John Hasbrouck Van Vleck

físico norte-americano

John Hasbrouck Van Vleck (Middletown, 13 de março de 1899Cambridge, 27 de outubro de 1980) foi um físico estadunidense.

John Hasbrouck Van Vleck Medalha Nobel
John Hasbrouck Van Vleck
John H. Van Vleck (de pé, terceiro a partir da direita) na Conferência de Solvay de 1930
Nascimento 13 de março de 1899
Middletown
Morte 27 de outubro de 1980 (81 anos)
Cambridge
Sepultamento Forest Hill Cemetery
Nacionalidade Estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Progenitores
Alma mater Universidade de Wisconsin-Madison, Universidade Harvard
Ocupação matemático, físico, professor universitário, físico nuclear
Prêmios Prêmio Irving Langmuir (1965), Medalha Nacional de Ciências (1966), Medalha Elliott Cresson (1971),[1] Medalha Lorentz (1974), Nobel de Física (1977)
Empregador(a) Universidade Harvard, Universidade de Wisconsin–Madison, Universidade de Minnesota, Universidade de Leiden, Universidade de Leiden
Orientador(a)(es/s) Edwin Crawford Kemble
Orientado(a)(s) Robert Serber, Edward Mills Purcell, Philip Warren Anderson
Instituições Universidade do Minnesota, Universidade de Wisconsin-Madison, Universidade Harvard, Universidade de Oxford, Balliol College
Campo(s) Física

Investigações científicas

editar

Sexta Conferência Solvay (1930). John Hasbrouck van Vleck é o terceiro na linha de trás da direita, entre Yakov Dorfman e Enrico Fermi.[2][3][4][5]

Van Vleck desenvolveu as teorias mecânicas quânticas fundamentais do magnetismo e da ligação em complexos metálicos. Ele foi o primeiro a explicar teoricamente o magnetismo de terras raras através do paramagnetismo de van Vleck.

Van Vleck participou do Projeto Manhattan servindo no Comitê Científico de Los Alamos em 1943. Este comitê decidiu reduzir o tamanho da arma nuclear e acelerar a produção da bomba para entrega na cidade japonesa de Hiroshima.[2][3][4][5]

Em 1977 ele recebeu o Prêmio Nobel de Física, junto com Philip Warren Anderson e Nevill Francis Mott, por suas pesquisas sobre ferromagnetismo e supercondutividade.

Publicações

editar

Referências

  1. «Laureates» (pdf) (em inglês). The Franklin Institute. Consultado em 1 de julho de 2015. Cópia arquivada em 1 de julho de 2015 
  2. a b País, El (28 de outubro de 1980). «Ha muerto John van padre del magnetismo moderno». Madrid. El País (em espanhol). ISSN 1134-6582. Consultado em 14 de março de 2023 
  3. a b «Oral History Transcript — John H. Van Vleck». web.archive.org. 12 de janeiro de 2015. Consultado em 14 de março de 2023 
  4. a b «KNAW Historisch Ledenbestand | Digitaal Wetenschapshistorisch Centrum» (em neerlandês). Consultado em 14 de março de 2023 
  5. a b «The President's National Medal of Science: Recipient Search | NSF - National Science Foundation». www.nsf.gov. Consultado em 14 de março de 2023 

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Precedido por
Burton Richter e Samuel Chao Chung Ting
Nobel de Física
1977
com Philip Warren Anderson e Nevill Francis Mott
Sucedido por
Pyotr Kapitsa, Arno Allan Penzias e Robert Woodrow Wilson