Abrir menu principal

Jardim Botânico da UTAD

Jardim Botânico da UTAD
Localização Vila Real
País Portugal Portugal
Tipo Jardim botânico
Área c. 800 000
Inauguração 1987 (32 anos)
Administração Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

O Jardim Botânico da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) foi reconhecido internacionalmente em 1988. Constitui uma das colecções vivas mais importantes de Portugal, contendo actualmente cerca de 1000 espécies vivas que formam parte de um vasto conjunto arquitectónico – paisagista. É considerado o maior jardim botânico da Península Ibérica, e um dos maiores do continente europeu.

Visão geralEditar

A idealização deste jardim sustenta-se sobre a integração permanente do visitante com o ambiente, ao longo de aproximadamente 80 ha de superfície ocupados. Trata-se de um espaço com características únicas pelo facto de estar inserido num campus universitário.

A conservação das espécies vegetais autóctones é um dos objectivos prioritários do Jardim Botânico. Aqui realizam-se actividades, tais como: propagação de espécies em perigo de extinção em Portugal, utilização de espécies silvestres com fins ornamentais, depósito de exemplares herborizados provenientes de Portugal, do resto do continente europeu e de outros.

O Herbário (HVR)Editar

O Herbário, fundado em Janeiro de 1987, mantém uma extensa actividade científica no âmbito do estudo da flora e vegetação. Apoiando-se em métodos numéricos de análise, é estudada a expressão fenotípica de diversos géneros e espécies, como também a capacidade expressiva e análise fitoestrutural das comunidades vegetais de diferentes geossistemas a nível do País e da Península Ibérica.

Actualmente encontram-se em depósito, cerca de 15.000 exemplares.

ReferênciasEditar

  • CASTRO, Luis Fernando e J. Alves Ribeiro (2001) Colecção de Plantas Ornamentais dos Espaços Verdes da UTAD
  • CASTRO, Luis Fernando e J. Alves Ribeiro (2001) Plantas Medicinais do Jardim Botânico da UTAD
  • CASTRO, Luis Fernando (2005) Os Jardins da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
  • CRESPI, António Luis, Adriano Sampaio Castro e Sonia Bernardos (2005) A flora da Região Demarcada do Douro, 3 Volumes

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar