Abrir menu principal

José Aldo

lutador de MMA brasileiro
José Aldo
José Aldo, UFC 189 World Tour London (2).jpg
Informações
Nome
completo
José Aldo da Silva Oliveira Júnior
Nascimento 9 de setembro de 1986 (32 anos)
Manaus, AM
Nacionalidade brasileiro
Outros nomes Júnior
Zé Aldo
Scarface
Altura 1,71 m
Peso 66 kg
Divisão Peso-Pena
Envergadura 178 cm
Modalidade Muay Thai, Jiu-jitsu brasileiro
Posição Ortodoxa
Luta por Rio de Janeiro, RJ
Brasil
Equipe Nova União (MMA)
Treinador André Pederneiras
Graduação      Faixa Preta em Jiu-jítsu brasileiro
Período em
atividade
2004–atualmente
Cartel nas artes marciais mistas
Total 33
Vitórias 28
Por nocaute 17
Por finalização 1
Por decisão 10
Derrotas 5
Por nocaute 3
Por finalização 1
Por decisão 1
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog
última atualização: 3 de fevereiro de 2019

José Aldo da Silva Oliveira Júnior (Manaus, 9 de setembro de 1986), é um lutador brasileiro de MMA. Foi duas vezes campeão da categoria peso-pena do UFC e o último Campeão Peso-Pena do extinto World Extreme Cagefighting (WEC). Aldo recebeu o prêmio World MMA Awards de "Lutador do Ano de 2010".[1]

Em 16 de junho de 2016, a Paris Filmes, Black Maria e a Globo Filmes lançaram o filme Mais Forte que o Mundo, que conta a história do lutador amazonense. Em 2017, a Globo, produziu um programa especial sobre José Aldo, com cenas do filme e material jornalístico.

Índice

Carreira no MMAEditar

Após rodar em eventos nacionais, Aldo fez sua estreia no WEC em 1 de junho de 2008, no Arco Arena em Sacramento, Califórnia. Em sua estreia com a organização, ele derrotou o lutador Alexandre Nogueira no WEC 34. Em sequência na organização, Aldo nocauteou três adversários, o futuro campeão do The Ultimate Fighter Jonathan Brookins no WEC 36, Rolando Perez no WEC 38, tendo ganhado o prêmio de melhor "Nocaute da Noite", e Chris Mickle no WEC 39.

Aldo voltou a vencer com um nocaute em 7 de junho de 2009 no WEC 41 enfrentando Cub Swanson, com uma joelhada voadora dupla aos 8 segundos do primeiro round. Aldo se tornou o Campeão dos Pesos Penas do WEC ao nocautear Mike Brown no dia 18 de novembro de 2009 no WEC 44. Aldo vinha de nove vitórias consecutivas na organização, sendo que todas elas terminaram em nocaute.

José Aldo foi o vencedor do prêmio de lutador do ano (2009) segundo o famoso site Sherdog.[2]

Após as grandes conquistas, Aldo teve uma luta casada com a lenda do WEC e ex-campeão dos pesos penas Urijah Faber, a luta aconteceu no dia 25 de abril de 2010 no WEC 48. Durante a luta, Aldo manteve a mesma estratégia nos cinco rounds, castigando Faber com dezenas de chutes baixos na perna esquerda. Aldo dominou o centro do octógono todo o tempo, conseguindo boas combinações de socos e chutes. A partir do 3º round, Faber não conseguia mais caminhar no octógono, em virtude dos inúmeros chutes bem aplicados por Aldo. Durante o intervalo entre rounds, o treinador de Faber entrou no octógono para carregar Faber e o conduzir ao banco por causa da grande quantidade de chutes recebidos. Aldo ainda teve a chance de levar o combate para o solo, onde passou a guarda, montou, pegou a costas, mas não conseguiu finalizar o combate.

