Abrir menu principal

Italo Zilioli

ciclista italiano
Italo Zilioli
Italo Zilioli 1970.jpg
Nascimento 24 de setembro de 1941
Turim
Cidadania ItáliaVisualizar e editar dados no Wikidata
Ocupação Ciclista desportivo (d)Visualizar e editar dados no Wikidata

Italo Zilioli, nascido a 24 de setembro de 1941 em Turín é um ciclista italiano já retirado das décadas 60 e 70.

BiografiaEditar

Italo Zilioli converteu-se em profissional em 1962 e retirou-se em 1976. Ao longo de sua carreira com frequência desempenhou o papel de líder, ainda que não sempre já que se encontrava numa equipa dominada pela presença do "canibal" belga Eddy Merckx. Zilioli ganhou 58 vitórias e vários postos de honra.

Italo Zilioli fez vibrar a toda Itália entre finais de agosto e princípios de outubro de 1963, após ganhar quatro semi-clássicas italianas (Tre Valli Varesine, Giro dos Apeninos, Giro do Veneto, Giro de Emilia).

Por sua maneira de atacar comparavam-lhe com Fausto Coppi, anunciando-lhe como possível sucessor junto a outros aspirantes como Gianni Motta ou Felice Gimondi. Conseguiu várias semi-clássicas italianas e vários postos de honra no no Giro de Itália (2º em 1964 por trás de Jacques Anquetil, 2º em 1965 por trás de Vittorio Adorni, 2º em 1966 após Gianni Motta, 4º em 1968 superado por Merckx, Adorni e Gimondi, 3º em 1969 após Gimondi e Claudio Michelotto e 5º em 1970 no que ajudou a seu colega de equipa Eddy Merckx a ganhar o Giro).

Após coincidir com vários campeões italianos (Franco Balmamion em Sanson em 1965 e 1966, Felice Gimondi em Salvarani em 1967, Franco Bitossi em FILOTEX em 1968 e 1969), Zilioli converte-se no escudero de Eddy Merckx na equipa Faemino em 1970, o que lhe permitiu relançar sua carreira ao ganhar na Semana Catalã, uma etapa no Giro de Itália e especialmente a segunda etapa do Tour de França, onde lhe tiro o maillot amarelo a Eddy Merckx e o pôde conservar durante quatro dias até que o perdeu na etapa com final em Valenciennes sem que seus colegas de equipa, ao serviço de Merckx, se preocupassem por ele.

Fichó pela equipa Ferretti em 1971, onde ganhou a Tirreno-Adriatico e ajudou a seu colega de equipa Gösta Pettersson a ganhar o Giro de Itália 1971. Em 1972 recalou nas filas da equipa Salvarani como lugar-tenente de Felice Gimondi.

Zilioli ganhou também a Coppa Agostoni em 1964 e o Campeonato de Zurich em 1966.

PalmarésEditar

1963

1964

1965

1966

  • Campeonato de Zurique
  • G. P. Indústria e Comércio de Prato
  • 2º do Giro de Itália

1968

1969

1970

1971

  • Tirreno-Adriático, mais 1 etapa
  • Troféu Laigueglia
  • 2 etapas da Semana Catalã

1972

1973

  • Coppa Placci
  • Giro dos Apeninos
  • GP Montelupo

1974

  • 1 etapa da Tirreno-Adriático

1975

  • 1 etapa da Tirreno-Adriático

Resultados nas grandes voltasEditar

Corrida 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976
Giro de Itália - 18º Ab. 22º Ab. 14º Ab. 39º 16º
Tour de France - - - - - - Ab. - 13º - Ab. - - - -
Volta a Espanha - - - - - - - - - - - - - - -
Mundial em Estrada   - 20º 16º - - - 66º 50º - 32º - - -

Ligações externasEditar