Abrir menu principal

Campeonato Mundial de Ciclismo em Estrada

Campeonato Mundial de Ciclismo em Estrada
imagem ilustrativa de artigo Campeonato Mundial de Ciclismo em Estrada
O maillot arco-íris de campeão mundial
Generalidades
Desporto Ciclismo de Competição
Criação Visualizar e editar dados no Wikidata
1ª edição 1927
Organizador(es) UCI
Edições 85 (2018)
Categoria Elite e sub-23
Tipo / Formato Ciclismo de Estrada
Disciplina Ciclismo de estrada
Cycling (road) pictogram.svg

O Campeonato Mundial de Ciclismo em Estrada é a competição de Ciclismo de Estrada mais importante a nível internacional; realiza-se anualmente desde 1927, em diferentes categorias, baixo a organização da União Ciclista Internacional (UCI). A diferença das grandes voltas ciclistas, a cada categoria disputa-se numa única carreira; ao vencedor de cada carreira outorga-se-lhe o maillot arco-íris e por tanto é o campeão do mundo durante um ano.

As diferentes carreiras são para três categorias de corredores; elite masculino, sub-23 masculino e feminino, disputando-se três especialidades; carreira em linha ou estrada, contrarrelógio individual e contrarrelógio por equipas (excepto sub-23).

A partir de 2011, dentro do marco deste evento, desenvolve-se o Campeonato Mundial de Ciclismo em Estrada Juvenil, para ciclistas menores de 19 anos (anteriormente disputava-se em forma separada).

Os ciclistas que mais triunfos possuem na carreira em linha são Alfredo Binda, Eddy Merckx, Rik Van Steenbergen, Óscar Freire e Peter Sagan com três títulos a cada um; enquanto em contrarrelógio, Fabian Cancellara e Tony Martin somam quatro títulos a cada um.

Índice

HistóriaEditar

O primeiro campeonato do mundo em estrada disputou-se em 1921 em Copenhague, mas esteve reservado a ciclistas amadores, onde ganhou o sueco Gunnar Skoeld.[1]

A partir de 1927 puderam participar ciclistas profissionais, correndo junto com os amadores na mesma carreira. Essa primeira edição celebrou-se no circuito de Nürburgring na Alemanha e viu o triunfo da selecção italiana nas mãos de Alfredo Binda para os profissionais, enquanto a 5.ª posição do belga Jean Aerts deu-lhe o título de campeão do mundo amador. Posteriormente o campeonato do mundo foi dividido em duas categorias: profissionais e amadores.

Em 1958 estabeleceu-se o Campeonato Mundial Feminino em linha, só para a categoria amador, já que não existia actividade feminina profissional.

Na categoria amador, em 1962 introduziu-se a contrarrelógio por equipas masculina. A mesma disputava-se com quatro corredores sobre uma distância de 100 km. Em 1987 também se começou a correr a versão feminina numa distância de 50 km.

Em 1994 produziram-se várias mudanças no formato dos mundiais. Para a carreira em linha masculina deixou de existir a divisão entre profissionais e amadores, voltando a correr uma única carreira todos juntos e baixo a denominação elite (sem limite de idade). Quanto à especialidade contrarrelógio, começou a disputar-se em forma individual, desaparecendo a contrarrelógio por equipas. No ramo feminino sucedeu o mesmo, abriu-se a ciclistas profissionais e criou-se a especialidad contrarrelógio, suprimindo a de equipas. Em 1996 criou-se a categoria sub-23 para ciclistas de 19 a 23 anos, disputando-se carreira em linha e contrarrelógio individual.

A partir de 2012 retornou a contrarrelógio por equipas, mas sendo disputada por equipas profissionais.

Maillot Arco-ÍrisEditar

Os ganhadores da cada prova do campeonato têm o direito e a honra de levar o Maillot arco-íris por um ano até ao seguinte campeonato. Este maillot é uma t-shirt branca com cinco bandas horizontais que representam aos cinco continentes.

Os corredores que tenham sido campeão do mundo ao menos uma vez durante a sua carreira, têm direito a levar as cores arco íris nos punhos e pescoço do seu maillot como lembrança do seu triunfo.

