Júlia Della Rovere

Júlia Della Rovere (em italiano: Giulia Feltria della Rovere; Casteldurante, 1531 – Ferrara, 4 de abril de 1563), foi uma nobre italiana que pertencia à dinastia dos Della Rovere, que governava o Ducado de Urbino .

Júlia Feltria Della Rovere
Princesa de Urbino
Marquesa Consorte de Montechio
Blason Guidobaldo II della Rovere.svg
Consorte Afonso d'Este, Marquês de Montecchio
Casa Casa ducal de Urbino
Dinastia Della Rovere (por nacimento)
Família Este (por casamento)
Nascimento 1531
  Casteldurante, Ducado de Urbino (atual Urbania)
Morte 4 de abril de 1563 (32 anos)
  Ferrara, Ducado de Ferrara
Filho(s) Alfonsino;
César;
Leonor;
Hipólita.
Pai Francisco Maria I, Duque de Urbino
Mãe Leonor Gonzaga

BiografiaEditar

Era filha de Francisco Maria I, Duque de Urbino e de Leonor Gonzaga, vindo a casar com Afonso d'Este, Marquês de Montecchio, filho ilegítimo de Afonso I d'Este, duque de Ferrara, e de Laura Dianti. O matrimónio é celebrado a 3 de janeiro de 1549[1].

Do seu casamento nasceram os seguintes filhos:[2]

Júlia morre em 1563 e Afonso volta a casar com Violante Signa, de quem tem três outros filhos.

Existe um célebre quadro, pintado por Tiziano, hoje exposto em Florença no Palácio Pitti, que retrata Júlia Della Rovere.

NotasEditar

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um nobre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.