Abrir menu principal

José Alberto Azeredo Lopes

político português
José Alberto Azeredo Lopes
José Alberto Azeredo Lopes
Ministro da Defesa Nacional de Portugal
Período 26 de novembro de 2015
- 15 de outubro de 2018

XXI Governo Constitucional

Antecessor José Pedro Aguiar-Branco
Sucessor João Gomes Cravinho
Dados pessoais
Nascimento 20 de junho de 1961 (58 anos)
Cedofeita, Porto, Portugal
Partido Independente
Profissão Professor universitário

José Alberto de Azeredo Ferreira Lopes (Porto, Cedofeita, 20 de junho de 1961) é um professor universitário português, foi Ministro da Defesa Nacional de Portugal de 26 de novembro de 2015 a 15 de outubro de 2018.[1]

BiografiaEditar

Filho de António Ferreira Lopes (Póvoa de Lanhoso, Calvos, 12 de Janeiro de 1911 - ?) e de sua mulher Maria Olga de Aguiã Forjaz de Azeredo (Benguela, 17 de Fevereiro de 1926 - Porto, 26 de Setembro de 2019), bisneta por varonia do 2.º Visconde de Samodães e 2.º Conde de Samodães.[carece de fontes?]

É licenciado, mestre e doutorado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, onde é professor universitário.[2][3][4]

Foi Director da Escola do Porto da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa (2005-2006) e Presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (2006-2011).[5]

Entre 2013 e 2015 foi Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira.[2]

Apresentou a demissão do cargo de Ministro da Defesa, em consequência do Caso dos Paióis de Tancos.[6][7][8][9] Foi posteriormente constituído arguido no mesmo caso, atualmente em julgamento.[10][11][12][13][14][15][16]

Referências

  1. Decreto do Presidente da República n.º 129-C/2015 de 26 de novembro
  2. a b «José Alberto Azeredo Lopes». www.portugal.gov.pt. Consultado em 2 de setembro de 2016 
  3. «Azeredo Lopes, estudioso do direito internacional e mar». PÚBLICO. Consultado em 27 de novembro de 2015 
  4. «Ministro da Defesa: Azeredo Lopes, de comunicador para a tropa». Jornal Expresso. Consultado em 27 de novembro de 2015 
  5. «Portal DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e Tecnologia». www.degois.pt. Consultado em 12 de dezembro de 2015 
  6. «Ministro sai e reafirma desconhecer operação de encobrimento - DN». www.dn.pt. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  7. Raínho, Pedro Benevides, Pedro. «Azeredo Lopes demitiu-se do Governo para evitar "desgaste das Forças Armadas"». Observador. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  8. «As reações à demissão de Azeredo Lopes - JN». www.jn.pt. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  9. «Ex-ministro Azeredo Lopes arguido no caso de Tancos - JN». www.jn.pt. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  10. Lusa, PÚBLICO. «Azeredo Lopes arguido no caso de Tancos. "Absolutamente inexplicável"». PÚBLICO. Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  11. «Ex-ministro Azeredo Lopes é arguido. ″É inexplicável″, diz - DN». www.dn.pt. Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  12. «Azeredo Lopes constituído arguido no caso de Tancos». Jornal Expresso. Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  13. «Notícia TVI: ex-ministro Azeredo Lopes arguido por denegação de justiça no caso de Tancos». TVI24. Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  14. «Tancos. Azeredo Lopes é um dos acusados numa lista que deverá ter cerca de duas dezenas de arguidos». Semanario SOL. Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  15. Rosa, Luís. «Azeredo Lopes acusado de 4 crimes: denegação de justiça, prevaricação, abuso de poder e favorecimento». Observador. Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  16. «Ex-ministro Azeredo Lopes constituído arguido no caso de Tancos». www.jornaldenegocios.pt. Consultado em 6 de dezembro de 2019 

Ligações externasEditar