No final, vitória de José Aldo por decisão unânime dos jurados, e manteve o cinturão.[3]

No WEC 51, José Aldo enfrentou o lutador armeno Manvel Gamburyan, que tinha nocauteado em sua última luta o ex-campeão peso-pena do WEC Mike Brown. Nesta luta, o brasileiro conseguiu defender seu cinturão ao vencer por nocaute no segundo assalto da luta.[4]

Ultimate Fighting ChampionshipEditar

Em 28 de outubro de 2010, World Extreme Cagefighting (WEC) se fundiu com o Ultimate Fighting Championship (UFC), posteriormente os lutadores do WEC foram transferidos para o UFC. Aldo tornou-se o primeiro campeão dos Pesos Pena do UFC, recebendo o cinturão oficial em 20 de novembro de 2010, no UFC 123.[5] Sua primeira defesa havia sido definida para o UFC 125 contra Josh Grispi.[6] Aldo foi forçado a retirar-se depois de sofrer uma lesão no pescoço[7] três dias depois de receber seu cinturão do UFC.[8] Dustin Poirier o substituiu na luta contra Grispi no UFC 125.[9] Aldo voltou ao octógono no primeiro evento do UFC realizado em um estádio, o UFC 129 em Toronto, Canadá, contra o canadense Mark Hominick. Aldo venceu por decisão unânime depois de deformar o rosto do seu adversário, estreando no UFC em grande estilo.

Aldo teve sua segunda defesa de cinturão no UFC contra Kenny Florian no dia 8 de outubro de 2011 no UFC 136,[10] onde ele venceu por decisão unânime.

Aldo lutou contra Chad Mendes no dia 14 de janeiro de 2012 no UFC 142 e venceu por nocaute aos 4:59 do primeiro round,[11] defendendo assim seu cinturão pela terceira vez.

Aldo era esperado para enfrentar Erik Koch no dia 13 de outubro de 2012 no UFC 153, porém Koch se lesionou e foi substituído pelo ex-Campeão Peso Leve do UFC e recém chegado na categoria, Frankie Edgar. Porém, Aldo se lesionou e foi obrigado a se retirar da luta.

Aldo enfrentou Frankie Edgar no dia 2 de fevereiro de 2013, no UFC 156. Aldo venceu por decisão unânime.

Aldo era esperado para fazer mais uma defesa de cinturão contra o recém-chegado na categoria dos penas Anthony Pettis em 3 de agosto de 2013 no UFC 163, porém uma lesão tirou Pettis do evento e o "Showtime" foi substituído por Chan Sung Jung.

A luta contra o "Zumbi Coreano" foi muito dura, e o triunfo veio com um nocaute técnico aos dois minutos do quarto round, após três assaltos difíceis, mas com nítida superioridade do lutador de Manaus. Durante essa luta ambos os lutadores sofreram lesões. Aldo fraturou o pé direito ainda no 1º round,[12] enquanto Chan Sung Jung deslocou o ombro (o que provocou sua derrota), fraturou a órbita ocular, e o pé direito.[13]

Aldo fez sua sexta defesa do Cinturão Peso Pena do UFC em 1 de Fevereiro de 2014 no UFC 169 contra Ricardo Lamas. Ele venceu a luta por decisão unânime.

Aldo defenderia seu Cinturão mais uma vez contra Chad Mendes em 2 de Agosto de 2014 no UFC 176. Em uma revanche do UFC 142, onde Aldo venceu por nocaute. No entanto, uma lesão o tirou do evento, a organização não encontrou um substituto e o evento foi cancelado.[14] A luta foi remarcada para o UFC 179, no Rio de Janeiro, e Aldo novamente derrotou Mendes, dessa vez por decisão unânime em uma luta emocionante.

Depois de muito se especular uma luta em um estádio de futebol na Irlanda,[15] o UFC frustrou os fãs de McGregor e anunciou a disputa com José Aldo em Vegas, no dia 23 de maio.Mas alguns dias depois a luta foi remarcada para dia 11 de julho[16]

Após diagnóstico de uma lesão nas costelas, Aldo se retirou do UFC 189 dando lugar a Mendes.[17]

Perda do cinturão para Conor McGregorEditar

Aldo foi nocauteado pelo Irlandês Conor McGregor no primeiro round, no UFC 194 que aconteceu no dia 12 de dezembro em Las Vegas, aos 13 segundos do primeiro round. Após a tentativa de acertar um cruzado de esquerda, Aldo recebeu um golpe de encontro de McGregor, caindo semi-apagado. McGregor só teve o trabalho de desferir mais dois socos e liquidar o combate, consagrando-se assim o novo campeão dos penas do UFC.