CompetiçõesEditar

Desde a edição de 2019, os mundiais constam de sete carreiras (para ver o palmarés da cada prova, pulsar a respectiva ligação):

EdiçõesEditar

No. Ano Sede Elite masculina Elite feminina Masculino
sub-23
Misto
Estrada CRI CRE Estrada CRI CRE Estrada CRI CRM
I 1927 Nürburg
(  Alemanha)
 
II 1928 Budapeste
(  Hungria)
 
III 1929 Zurique
(  Suíça)
 
IV 1930 Liège
(  Bélgica)
 
V 1931 Copenhague
(  Dinamarca)
 
VI 1932 Roma
(  Itália)
 
VII 1933 Montlhéry
(  França)
 
VIII 1934 Leipzig
(  Alemanha)
 
IX 1935 Floreffe
(  Bélgica)
 
X 1936 Berna
(  Suíça)
 
XI 1937 Copenhague
(  Dinamarca)
 
XII 1938 Valkenburg
(  Países Baixos)
 
1939 – 1945 Não celebrados por causa da Segunda Guerra Mundial
XIII 1946 Zurique
(  Suíça)
 
XIV 1947 Reims
(  França)
 
XV 1948 Valkenburg
(  Países Baixos)
 
XVI 1949 Copenhague
(  Dinamarca)
 
XVII 1950 Moorslede
(  Bélgica)
 
XVIII 1951 Varese
(  Itália)
 
XIX 1952 Luxemburgo
(  Luxemburgo)
 
XX 1953 Lugano
(  Suíça)
 
XXI 1954 Solingen
(  Alemanha Ocidental)
 
XXII 1955 Frascati
(  Itália)
 
XXIII 1956 Ballerup
(  Dinamarca)
 
XXIV 1957 Waregem
(  Bélgica)
 
XXV 1958 Reims
(  França)
   
XXVI 1959 Zandvoort
(  Países Baixos)[n 1]
   
XXVII 1960 Sachsenring[n 2]
(  Alemanha Oriental)
   
XXVIII 1961 Berna
(  Suíça)[n 3]
   
XXIX 1962 Saló
(  Itália)
     
XXX 1963 Ronse
(  Bélgica)
     
XXXI 1964 Sallanches
(  França)
     
XXXII 1965 Lasarte
(  Espanha)
     
XXXIII 1966 Nürburgring
(  Alemanha Ocidental)
     
XXXIV 1967 Heerlen
(  Países Baixos)
     
XXXV 1968 Imola
(  Itália)
     
XXXVI 1969 Zolder
(  Bélgica)
     
XXXVII 1970 Leicester
(  Reino Unido)
     
XXXVIII 1971 Mendrisio
(  Suíça)
     
XXXIX 1972 Gap
(  França)
   
XL 1973 Barcelona
(  Espanha)
     
XLI 1974 Montreal
(  Canadá)
     
XLII 1975 Yvoir
(  Bélgica)
     
XLIII 1976 Ostuni
(  Itália)
   
XLIV 1977 San Cristóbal
(  Venezuela)
     
XLV 1978 Nürburgring
(  Alemanha Ocidental)
     
XLVI 1979 Valkenburg
(  Países Baixos)
     
XLVII 1980 Sallanches
(  França)
   
XLVIII 1981 Praga
(  Tchecoslováquia)
     
XLIX 1982 Goodwood
(  Reino Unido)
     
L 1983 Altenrhein
(  Suíça)
     
LI 1984 Barcelona
(  Espanha)
 
LII 1985 Giavera del Montello
(  Itália)
     
LIII 1986 Colorado Springs
(  Estados Unidos)
     
LIV 1987 Villach
(  Áustria)
       
LV 1988 Ronse
(  Bélgica)
   
LVI 1989 Chambéry
(  França)
       
LVII 1990 Utsunomiya
(  Japão)
       
LVIII 1991 Stuttgart
(  Alemanha)
       
LIX 1992 Benidorm
(  Espanha)
   
LX 1993 Oslo
(  Noruega)
       
LXI 1994 Agrigento[n 4]
(  Itália)
           
LXII 1995 Duitama[n 5]
(  Colômbia)
       
LXIII 1996 Lugano
(  Suíça)
           
LXIV 1997 San Sebastián
(  Espanha)
           
LXV 1998 Valkenburg
(  Países Baixos)
           
LXVI 1999 Verona
(  Itália)
           
LXVII 2000 Plouay
(  França)
           
