Abrir menu principal

João Sinadeno (grande estratopedarca)

João Comneno Ângelo Sinadeno (em grego: Ἰωάννης Κομνηνός Ἄγγελος Συναδηνός; transl.: Ioannes Komnenos Angelos Synadenos) foi um nobre e líder militar bizantino com o título de grande estratopedarca durante os reinados de Miguel VIII (r. 1259–1282) e Andrônico II Paleólogo (r. 1282–1328).

Índice

HistóriaEditar

Sinadeno aparece em 1276/1277, quando, juntamente com o grande conostaulo Miguel Cabalário, liderou um exército contra o governante independente da Tessália, João I Ducas. O exército bizantino foi derrotado na Batalha de Farsalos, e Sinadeno em pessoa foi capturado, enquanto Cabalário foi morto enquanto tentava fugir.[1] Ele foi libertado ou resgatado em cativeiro, e em 1281 participou na campanha contra os angevinos na Albânia que levou a uma vitória bizantina em Berati.[2][3] Finalmente, em 1283, ele participou de outra campanha contra João Ducas, sob Miguel Tarcaniota.[4][5]

Eventualmente, Sinadeno retirou-se para um mosteiro com o nome monástico Joaquim. Após sua morte (em algum momento entre 1310-1328), sua esposa Teodora Paleóloga, filha de Constantino Ângelo Comneno Ducas Paleólogo, o meio-irmão de Miguel VIII Paleólogo, e Irene Comnena Lascarina Branena, tornou-se freira com o nome Teódula, e fundou o Convento da Mãe de Deus Bebaia Elpis ("Esperança Certa") em Constantinopla. O typikon do convento (o chamado typikon Lincoln College), de autoria principalmente de Teodora, inclui representações pródigas dos membros da família.[4][6][7]

FamíliaEditar

Com Teodora, João teve quatro filhos, que eram supostamente muito jovens quando ele morreu:[4][7]

Referências

  1. Geanakoplos 1959, p. 297.
  2. Geanakoplos 1959, p. 331-333.
  3. Guilland 1967, p. 176; 550.
  4. a b c Guilland 1967, p. 550.
  5. a b Polemis 1968, p. 179.
  6. Kazhdan 1991, p. 275; 1990.
  7. a b c Polemis 1968, p. 179-180.
  8. Guilland 1967, p. 473; 550.
  9. Kazhdan 1991, p. 275.
  10. Polemis 1968, p. 179; 181.
  11. Guilland 1967, p. 226–227; 485–486; 505.
  12. Polemis 1968, p. 179-181.

BibliografiaEditar

  • Geanakoplos, Deno John (1959). Emperor Michael Palaeologus and the West, 1258–1282: A Study in Byzantine-Latin Relations. Cambridge: Harvard University Press 
  • Guilland, Rodolphe (1967). Recherches sur les Institutions Byzantines, Tome I. Berlim: Akademie-Verlag 
  • Polemis, Demetrios I. (1968). The Doukai: A Contribution to Byzantine Prosopography. Londres: The Athlone Press