Abrir menu principal

Johann Samuel Ersch

professor académico alemão
Johann Samuel Ersch
(1766-1828)
Frontispício da Obra
Allgemeine Encyclopädie der Wissenschaften und Künste
Nascimento 23 de junho de 1766
Großglogau,  Alemanha
Morte 16 de janeiro de 1828
Halle an der Saale,  Alemanha
Alma mater Universidade de Halle
Ocupação Bibliógrafo, bibliófilo e bibliotecário alemão.

Johann Samuel Ersch (1766-1828) (* Großglogau, 23 de Junho de 1766 - Halle an der Saale, 16 de Janeiro de 1828), foi bibliógrafo, bibliófilo e bibliotecário alemão, é considerado o Fundador da Bibliografia Alemã.

Índice

BiografiaEditar

Johann Samuel Ersch nasceu na cidade de Großglogau (atual Głogów), na Silésia. Em 1785 ele entrou para a Universidade de Halle com o objetivo de estudar teologia, porém, em pouco tempo se interessou por história, bibliografia e geografia. Em Halle, fez amizade com o professor de geografia, Johann Ernst Fabri (1755-1825)[1], e quando Fabri se tornou professor de história e estatística da Universidade de Jena, Ersch o acompanhou e o ajudou na preparação de várias obras.

Em 1788 ele publicou o Verzeichnis aller anonymischen Schriften (Catálogo de todas as publicações anônimas), como suplemento para a 4ª edição da obra Das Gelehrte Teutschland (Os educadores da Alemanha) de Johann Georg Meusel (1743-1820)[2] . As pesquisas requeridas para esta obra o impulsionaram para a preparação de um Repertório Universal de revistas alemãs e coleções de periódicos de história, geografia e ciências correlacionadas (Repertorium uber die allgemeinen deutschen Journale und and ere periodische Sammlungen für Erdbeschreibung, Geschichte, und die damit verwandten Wissenschaften, Lemgo, 1790-1792). A popularidade que esta publicação adquiriu o estimulou a contribuir com Christian Gottfried Schütz (1747-1832)[3] e Christoph Wilhelm Hufeland (1762-1836)[4] na preparação de um Repertório Universal de Literatura (Allgemeines Repertorium der Literatur), publicado em 8 volumes (Jena e Weimar, 1793-1809), os quais condensavam produções literárias de 15 anos (1785-1800), e incluíam um relatório não apenas dos livros publicados durante aquele período, mas também de artigos publicados em periódicos e revistas, contendo até mesmo as críticas aos quais os livros eram endereçados.

Embora comprometido com esta grande obra, Ersch também planejou A França Literária (La France littéraire), a qual foi publicada em Hamburg contendo 5 volumes, de 1797 a 1806. Em 1795 ele foi para Hamburg como editor do Nova Gazeta de Hamburg[5], que tinha sido fundado por Victor Klopstock (1744–1811)[6], irmão do poeta alemão Friedrich Gottlieb Klopstock (1724-1803), mas voltou em 1800 para Jena para fazer parte ativamente do Allgemeine Literaturzeitung (Gazeta Literária Universal). No mesmo ano ele ocupou o posto de bibliotecário da Universidade de Jena, e por volta de 1802 se tornou professor de filosofia.

Em 1803 Ersch aceitou a cadeira de geografia e de estatística da Universidade de Halle, e em 1808 se tornou bibliotecário. Nessa época publicou um Manual de Literatura Alemã desde o século XVIII até recentemente (Handbuch der deutschen Literatur seit der Mitte des 18. Jahrh. bis auf die neueste Zeit (Leipzig, 1812–1814), e em colaboração com Johann Gottfried Gruber, a obra Enciclopédia Universal das Ciências e das Artes (Leipzig. 1818), a qual ele continuou até o volume 21. A precisão, complexidade e a dimensão desta obra monumental a tornaram um indispensável livro de referência.

NotasEditar

  1. Johann Ernst Fabri (1755-1825) (* Oels, Silésia, 16 de Julho de 1755 - † Erlangen, 30 de Maio de 1825), foi um geógrago e estatístico alemão.
  2. Johann Georg Meusel (1743-1820) (* Eyrichshof, 17 de Março de 1743 - Erlangen, 19 de Setembro de 1820), foi historiador, lexicógrafo e bibliógrafo alemão.
  3. Christian Gottfried Schütz (1747-1832) (* Dederstedt, 19 de Maio de 1747 - † Halle an der Saale, 7 de Maio de 1832), foi um humanista alemão e Professor de Poesia e de Retórica da Universidade de Jena.
  4. Christoph Wilhelm Hufeland (1762-1836) (* Langensalza, 12 de Agosto de 1762 - † Berlin, 25 de Agosto de 1836), foi médico e erudito alemão.
  5. Neue Hamburger Zeitung
  6. Victor Ludwig Christian Klopstock (1744–1811) (* 3 de Setembro de 1744 - 27 de Novembro de 1811, teólogo luterano e irmão do poeta Friedrich Gottlieb Klopstock (1724-1803).

Ligações externasEditar