Cinturão interinoEditar

No dia 9 de julho de 2016, Aldo enfrentou novamente o ex-campeão dos pesos-leves Frankie Edgar no UFC 200 e conquistou o Cinturão Peso Pena Interino do UFC por decisão unânime.

AposentadoriaEditar

No dia 27 de setembro de 2016, em entrevista ao programa "Revista Combate", Aldo solicitou a liberação do contrato junto ao UFC e anunciou sua aposentadoria do MMA, motivada após a confirmação da luta entre Conor McGregor e Eddie Alvarez no UFC de Nova York, dia 12 de novembro de 2016. No entanto, Aldo mudou logo de ideia e voltou à ativa.

Novamente CampeãoEditar

No dia 27 de Novembro de 2016, o UFC confirmou a destituição do multicampeão Conor McGregor que vagava o Cinturão Peso Pena. Assim, José Aldo se tornou o campeão linear da categoria pela segunda vez na história após ter vencido Frankie Edgar pelo cinturão interino em Julho.

Perda do cinturão para Max HollowayEditar

O havaiano Max Holloway derrotou o brasileiro por nocaute técnico aos 4:13 do 3 round no UFC 212: Aldo vs. Holloway, ocorrido no Rio de Janeiro no dia 3 de junho de 2017. Os atletas faturaram o prêmio de Luta da Noite.

Aldo conseguiu a revanche imediata substituindo o lesionado Frank Edgar na luta principal do UFC 218, ocorrido no dia 2 de dezembro de 2017. O resultado da luta foi o mesmo da anterior, com o havaiano nocauteando dessa vez aos 4:51 do terceiro round.

