Abrir menu principal
Jelena Genčić
Nascimento 9 de outubro de 1936
Belgrado
Morte 1 de junho de 2013 (76 anos)
Belgrado
Cidadania Sérvia
Alma mater Faculdade de Filosofia da Universidade de Belgrado
Ocupação tenista, handebolista, treinador de tênis

Jelena Genčić (em sérvio: Јелена Генчић, Belgrado, 9 de outubro de 1936 - 1 de junho de 2013) foi uma tenista e jogadora de handebol iugolava, de origem sérvia. Nos anos 1970 ela se tornou treinadora e descobriu jogadores como Novak Djokovic, Monica Seles, Goran Ivanišević, Mima Jaušovec, Iva Majoli e Tatjana Ječmenica.

BiografiaEditar

Nascida numa família de sete crianças do pai sérvio Jovan e mãe austríaca Hermina, Jelena vinha de uma família proeminente sérvia. Seu avô Lazar Genčić estudou medicina em Viena e se tornou o primeiro cirurgião da Sérvia e criou um hospital. Na I Guerra Mundial ele conquistou o posto de general na Campanha Sérvia.[1] Seu tio-avô Đorđe Genčić foi ministro do interior no governo Nikola Pašić e um dos conspiradores do Golpe de Maio sérvio.

Ela graduou-se em história da arte na Universidade de Belgrado.

CarreiraEditar

EsporteEditar

Genčić foi uma tenista e jogadora de handebol. Após se aposentar, nos anos 1970, ela se tornou treinadora de tênis e descobriu jogadores como Novak Djokovic, Monica Seles, Goran Ivanišević, Mima Jaušovec, Iva Majoli e Tatjana Ječmenica.[2]

MídiaEditar

Genčić trabalhou como diretor de televisão na rede estatal de televisão TV Belgrado que se transformou na Rádio Televisão da Sérvia.

Referências

Ligações externasEditar