Abrir menu principal

John Dougall FRSE (Kippen, Stirling, junho de 1867Glasgow, 24 de fevereiro de 1960) foi um matemático escocês, "one of Scotland's leading mathematicians".[1][2][3]

VidaEditar

Dougall estudou na Universidade de Glasgow, onde obteve um M.A. em 1886,[2][3] onde obteve um doutorado[3] Lecionou matemática no Glasgow and West of Scotland Technical College antes de tornar-se editor e tradutor de publicações matemáticas da Blackie and Son, casa publicadora de Glasgow.[2][3]

Dougall tornou-se membro da Edinburgh Mathematical Society em 1885, e seu presidente em 1925–1926.[2] Foi eleito membro da Sociedade Real de Edimburgo em 1921.[2] Os propositores foram George Alexander Gibson, Sir Edmund Taylor Whittaker, Cargill Gilston Knott e James Gordon Gray.[4]

Na Blackie and Son Dougall supervisionou a publicação de diversos livros sobre matemática avançada, não apenas de autores ingleses, mas também traduções de obras em alemão e italiano por Richard Courant, Konrad Knopp, Tullio Levi-Civita, Vito Volterra e outros.[3] As contribuições de Dougall para a matemática incluem obras sobre funções de Bessel, funções de Mathieu, séries hipergeométricas e Schläfli double six.[2][3]

PublicaçõesEditar

Dougall traduziu para o inglês de Max Born Atomic Physics, e de Émile Borel Space and Time.

Referências

  1. «Obituary: Dr John Dougall, A Leading Scottish Mathematician», Glasgow Herald, 25 de fevereiro de 1960 .
  2. a b c d e f Biografia em MacTutor (em inglês)
  3. a b c d e f Sneddon, Ian N (1962), «John Dougall», Royal Society of Edinburgh Year Book: 33–34 .
  4. Former Fellows of The Royal Society of Edinburgh 1783 – 2002 (PDF). [S.l.]: The Royal Society of Edinburgh. Julho de 2006. ISBN 0 902 198 84 X