Artes Marciais MistasEditar

  • FIGHT! Magazine
    • Lutador do Ano: 2009

Cartel no MMAEditar

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Derrota 28-5   Alexander Volkanovski Decisão (unânime) UFC 237: Namajunas vs. Andrade 11/05/2019 3 5:00   Rio de Janeiro
Vitória 28-4   Renato Moicano Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Assunção vs. Moraes II 02/02/2019 2 0:44   Fortaleza Performance da Noite.
Vitória 27-4   Jeremy Stephens Nocaute Técnico (socos) UFC on Fox: Alvarez vs. Poirier II 28/07/2018 1 4:19   Calgary, Alberta Performance da Noite.
Derrota 26-4   Max Holloway Nocaute Técnico (socos) UFC 218: Holloway vs. Aldo II 02/12/2017 3 4:51   Detroit, Michigan Pelo Cinturão Peso Pena do UFC.
Derrota 26-3   Max Holloway Nocaute Técnico (socos) UFC 212: Aldo vs. Holloway 03/06/2017 3 4:13   Rio de Janeiro Perdeu o Cinturão Peso Pena do UFC; Luta da Noite.
Vitória 26-2   Frankie Edgar Decisão (unânime) UFC 200: Tate vs. Nunes 09/07/2016 5 5:00   Las Vegas, Nevada Ganhou o Cinturão Peso Pena Interino do UFC; Promovido a campeão linear Peso Pena do UFC após Conor McGregor vagar o cinturão.
Derrota 25-2   Conor McGregor Nocaute (soco) UFC 194: Aldo vs. McGregor 12/12/2015 1 0:13   Las Vegas, Nevada Perdeu o Cinturão Peso Pena do UFC; Luta mais rápida valendo um cinturão.
Vitória 25-1   Chad Mendes Decisão (unânime) UFC 179: Aldo vs. Mendes II 25/10/2014 5 5:00   Rio de Janeiro Defendeu o Cinturão Peso Pena do UFC; Luta da Noite; Luta do Ano (2014).
Vitória 24-1   Ricardo Lamas Decisão (unânime) UFC 169: Barão vs. Faber II 01/02/2014 5 5:00   Newark, New Jersey Defendeu o Cinturão Peso Pena do UFC.
Vitória 23-1   Chan Sung Jung Nocaute Técnico (socos) UFC 163: Aldo vs. Korean Zombie 03/08/2013 4 2:00   Rio de Janeiro Defendeu o Cinturão Peso Pena do UFC.
Vitória 22-1   Frankie Edgar Decisão (unânime) UFC 156: Aldo vs. Edgar 02/02/2013 5 5:00   Las Vegas, Nevada Defendeu o Cinturão Peso Pena do UFC; Luta da Noite.
Vitória 21-1   Chad Mendes Nocaute (joelhada) UFC 142: Aldo vs. Mendes 15/01/2012 1 4:59   Rio de Janeiro Defendeu o Cinturão Peso Pena do UFC.
Vitória 20-1   Kenny Florian Decisão (unânime) UFC 136: Edgar vs. Maynard III 08/10/2011 5 5:00   Houston, Texas Defendeu o Cinturão Peso Pena do UFC.
Vitória 19-1   Mark Hominick Decisão (unânime) UFC 129: St. Pierre vs. Shields 30/04/2011 5 5:00   Toronto, Ontário Estreia no UFC; Defendeu e unificou o Cinturão Peso Pena do UFC; Luta da Noite.
Vitória 18-1   Manvel Gamburyan Nocaute (socos) WEC 51: Aldo vs. Gamburyan 30/09/2010 2 1:32   Broomfield, Colorado Defendeu o Cinturão Peso Pena do WEC.
Vitória 17-1   Urijah Faber Decisão (unânime) WEC 48: Aldo vs. Faber 24/04/2010 5 5:00   Sacramento, Califórnia Defendeu o Cinturão Peso Pena do WEC.
Vitória 16-1   Mike Brown Nocaute Técnico (socos) WEC 44: Brown vs. Aldo 18/11/2009 2 1:20   Las Vegas, Nevada Ganhou o Cinturão Peso Pena do WEC; Nocaute da Noite.
Vitória 15-1   Cub Swanson Nocaute Técnico (joelhada voadora dupla e socos) WEC 41: Brown vs. Faber II 07/06/2009 1 0:08   Sacramento, Califórnia Nocaute da Noite.
Vitória 14-1   Chris Mickle Nocaute Técnico (socos) WEC 39: Brown vs. Garcia 01/03/2009 1 1:39   Corpus Christi, Texas
Vitória 13-1   Rolando Perez Nocaute Técnico (joelhada e socos) WEC 38: Varner vs. Cerrone 25/01/2009 1 4:15   San Diego, Califórnia Nocaute da Noite
Vitória 12-1   Jonathan Brookins Nocaute Técnico (socos) WEC 36: Faber vs. Brown 05/11/2008 3 0:45   Hollywood, Flórida
Vitória 11-1   Alexandre Nogueira Nocaute Técnico (socos) WEC 34: Faber vs. Pulver 01/06/2008 2 3:22   Sacramento, Califórnia Estreia no WEC
Vitória 10-1   Shoji Maruyama Decisão (unânime) Pancrase: 2007 Neo-Blood Tournament Finals 27/07/2007 3 15:00   Tóquio
Vitória 9-1   Fábio Mello Decisão (unânime) TopFC 3 02/05/2007 3 15:00   Rio de Janeiro
Vitória 8-1   Minu Meller Decisão (majoritária) GoldFC 1 20/05/2006 3 15:00   Rio de Janeiro
Derrota 7-1   Luciano Azevedo Finalização (mata-leão) Jungle Fight 5 26/11/2005 2 3:37   Manaus
Vitória 7-0   Micky Young Nocaute Técnico (socos) FX3: Battle of Britain 15/10/2005 1 1:05   Inglaterra
Vitória 6-0   Phil Harris Nocaute Técnico (intervenção médica) UK-1: Fight Night 17/09/2005 1 N/A   Inglaterra
Vitória 5-0   Anderson Silvério Nocaute (tiro de meta) Meca Vale Tudo 12 09/07/2005 1 7:33   Rio de Janeiro
Vitória 4-0   Aritano Barbosa Nocaute Técnico (chute) Rio MMA Challenge 1 12/05/2005 1 0:22   Rio de Janeiro
Vitória 3-0   Luiz de Paula Finalização (triângulo de mão) Shooto Brazil 7 19/03/2005 1 0:56   Rio de Janeiro
Vitória 2-0   Hudson Rocha Nocaute Técnico (intervenção médica) Shooto Brazil: Never Shake 23/10/2004 1 5:00   São Paulo
Vitória 1-0   Mário Bigola Nocaute (chute na cabeça) EcoFight 1 10/08/2004 1 0:18   Macapá

