Imperial Ordem de Pedro Primeiro

ordem honorífica brasileira
(Redirecionado de Imperial Ordem de Pedro I)

A Imperial Ordem de Pedro Primeiro, Fundador do Império do Brasil foi uma ordem honorífica brasileira criada por D. Pedro I para comemorar o reconhecimento da independência do Brasil por outras nações. É considerada por muitos numismatas como a mais rara das ordens imperiais brasileiras.

Imperial Ordem de Pedro Primeiro
Classificação
País Império do Brasil
Outorgante Imperador do Brasil

Chefe da Casa Imperial Brasileira

Tipo Ordem Imperial
Descritivo Concedida por reconhecimento da Independência do Brasil por outras nações.
Condição Obsoleta
Histórico
Origem Independência do Brasil
Criação 16 de abril de 1826
Inferior a Imperial Ordem do Cruzeiro do Sul

Criação e regulamentaçãoEditar

 
O decreto de criação em impresso da Imprensa Nacional. (Acervo: Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin)

Criada por meio de curto decreto de 16 de abril de 1826[1], a ordem foi apenas regularizada pelo decreto n.º 228 de 19 de outubro de 1842, o qual finalmente estabeleceria suas graduações, número de titulares e estabeleceria o desenho das insígnias. Nesse interim, caracterizou-se como um prêmio de cunho estritamente pessoal de D. Pedro I, seu grão-mestre, o qual galardoou apenas uma pessoa: seu sogro Francisco I da Áustria. Foi D. Pedro II quem mais distribuiu a ordem, sendo, ainda assim, a ordem brasileira que menos titulares teve.

Seria destinada tanto a nacionais quanto a estrangeiros, sendo que estes, bem como os membros da Família Imperial, não necessitariam prestar juramento nem respeitar o número máximo de membros de cada grau.

A Família imperial brasileira afirma que o criador da insígnia foi Jean-Baptiste Debret, integrante da Missão Artística Francesa ao Brasil.[1] Entretanto, o pintor não sabe descrever com precisão a ordem, em seu Voyage pittoresque, o que implica na possibilidade de ele não ter sido o verdadeiro criador do projeto.[2]

Foi extinta em 1891, juntamente com todas as outras ordens e títulos nobiliárquicos existentes no Brasil.[3]

CaracterísticasEditar

Muitos autores apontam as semelhanças dessa com a insígnia da Ordem da Coroa de Ferro francesa.

InsígniaEditar

Grã-cruz
  • Anverso: encimado por coroa imperial, dragão alado, em referência à Casa de Bragança, linguado de vermelho e sainte de coroa condal (antiga), guarnecido de ramos de café frutados e encimado por fita verde com a inscrição dourada Fundador do Império do Brasil. O dragão carrega ao peito, pendente por correntes azuis, um escudo verde e ouro com a inscrição P.I. A coroa condal, esmaltada de branco e maçanetada d'ouro, não aparece nas insígnias posteriores, completando-se o dragão com sua cauda.
  • Reverso: igual, diferenciando-se pela legenda inscrita no escudo: ora Ao reconhecimento do Império do Brasil ora 16-4-1826.

Fita e bandaEditar

De cor verde, com orlas brancas.

GrausEditar

  • Grã-cruz (12)
  • Comendador (50)
  • Cavaleiro (100)

TitularesEditar

Oficialmente, apenas Luís Alves de Lima e Silva, então marquês de Caxias, foi o único brasileiro agraciado com a comenda. Há discussões sobre se Felisberto Caldeira Brant, o marquês de Barbacena, teria sido agraciado como cavaleiro ou grã-cruz. Supõe-se, no entanto, que se trata duma confusão, pois o marquês de Barbacena foi na verdade o portador da grã-cruz concedida a Francisco I de Áustria, sendo este o primeiro agraciado. Pelo que se pôde encontrar em registros oficiais, consideram-se apenas cinco os titulares da Ordem:

Notas e referências

  1. a b «Casa Imperial do Brasil». monarquia.org.br. Consultado em 14 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 14 de fevereiro de 2021 
  2. POLIANO, Luís Marques. Heráldica, pág. 407. Ed. GRD. Rio de Janeiro, 1986.
  3. «Academia de História Militar Terrestre do Brasil - MOEDAS DE HONRA». www.ahimtb.org.br. Consultado em 8 de dezembro de 2020 

BibliografiaEditar

  • POLIANO, Luís Marques. Heráldica. Ed. GRD. Rio de Janeiro, 1986.
  • POLIANO, Luís Marques. Ordens honoríficas do Brasil.
  Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.