1755 (MDCCLV, na numeração romana) foi um ano comum do século XVIII do actual Calendário Gregoriano, da Era de Cristo, e a sua letra dominical foi E (52 semanas), teve início a uma quarta-feira e terminou também a uma quarta-feira.

SÉCULOS: Século XVIISéculo XVIIISéculo XIX
DÉCADAS: 17001710 • 1720 • 17301740175017601770178017901800
ANOS: 17501751175217531754175517561757175817591760
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource

1755 em outros calendários
Calendário gregoriano 1755
MDCCLV
Ab urbe condita 2508
Calendário arménio 1204 – 1205
Calendário bahá'í -89 – -88
Calendário budista 2299
Calendário chinês 4451 – 4452
Início a 11 de fevereiro
Calendário copta 1471 – 1472
Calendário etíope 1747 – 1748
Calendários hindus
- Vikram Samvat
- Calendário nacional indiano
- Cáli Iuga

1810 – 1811
1676 – 1677
4855 – 4856
Calendário Holoceno 11755
Calendário islâmico 1168 – 1169
Calendário judaico 5515 – 5516
Calendário persa 1133 – 1134
Calendário rúnico 2005
Calendário solar tailandês 2298

Eventos editar

Novembro editar

 
O grande Terramoto de Lisboa a 1 de novembro de 1755, seguido de maremoto. Museu da Cidade (Lisboa).

Nascimentos editar

Falecimentos editar

Por tema

Referências

  1. O Maremoto de Lisboa atinge os Açores, provocando grande destruição. O impulso das águas que atravessou a área oceânica onde os Açores se situam, afectando essencialmente as costas do sul e sueste. O maremoto fez com que "estando o mar em ordinária tranquilidade, se elevou tanto em três contínuas marés ficando quase seca a sua profundidade por largo espaço". "Assim, em Angra o mar entrou até à Praça Velha, causando grande destruição; no Porto Judeu o mar subiu "10 palmos acima da rocha mais alta"; na Praia, inundou o Paul e derribou 15 casas na costa até à Ribeira Seca, incluindo a ermida do Porto Martins. Morreram várias pessoas arrastadas pelo mar. Quase todos os portos dos Açores sofreram graves danos, ficando destruídas muitas embarcações. Em Ponta Delgada o mar subiu pelas ruas estragando muitos edifícios. Na Horta, o mar entrou pela Ribeira da Conceição, chegando aos moinhos de água "na altura de 8 palmos".
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre 1755