Jeconias de Judá

(Redirecionado de Jeconias)

Jeconias ou Joaquim[1] foi o penúltimo rei de Judá, e teria 18 anos quando sucedeu seu pai, Joaquim, no trono. Após um reinado de pouco mais de três meses, Nabucodonosor II o fez cativo para a Babilônia. A Bíblia Almeida, usada pela maioria dos protestantes, chama-o de Joaquim, enquanto seu pai é Jeoaquim, mas em outras bíblias como a Bíblia de Jerusalém é justamente o contrário, o que gera facilmente confusão.[carece de fontes?]

Jeconias de Judá
Rei de Judá
Jeconias, por Guillaume Rouillé
Reinado 9 de dezembro de 598 a.C. — 15/16 de março de 597 a.C.
Antecessor(a) Joaquim de Judá
Sucessor(a) Zedequias
Nascimento 615 a.C. ou 605 a.C.
Filho(s) Selatiel
Pai Joaquim de Judá
Mãe Neusta

BiografiaEditar

 
Inscrição cuneiforme acadiana que menciona o rei Jeconias

Jeconias tornou-se rei com dezoito anos de idade e deu continuidade às práticas idólatras de seu pai. Jeconias reinou três meses e dez dias, começando em 9 de dezembro de 598 a.C. Parece que seu pai, Joaquim, morreu durante o sítio ou foi levado para Babilônia, e Jeconias ascendeu ao trono de Judá. Seu governo terminou quando se rendeu a Nabucodonosor II em 597 a.C. Em 15/16 de março de 597 a.C., Jeconias, toda a sua casa e três mil judeus foram exilados para a Babilônia.[2][3][4]

O texto massorético de 2 Crônicas afirma que o governo de Jeconias começou aos oito anos, enquanto em 2 Reis 24:8 Jeconias subiu ao trono aos dezoito.[5][6] Os estudiosos modernos trataram a diferença entre "oito" e "dezoito" como reflexo de um erro de cópia em um ou outro lado da questão.[7]

No quinto ano do exílio de Jeconias, Ezequiel iniciou sua obra profética. Cerca de 32 anos depois, evidentemente em 562 a.C., Jeconias foi liberto da prisão pelo sucessor de Nabucodonosor, Evil-Merodaque, e foi-lhe dada uma posição de favor acima de todos os demais reis cativos. Depois disso, ele comia à mesa de Evil-Merodaque e recebia uma porção diária.[1] Não se sabe por que Evil-Merodaque libertou Jeconias, mas uma teoria recente é que, antes de se tornar rei o babilônio foi vítima de uma intriga da corte e foi enviado para a prisão, onde ele pode ter conhecido Jeconias e se tornado amigos.

De acordo com as tradições talmúdicas, Jeconias vivia em Nehardea, um lugar não muito longe de Sipar. Em termos gerais, isso é confirmado por cerca de trinta e cinco textos cuneiformes que se referem a uma aldeia chamada âl-Jahûda ("a cidade judaica") perto de Sipar. Existem vários textos cuneiformes que ilustram a posição de Jeconias após sua libertação, que foram descobertos por Robert Koldewey na Babilônia. Esses documentos são listas de entregas de comida e óleo para pessoas importantes, e provar que o rei de Judá recebeu rações substanciais.[8]

DescendênciaEditar

Enquanto em Babilônia, Jeconias gerou sete filhos. Desta forma, preservou-se a linhagem real judaica, mas nenhum dos filhos de Jeconias jamais governou em Judá.[1] Documentos cuneiformes sugerem que Jeconias teve cinco filhos, enquanto a Bíblia diz que foram sete:

Talvez dois tivessem morrido ou ainda não tivessem atingido a maioridade. Também é possível que o texto bíblico tenha um erro, e há uma leitura de diferente que sugere que apenas Selatiel era filho de Jeconias, e os outros nomes são de fato sem qualificação. Talvez eles sejam descendentes de Malquirão, filho de Selatiel, e talvez devêssemos ler:

Claro, isso implica que os cinco filhos mencionado no texto cuneiforme são na verdade cinco descendentes, o que é certamente possível, porque a palavra "filho" era frequentemente usada em um sentido muito vago.[8]

Referências

  1. a b c «Joaquim — BIBLIOTECA ON-LINE da Torre de Vigia». wol.jw.org. Consultado em 17 de fevereiro de 2021 
  2. Anchor Bible Dictionary Nova Iorque: Doubleday 1997, 1992. "It is now known that the end of Jehoiachin's reign occurred on the 2d day of the month of Adar in the 7th year of Nebuchadrezzar (BM 21946 verso, line 12; see Wiseman 1956: 73; TCS 5, 102). This date corresponds to either March 15 or March 16 (the Babylonian day extended from sunset to sunset, and thus overlaps 2 days of our calendar) 597 b.c.e.
  3. "Jehoiachin". Eerdmans Dictionary of the Bible, 2000. (ISBN 9053565035, ISBN 978-90-5356-503-2), pg. 678
  4. Edwin Thiele, The Mysterious Numbers of the Hebrew Kings, (1st ed.; New York: Macmillan, 1951; 2d ed.; Grand Rapids: Eerdmans, 1965; 3rd ed.; Grand Rapids: Zondervan/Kregel, 1983). (ISBN 082543825X, 9780825438257).
  5. 2 Crônicas 36:9, 2 Reis 24:8
  6. No entanto, as versões Septuaginta e Siríaca afirmam que seu reinado começou aos dezoito anos. Veja a Nova Tradução em Inglês da Septuaginta para a leitura da Septuaginta em 2 Crônicas / 2 Suplementos 36:9 [1]
  7. James R. Critchlow (15 January 2013). Looking Back for Jehoiachin: Yahweh's Cast-Out Signet. [S.l.]: Wipf and Stock Publishers. pp. 12–13. ISBN 978-1-62032-111-9  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. a b «Jehoiachin in Babylonia». Livius.org. Consultado em 26 de junho de 2021 

Precedido por
Joaquim de Judá
Rei de Judá
3 meses
Sucedido por
Zedequias