Abrir menu principal
Ilan Ramon
Nascimento 20 de junho de 1954
Ramat Gan, Israel
Morte 1 de fevereiro de 2003 (48 anos)
espaço aéreo do Texas, Estados Unidos
Nacionalidade Israel israelense
Ocupação Piloto de caça
Serviço militar
Patente Coronel FAI
Carreira espacial
Astronauta de Israel
Tempo no espaço 15d 22h 20m
Seleção 1997
Missões STS-107
Insígnia da missão STS-107 Flight Insignia.svg

Ilan Ramon (Ramat Gan, 20 de junho de 1954Texas, 1 de fevereiro de 2003) foi o primeiro astronauta de Israel e morreu junto com outros seis tripulantes a bordo da nave Columbia, que se desintegrou ao reentrar na atmosfera, em fevereiro de 2003.

Bacharel em eletrônica e engenharia de computadores pela Universidade de Tel Aviv, Ramon foi um dos melhores pilotos militares de Israel, com experiência em diversos tipos de caças de combate e interceptação, como os Mirage III e os F-16 Falcon - tendo combatido na Guerra do Yom Kippur, com apenas 19 anos (1973) - e participante do esquadrão de caças bombardeiros que destruiu a usina nuclear de Osiraq, no Iraque, em 1981 na chamada Operação Ópera.

Em 1997, então coronel da Força Aérea Israelense, integrou-se à NASA na função de especialista em cargas, e fez seu primeiro voo ao espaço na fatídica missão STS-107 do ônibus espacial Columbia, morrendo com os outros seis tripulantes, após 16 dias em órbita.

Foi condecorado postumamente com a Medalha Espacial de Honra do Congresso dos Estados Unidos e é oficialmente reconhecido como Herói Nacional de Israel.

O seu filho mais velho, o tenente Asaf Ramon, de 21 anos, morreu em 13 de setembro 2009, durante um voo de treinamento de rotina quando pilotava um caça F-16A, 3 meses depois de graduar na academia de voo da aeronáutica israelense como melhor cadete de sua classe.[1]

Referências

Ligações externasEditar