LXVIII 2001 Lisboa
(  Portugal)
           
LXIX 2002 Zolder
(  Bélgica)
           
LXX 2003 Hamilton
(  Canadá)
           
LXXI 2004 Verona[n 6]
(  Itália)
           
LXXII 2005 Madri
(  Espanha)
           
LXXIII 2006 Salzburgo
(  Áustria)
           
LXXIV 2007 Stuttgart
(  Alemanha)
           
LXXV 2008 Varese
(  Itália)
           
LXXVI 2009 Mendrisio
(  Suíça)
           
LXXVII 2010 Melbourne[n 7]
(  Austrália)
           
LXXVIII 2011 Copenhague[n 8]
(  Dinamarca)
           
LXXIX 2012 Valkenburg[n 9]
(  Países Baixos)
               
LXXX 2013 Florencia
(  Itália)
               
LXXXI 2014 Ponferrada
(  Espanha)
               
LXXXII 2015 Richmond
(  Estados Unidos)
               
LXXXIII 2016 Doha
(  Catar)
               
LXXXIV 2017 Bergen
(  Noruega)
               
LXXXV 2018 Innsbruck
(  Áustria)
               
LXXXVI 2019 Yorkshire
(  Reino Unido)
             
LXXXVII 2020 Vaud/Valais
(  Suíça)
             
LXXXVIII 2021 Flandres
(  Bélgica)
             
LXXXIX 2022 Wollongong
(  Austrália)
             
XC 2023 Glasgow
(  Reino Unido)
             
XCI 2024   Suíça              
XCII 2025 Por definir              

Notas

  1. A prova de estrada feminina se realizou em Rotheux-Rimière (Bélgica).
  2. A prova de estrada feminina realizou-se em Leipzig.
  3. A prova de estrada feminina realizou-se em Douglas (Reino Unido).
  4. As provas de contrarrelógio realizaram-se em Catania.
  5. As provas de contrarrelógio realizaram-se entre Paipa e Tunja.
  6. As provas de contrarrelógio realizaram-se em Bardolino.
  7. As provas de contrarrelógio realizaram-se em Geelong.
  8. A prova de estrada masculina realizou-se no município de Rudersdal.
  9. As provas realizaram-se em diversos percursos na província de Limburgo, com base na cidade de Valkenburg.

Medalheiro históricoEditar

  • Desde Nürburg 1927 até Innsbruck 2018 (incluem-se todas as competições de estrada e contrarrelógio: elite masculina, elite feminina e masculina sub-23; não se contemplam as medalhas das competições de estrada para amadores celebradas entre 1921 e 1995, nem as das categorias juvenis).
1   Ouro   Prata   Bronze
1   Itália 39 40 40 119
2   Bélgica 37 21 20 78
3   Países Baixos 32 33 19 84
4   França 29 26 25 80
5   Alemanha(1) 28 29 33 90
6   Estados Unidos 18 18 13 49
7   Rússia(2) 17 22 25 64
8   Suíça 12 15 14 41
9   Austrália 10 20 15 45
10   Espanha 10 14 17 41
11   Reino Unido 10 9 11 30
12   Suécia 7 3 4 14
13   Noruega 6 2 6 14
14   Dinamarca 5 7 8 20
15   Lituânia 4 3 5 12
16   Eslováquia 4 0 0 4
17   Ucrânia 3 4 2 9
18   Polónia 3 3 2 8
19   Bielorrússia 3 1 1 5
20   Colômbia 2 1 1 4
20   Eslovênia 2 1 1 4
22   Irlanda 1 2 3 6
22   Luxemburgo 1 2 3 6
22   Nova Zelândia 1 2 3 6
25   Portugal 1 1 1 3
26   Cazaquistão 1 0 2 3
27   Letônia 1 0 0 1
27   Uzbequistão 1 0 0 1
29   Canadá 0 3 5 8
30   Tchecoslováquia 0 2 2 4
31   Hungria 0 2 1 3
32   Áustria 0 1 3 4
33   África do Sul 0 1 1 2
34   Finlândia 0 0 2 2
35   Uruguai 0 0 1 1
TOTAL 288 288 289 865
  • (1) – Inclui as medalhas da RFA e a RDA.
  • (2) – Inclui as medalhas da URSS.

Referências

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar