James Henderson Berry

James Henderson Berry (15 de Maio de 1841 – 30 de Janeiro de 1913) foi um Senador dos EUA e exerceu como o 14° Governador do Arkansas.

James Henderson Berry
James Henderson Berry
14° Governador do Arkansas
Período 13 de janeiro de 1883
a 17 de janeiro de 1885
Antecessor(a) Thomas James Churchill
Sucessor(a) Simon Pollard Hughes, Jr.
Senador dos EUA por Arkansas
Período 20 de março de 1885
a 3 de março de 1907
Antecessor(a) Augustus H. Garland
Sucessor(a) Jeff Davis
Presidente da Câmara dos Representantes do Arkansas
Período 1873
Antecessor(a) Charles W. Tankersley
Sucessor(a) A. A. Pennington
Membro da Câmara dos Representantes do Arkansas
Período 1866–1874
Dados pessoais
Nascimento 15 de maio de 1841
Condado de Jackson, Alabama, EUA
Morte 30 de janeiro de 1913 (71 anos)
Bentonville, Arkansas, EUA
Partido Democrata
Profissão Advogado
Serviço militar
Lealdade  Estados Confederados
Serviço/ramo Exército dos Estados Confederados
Unidade 16ª Infantaria do Arkansas
Conflitos Guerra Civil Americana

Primeiros anosEditar

 
Um monumento de 1908 em homenagem a James H. Berry e ao Soldado do Sul, localizado na praça da cidade de Bentonville, Arkansas

James Henderson Berry nasceu no Condado de Jackson, Alabama, filho de Isabella Jane (nascida Orr) e James McFerrin Berry. A família mudou-se para o Arkansas em 1848. Berry frequentou a Berryville Academy em Berryville, Arkansas, por um ano. A academia recebeu o nome de sua família.[1] Berry estudou direito e em 1866 foi aceito na Ordem do Arkansas.

Guerra Civil AmericanaEditar

No início da Guerra Civil Americana, Berry juntou-se ao Exército Confederado e foi designado como segundo tenente na 16ª Infantaria do Arkansas. Berry perdeu a perna direita durante a Batalha do Second Corinth, no norte do Mississippi. Depois de se recuperar de seu ferimento, trabalhou como professor e iniciou uma advocacia privada.

Carreira políticaEditar

Berry foi eleito para a Câmara dos Representantes do Arkansas em 1866. Foi reeleito em 1872 e em 1874. Em seu último mandato, foi selecionado para ser o Presidente da Câmara. Berry foi o presidente da Convenção Democrata do Estado em 1876. Em 1878, tornou-se juiz do Quarto Circuito Judicial e exerceu nesse cargo até 1882, quando foi eleito Governador do Arkansas. O governo Berry focou na redução da dívida do estado e na criação de um hospital psiquiátrico estadual. Berry não concorreu à reeleição. Em Março de 1885, Berry foi selecionado pela câmara para terminar o mandato restante do Senador Augustus H. Garland. Berry permaneceu no Senado dos EUA pelos próximos 22 anos.

Últimos anosEditar

Em 1910, Berry aceitou um cargo na Comissão de História do Arkansas para marcar os túmulos de todos os soldados Confederados do Arkansas que morreram nas prisões do norte.[2] Berry morreu em Bentonville, Arkansas, e está sepultado no Cemitério Knights of Pythias (atual Cemitério de Bentonville), Bentonville, Arkansas.[3]

Vida pessoalEditar

Em 1865, Berry casou-se com E. Q. "Lizzie" Quaile. Tiveram seis filhos.

ReferênciasEditar

  1. «History of Berryville». CarrollCountyAR.com. Consultado em 17 de Agosto de 2012 
  2. «Arkansas Governor James Henderson Berry». National Governors Association. Consultado em 17 de Agosto de 2012 
  3. «Former Senator J. H. Berry Dead». Arkansas Gazette. Bentonville. 31 de janeiro de 1913. p. 1. Consultado em 7 de abril de 2020 – via Newspapers.com 

Ligações externasEditar


Cargos políticos
Precedido por
Thomas James Churchill
Governador do Arkansas
1883–1885
Sucedido por
Simon Pollard Hughes, Jr.
Senado dos E.U.A.
Precedido por
Augustus H. Garland
Senador dos EUA (Classe 2) por Arkansas
1885–1907
Sucedido por
Jeff Davis