FutevôleiEditar

Em janeiro de 2017, Aldo participou do evento Craques do Futevôlei, que reuniu ex-atletas do futebol, celebridades e profissionais do futevôlei.[19] Aldo formou dupla com Isael Maroli (que é seu professor de futevôlei). Dupla esta que terminou o torneio em 2º lugar, atrás da dupla formada por Felipe e Rodrigo E.T.[20]

Referências

  1. «2010 World MMA Awards Winners and Results» (em inglês). 2 de dezembro de 2010. Consultado em 24 de junho de 2016 
  2. Sherdog. «Sherdog's Fighter of the Year» (em inglês). Consultado em 29 de outubro de 2010 
  3. Caju Freitas (25 de abril de 2010). «WEC 48 – José Aldo dá show e mantém título». No Mundo das Lutas. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  4. «José Aldo vence Manny Gamburyan por nocaute no WEC». R7. Consultado em 29 de outubro de 2010. Arquivado do original em 4 de outubro de 2010 
  5. «UFC Featherweight Champion Jose Aldo Warded Tilt Belt» (em inglês). 20 de novembro de 2010. Consultado em 24 de junho de 2016 
  6. «Jose Aldo to defend UFC Featherweight title against Josh Grispi at UFC 125» (em inglês). MMAweekly. 29 de outubro de 2010. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  7. Josh Gross (24 de novembro de 2010). «Injured Aldo a no-go for UFC 125» (em inglês). Espn. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  8. «Featherweight champ Jose Aldo injured, bows out of UFC 125» (em inglês). MMAweekly. 23 de novembro de 2010. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  9. «Dustin Poirier steps in to face Josh Grispi at UFC 125» (em inglês). MMAweekly. 24 de novembro de 2010. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  10. «Jose Aldo vs Kenny Florian title fight announced for UFC 136 on Oct. 8 in Houston, Texas». mmamania.com. 15 de julho de 2011 
  11. «Featherweight Champion Aldo Brilliant in UFC 142 Triumph». sherdog.com. 14 de janeiro de 2012 
  12. http://esportes.br.msn.com/lutas/jos%C3%A9-aldo-tem-fratura-no-p%C3%A9-direito-confirmada-diz-site
  13. http://esportes.r7.com/mais-esportes/noticias/com-pe-quebrado-zumbi-coreano-coleciona-terceira-lesao-em-luta-com-ze-aldo-no-ufc-20130810.html?question=0
  14. «Sem opções para substituir José Aldo x Chad Mendes, UFC 176 é adiado». combate.com. 8 de Julho de 2014 
  15. http://esporteinterativo.com.br/lutas/jose-aldo-torce-para-conor-mcgregor-contra-dennis-siver-fala-muito
  16. http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/ufc-confirma-duelo-entre-jose-aldo-e-irlandes-falastrao
  17. «Aldo está fora do UFC 189, que terá McGregor x Mendes na luta principal». Sportv-Combate. 30 de junho de 2015. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  18. «Sherdog Lutador do Ano 2009». sherdog.com 
  19. globoesporte.globo.com/ Craques do Futevôlei: evento reúne ex-atletas e celebridades no Rio
  20. torcedores.com/ JOSÉ ALDO SE AVENTURA NO FUTEVÔLEI; VEJA LANCES E AVALIE SE ELE LEVA JEITO

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre José Aldo
Precedido por:
  Mike Brown
4º campeão do peso-pena do WEC
18 de novembro de 2009 — 28 de outubro de 2010
Título unificado com o Peso-Pena do UFC
Novo título 1º campeão do peso-pena do UFC
28 de outubro de 2010 — 12 de dezembro de 2015
Sucedido por:
  Conor McGregor
Precedido por:
  Conor McGregor
3º campeão do peso-pena do UFC
26 de novembro de 2016 — 4 de junho de 2017
Sucedido por:
  Max Holloway