Abrir menu principal

João da Cunha Sotto-Mayor

Disambig grey.svg Nota: Para Para o administrador colonial, veja João da Cunha Souto Maior.
João da Cunha Sotto-Mayor
Nascimento 22 de setembro de 1767
Viana do Castelo
Morte 30 de novembro de 1850 (83 anos)
Alma mater Universidade de Coimbra

João da Cunha Sotto-Mayor ou João da Cunha Souto Maior (Viana do Castelo, 22 de Setembro de 1767 – Monção, Sende, 30 de Novembro de 1850) foi um magistrado e maçon português.[1]

FamíliaEditar

Filho de Manuel António da Cunha Sotto-Mayor, Fidalgo da Casa Real, Cavaleiro da Ordem de Cristo e Conselheiro, e de sua mulher e prima Vicência Luísa Malheiro Pereira Sotto-Mayor.

BiografiaEditar

Doutor em Leis pela Faculdade de Leis da Universidade de Coimbra, exerceu funções de Juiz Desembargador.[1]

Fidalgo da Casa Real.

Foi iniciado na Maçonaria em data e Loja desconhecidas e com nome simbólico desconhecido.[1]

Liberal, entre 1818 e 1820 foi membro do Sinédrio, e participou na Revolução Liberal do Porto, a 24 de Agosto de 1820, fazendo parte, como Representante do Minho, da Junta Provisional do Governo Supremo do Reinoque dela resultou.[1] Em 1821 é elevado ao grau de Cavaleiro Rosa Cruz. Exerceu as funções de 7.º Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano de 1821 a 1823?.[2][3][1]

Foi Par do Reino de 1834 a 1836 e Deputado Substituto pelo Círculo Eleitoral de Viana da Foz do Lima de 1837 a 1838.[1]

Casamento e descendênciaEditar

Casou com Francisca Inácia Pereira Caldas, filha de Gonçalo Pereira Caldas, Fidalgo da Casa Real, Cavaleiro e Comendador da Ordem de Cristo, e de sua mulher Inácia Antónia Micaela de Castro e Vasconcelos e viúva de João Lopes de Azevedo, 29.º Senhor do Couto de Azevedo, de quem teve:

Referências

  1. a b c d e f António Henrique Rodrigo de Oliveira Marques. Dicionário de Maçonaria Portuguesa. [S.l.: s.n.] pp. Volume II. Coluna 1388 
  2. «Dirigentes das Maçonarias Portuguesas». Tripod.com. Consultado em 30 de Janeiro de 2015 
  3. «João da Cunha Souto Maior». Tripod.com. Consultado em 30 de Janeiro de 2015 
Precedido por
João Vicente Pimentel Maldonado (Interino)
Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano
1821 – 1823?
Sucedido por
José da Silva Carvalho
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre Maçonaria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.