Abrir menu principal
Jeová Mota
Nascimento 12 de fevereiro de 1907
Maranguape
Morte fevereiro de 1992 (85 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação político

Jeová Mota (Maranguape, 12 de fevereiro de 1907Rio de Janeiro, fevereiro de 1992) foi um político brasileiro. Exerceu o mandato de deputado federal constituinte pelo Ceará em 1934.[1] Curiosidade sobre o ex-político é que ele foi sobrinho do escritor Capistrano de Abreu.

Índice

Vida MilitarEditar

Jeová começou sua carreira militar logo no início da vida, estudando no Colégio Militar do Ceará, em 1919, se formando em 1924. Acabou sentando praça no Rio de Janeiro, no ano seguinte. Neste colégio, onde permaneceu durante três anos, foi aluno do tenente Humberto de Alencar Castelo Branco. [1]

Serviu no 11º Regimento de Infantaria, local onde conheceu sua esposa.

Já em 1929, voltou ao Ceará para servir no 23° Batalhão de Caçadores, e logo foi promovido a segundo-tenente e posteriormente a primeiro-tenente.

Importância PolíticaEditar

Ele foi partidário do da revolução que tirou o então presidente Washington Luís do poder e levou Getúlio Vargas ao poder. Com isso, ficou detido num quartel em Recife, onde cumpriu pena por 30 dias, acusado de conspiração. O resultado foi sua fuga e tomada da frente nas ações rebeldes.

Com o fim da Revolução de 1930, ajudou a fundar em 1931, a Legião Cearense do Trabalho, que foi um movimento trabalhista pensado a partir de um programa nacional-socialista, onde houve apreciável implementação no proletariado. Ao mesmo tempo, foi nomeado presidente do Tribunal Legionário, órgão que cuidava de tentar arrumar soluções amigáveis aos possíveis conflitos entre chefes e proletariados.[1]

No ano seguinte, em 1932, unido a Hélder Câmara e Severino Sombra, começaram uma correspondência com Plínio Salgado, que entraram em acordo para estudar as bases de um movimento a ser lançado em todo o país. Foi nesse momento que Jeová integrou um batalhão que foi enviado do Ceará para a Revolução Constitucionalista, que acontecia em São Paulo.

Vida AcadêmicaEditar

Em 1936 iniciou seu primeiro curso de organização trabalhista.[1]

Referências

  1. a b c d «Jeová Mota - CPDOC». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.