Abrir menu principal
James Finlayson
James Finlayson em cena no filme The Flying Deuces
Nascimento 27 de agosto de 1887
Falkirk
Morte 9 de outubro de 1953 (66 anos)
Los Angeles
Cidadania Reino Unido
Alma mater Universidade de Edimburgo, George Watson's College
Ocupação ator, comediante, ator de teatro, ator de cinema
Causa da morte ataque cardíaco

James Henderson Finlayson (Falkirk, 27 de agosto de 1887 – Los Angeles, 9 de outubro de 1953) foi um ator escocês.[1] Em alguns filmes, seu nome é creditado como Jimmy Finlayson.[2]

Nascido em Falkirk,[2] começou a carreira no teatro em 1910. Chegou aos Estados Unidos em 1912 para trabalhar na Broadway, mas abandonou a companhia teatral de Graham Moffat para seguir uma carreira em Hollywood, quando a turnê fez uma escala na Califórnia, em 1916, ficando em companhia do seu irmão mais novo, que era técnico de câmera em Hollywood.[1]

Na califórnia, começou a trabalhar na "L-KO Kompany" e em 1919, entrou para a Mack Sennett Comedies Corporatione tornando-se o vilão das comédias envolvendo Keystone Cops. Na década de 1920, foi contratado pela Hal Roach Studios, onde passou a contracenar com Laurel & Hardy.[1] Entre 1927 e 1940, atuou em mais de 30 filmes da dupla.[2]

Também trabalhou para a MGM e 20th Century-Fox, atuando em filmes como Hollywood Cavalcade, The Perils of Pauline, Here Comes the Groom ou Royal Wedding. Seu último trabalho foi o curta-metragem "Here We Go Again", de 1953.[1]

No dia 9 outubro de 1953, foi encontrado morto em sua residência, quando foi constatado ter sofrido uma ataque cardíaco.[1]

ExpressãoEditar

Finlayson foi o criador de uma famosa expressão de raiva que na década de 1990, foi adotado pelo personagem Homer Simpson. Com a popularidade do seriado Os Simpsons, a expressão virou verbete no Oxford Dictionary of English, porém, o longo e prolongado "D'ooooh!" foi criado na década de 1920.[2]

Ele inventou a palavra como um substituto para "Droga!", porque os institutos de censura cinematográfica da época, proibiam palavras que significassem maldizer ou efeito de amaldiçoar.[2]

Referências

  1. a b c d e Los Angeles Times (October 10, 1953) + The New York Times (October 10, 1953) Letters From Stan - agosto de 2019 (em inglês)
  2. a b c d e The Godfather of D’oh! Trift.org - agosto de 2019 (em inglês)