Abrir menu principal
João Ises
Nacionalidade Império Bizantino
Ocupação Oficial
Religião Catolicismo

João Ises (em grego: Ἱωάννης Ἴσης; transl.: Ioánnes Ises; fl. 1221–36) foi um comandante militar sênior do Império de Niceia, com o posto de protoestrator.

VidaEditar

João é documentado pela primeira vez numa bula dourada emitida em 1221 pelo imperador niceno Teodoro I Láscaris (r. 1205–1222) para o Mosteiro de São João, o Teólogo em Patmos.[1] É registrado em seguida por Jorge Acropolita em ca. 1224, quando os habitantes de Adrianópolis enviaram emissários para Niceia, convocando o imperador João III Ducas Vatatzes (r. 1222–1254) para liberá-los do governo latino.[2]

Vatatzes enviou João, junto com João Camitzes, como chefe dum exército. A cidade foi facilmente capturada, mas logo depois, no final de 1224 ou começo de 1225, o déspota do Epiro, Teodoro I Comneno Ducas, um rival de Vatatzes que também reclamou o título imperial, apareceu diante da cidade. Teodoro conseguiu conquistar os habitantes, e Ises e Camitzes concordaram em deixar a cidade sob garantia de salvo-conduto.[3] Ises é então mencionado pela última vez em outro documento em 1236.[2]

Referências

  1. Macrides 2007, p. 174 (nota 4).
  2. a b Guilland 1967, p. 482–483.
  3. Macrides 2007, p. 171–173.

BibliografiaEditar

  • Macrides, Ruth (2007). George Akropolites: The History – Introduction, Translation and Commentary. Oxford: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-921067-1