantes e pescadores, que se instalavam na antiga Rua Direita (atual Rua Duque de Caxias). O templo tem como seu padroeiro, São Frei Pedro Gonçalves, espanhol, canonizado pela Igreja Católica no século XII, padre da Ordem dos Pregadores, também conhecida como "frades dominicanos". A ele é atribuída a proteção aos navegantes e marinheiros. Este santo também é um dos patronos de Buenos Aires, capital da Argentina. Nos países de língua espanhola, ele é conhecido por seu segundo sobrenome: San Telmo.[1]

Durante a restauração da igreja, no período entre 2000 e 2002, foram identificadas ruinas de uma construção realizada no fim do século XVII, precisamente 1692. Durante as escavações na parte interna e em seus arredores, ocorrida no mesmo período da restauração, foram encontradas vestígios de construções do período da fundação da então Capitania da Paraíba, no ano de 1585: uma fonte em que os arqueólogos acreditam ter abastecido a população do forte instalado próximo, túneis para drenagem de água, ossos humanos e material em ferro e cerâmica. Moedas do século XVIII também foram encontradas.[2]

A igreja foi tombada pelo IPHAEP, no dia 2 de dezembro de 1998[3], pela importante relevância histórica, cultural, religiosa, arqueóloga, turística e social, que o templo representa.

Ver TambémEditar

Referências

  1. Adm. do portal (11 de setembro de 2017). «Igreja de São Frei Pedro Gonçalves». Paraiba Criativa. Consultado em 20 de Agosto de 2018 
  2. FREE-LANCE PARA A AGÊNCIA FOLHA. «Fortaleza do século XVI é descoberta na PB». Folha de S. Paulo. Consultado em 20 de Agosto de 2018 
  3. «Igrejas e Capelas tombadas pelo IPHAEP (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba)». Arquidiocese da Paraíba. Consultado em 5 de Junho de 2019  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  Este(a) artigo sobre capela, igreja ou catedral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.